Vacinação infantil: perguntas e respostas

11 de novembro de 2018
Antes de vacinar seu filho, é importante saber tudo sobre o tema da vacinação infantil.

Como pais, a vacinação infantil pode ser um tema cheio de dúvidas e incertezas. Ter um filho é ser responsável pelo seu bem-estar.

Por isso, é importante garantir a saúde da criança. Devido às doenças que afetam os seres humanos, é importante tomar vacinas para evitar muitas dessas doenças.

As crianças, desde muito pequenas, começam a correr e brincar em áreas pouco higiênicas. Qualquer bactéria contraída pode gerar problemas sérios de saúde.

Como é sempre melhor prevenir do que remediar, é importante se informar bem sobre a vacinação infantil. Dessa forma, você poderá evitar que o seu filho contraia várias doenças e poderá aproveitar melhor seu tempo com ele.

O que você deve saber sobre a vacinação infantil

Há muitas dúvidas sobre a vacinação infantil que serão esclarecidas aqui. Se você tiver dúvidas sobre quando vacinar seu filho, siga a cartilha de vacinas oferecida pela OMS ou pelo governo. Assim, você terá controle sobre o que é administrado no seu filho.

Confira: Boas defesas em nossos filhos. Hábitos que ajudam

Vacinação infantil: concorra a algum centro de vacinação

Se você pretende viajar com a família, pesquise sobre quais são as vacinas exigidas no local de destino. Para isso, visite o site do país para verificar quais as vacinas que devem ser tomadas e onde elas são aplicadas.

O Ministério da Saúde também pode ajudar. Há muitas informações disponíveis no site e também nos postos de saúde da sua região.

Você pode até se inscrever nos serviços sociais da sua comunidade para ajudar outras pessoas. Assim, você aprenderá ainda mais sobre a vacinação infantil e tudo mais que for necessário.

1. Qual a faixa etária de vacinação das crianças?

idade para vacinação das crianças vai desde o nascimento até por volta dos seis anos. A maioria das vacinas é administrada nos primeiros meses de vida.

No caso dos adolescentes, há algumas vacinas que são administradas por volta dos 14 ou 15 anos. Nesse momento, são aplicadas doses de reforço. Algumas das vacinas comuns nessa época são a meningocócica C, DTPa, varicela e papiloma humano.

2. Quais são as vacinas mais importantes?

As vacinas mais importantes são aquelas que devem ser dadas nos primeiros meses de vida. Entre elas, estão a DTPa e a hepatite B, que previne a hepatite do tipo B, o câncer de fígado e a cirrose. A DTPa previne a difteria, o tétano e a coqueluche.

Outra vacina muito importante é a tríplice viral (VASPR). Ela é uma mescla de três componentes para combater o sarampo, a caxumba e a rubéola.

Sua aplicação costuma ser feita no primeiro ano de vida, então, não se esqueça de administrá-la no seu bebê.

3. As vacinas podem ter reações adversas?

Sim, mas as chances são baixas. Se a vacina estiver vencida ou se o centro de vacinação estiver em más condições de higiene, podem aparecer outros problemas.

É normal, após receber a vacina, sentir dor e inchaço no local, mas esses efeitos devem passar rapidamente. Mesmo assim, é importante acompanhar seu filho no momento e dar-lhe muita atenção e amor.

4. O que acontece se as vacinas não forem dadas?

A vacinação infantil é um tema fundamental para a saúde. No entanto, não é obrigatória. A OMS explica que, ao não ser vacinado, você pode evitar riscos de uma vacina com seringa infectada ou mal aplicada.

Por outro lado, não tomar vacinas aumenta as chances de contrair doenças como a hepatite B, meningococo, varíola, etc. Dessa forma, o seu filho ficará exposto a doenças que podem levar à morte.

5. É possível que a criança adoeça mesmo que ela tenha recebido a vacina?

A função da vacina é prevenir doenças, mesmo assim, o seu filho pode experimentar febre. No entanto, sua aplicação evita consequências que certos vírus podem trazer ao ser humano. Por isso, não há porque duvidar da proteção que as vacinações infantis trazem.

Não deixe de ler: 6 vacinas que deveria tomar

Vacinação infantil

Conclusão

Como mãe, sua principal função é cuidar e proteger o seu filho. A vacina serve para cuidar da saúde, então, é importante ensinar o pequeno sobre as doenças e sua prevenção. Para isso, informe-se sobre o tema, inclusive ao conversar com médicos da área.

É importante lembrar que não só as crianças devem se vacinar. Os pais também devem dar o exemplo e verificar se as vacinas estão em dia. Assim, toda a família estará saudável e pronta para combater qualquer tipo de doença.

Mantenha as cartilhas de vacinação atualizadas, guardadas em um lugar seguro. Assim, você sempre terá acesso às informações e saberá quando ir ao posto de vacinação.

Os membros da família não devem apenas aproveitar o convívio, mas também cuidar uns dos outros.