Tratamentos para a dor na planta dos pés

· 1 de junho de 2014
O excesso de pressão nos pés, que é a causa da fascite plantar, pode ocorrer por diversos motivos, desde o sobrepeso ao mau uso de calçados.

A dor na planta dos pés (ou fascite plantar) ocorre mais exatamente na parte baixa do calcanhar – ainda que possa se irradiar por todo o pé ou ter outro foco de início.

Essa dor pode ser provocada pelo excesso de pressão nos pés, causando uma ruptura dos ligamentos e gerando uma intensa dor e sensação de rigidez na parte do calcanhar.

Causas da dor na planta dos pés

A fascite plantar pode ser provocada principalmente por:

  • Excesso de peso
  • Gravidez
  • Jornadas de trabalho muito pesadas
  • Mau uso de calçados
  • Pés planos ou com muita curvatura

Sintomas

Os sintomas que são produzidos por essa condição geralmente são:

  • Dor
  • Ardor na parte baixa do calcanhar (ou em todo o pé)
  • Rigidez

Geralmente, esse problema se apresenta somente em um dos pés, ainda que possa aparecer nos dois de uma vez.

Ele é muito mais forte pelas manhãs, quando damos os primeiros passos logo depois do descanso da noite ou quando ficamos em pé depois de um longo período sentados. 

Descubra: 5 soluções naturais para a rigidez nas articulações

A dor também pode surgir depois de realizar uma série de exercícios ou qualquer atividade que exija ficar muito tempo em pé.

Tratamentos para a dor na planta dos pés

O tratamento indicado para a dor na planta do pé é fundamentalmente reduzir a inflamação ao máximo.

Remédios caseiros

Tratamento para dor nas plantas dos pés

O primeiro passo para aliviar a dor é ficar descalço o máximo de tempo possível. Além disso, aplique gelo ao menos quatro vezes ao dia, vinte minutos por vez para ajudar a desinflamar a zona afetada.

No sapato, coloque um suporte que apoie o arco do pé para reduzir a dor. Dedique pelo menos vinte minutos diários à prática de exercícios de alongamento.

Recomendamos a leitura: Conselhos para aliviar os pés cansados

Tome alguns remédios anti-inflamatórios, como o ibuprofeno, para ajudar a reduzir a dor. Mas não abuse.

Tratamentos médicos

Se os anti-inflamatórios não estiverem dando o efeito desejado, recorra a um tratamento mais forte e eficaz, como a aplicação de uma injeção de corticoesteroides.

Elas são aplicadas diretamente na parte afetada do ligamento, na pele do calcanhar ou no arco do pé.

Em seguida, uma corrente elétrica é aplicada. Ela não causa dor, apenas permite que o esteroide penetre na pele e no músculo.

Além disso, o profissional pode optar por fazer fisioterapia, onde são feitos alongamentos da fascite plantar e nos tendões de Aquiles. Da mesma forma, recomendam exercícios para fortalecer os músculos inferiores da perna.

Em alguns casos, é primordial a utilização de talas noturnas, que ajudam a esticar a panturrilha e o arco do pé, permitindo que ele se mantenha flexionado alargando a fascite plantar e o tendão de Aquiles, para reduzir a dor e a rigidez pela manhã.

Nos sapatos, pode-se utilizar alguns aparatos ortopédicos que ajudam a distribuir a pressão. Dessa maneira, evitam-se danos de maior importância na fascite plantar.

Lembre-se

É sumamente importante que você se atente a todos os sintomas apresentados. Se, ao iniciar um tratamento com os remédios caseiros que recomendamos, você não sentir melhora, é melhor procurar um médico imediatamente e seguir o tratamento prescrito.