Tratamento natural contra as úlceras gástricas

· 21 de março de 2014
Já que a bactéria H. pylori vive em ambientes ácidos, o limão pode ser um grande remédio, visto que neutraliza os ácidos do estômago e evita assim o seu desenvolvimento.

As úlceras gástricas são feridas que aparecem na mucosa que recobre o estômago ou o intestino delgado. O sintoma mais comum é o ardor no estômago.

Explicaremos como detectar esta doença, assim como um tratamento natural para as úlceras gástricas a partir de conselhos de alimentação e remédios naturais.

Elas aparecem quando existe um excesso de acidez no organismo, principalmente no sistema digestivo, o qual danifica e irrita todo o trato e facilita a proliferação de patógenos, como é o caso da Helicobacter pylory, uma bactéria que, segundo os médicos, é a causa mais comum desta doença.

De qualquer forma, é importante destacar que esta bactéria somente vive se o ambiente for demasiadamente ácido, por isso, o importante será eliminar as possíveis causas da hiperacidez.

Esta hiperacidez pode ocorrer devido à má alimentação (muito ácida), ao consumo habitual de medicamentos como a aspirina ou o ibuprofeno, os maus hábitos, o estresse ou uma digestão muito fraca.

Ainda que muitas pessoas tomem antiácidos ou bicarbonato de sódio para aliviar a acidez, devemos saber que este remédio somente melhora temporariamente o problema e que nunca permitirá curar a doença.

Pelo contrário, a longo prazo, se abusarmos dos antiácidos, podemos alterar muito os ácidos do estômago, o que pode causar múltiplas doenças.

Leia também: 10 conselhos sobre os antiácidos

Alimentação alcalina para as úlceras gástricas

A alimentação é a base do tratamento natural para as úlceras gástricas. Devemos evitar os alimentos e os hábitos que mais acidificam nosso organismo, como:

  • Lácteos
  • Açucares
  • Frituras
  • Refinados
  • Confeitaria industrial
  • Tabaco
  • Álcool

Devemos evitar as plantas e temperos que potencializam os sucos gástricos, ainda que possam apresentar outras propriedades, mas que contribuem para uma hiperacidez:

  • Café
  • Canela
  • Cravo
  • Gengibre
  • Mate
  • Pimenta

Evite canela caso tenha úlceras

Recomendamos os seguintes alimentos para as úlceras gástricas:

  • Abacaxi: facilita a digestão graças às suas enzimas proteolíticas. Não misture-o com carboidratos (pão, macarrão, arroz, etc). É a sobremesa ideal antes ou depois de comer verduras ou salada e carne ou peixe.
  • Couve: ajuda a cicatrizar as úlceras gástricas, mas existem muitas pessoas que não a digerem bem se estiver crua. Se esse for o seu caso, cozinhe com uma pitada de cominho ou coma na forma de chucrute.
  • Pimentão: o pimentão é uma solanácea que atua como um grande tonificante gástrico.
  • Limão: o limão, apesar de ser um cítrico e ácido, apresenta um efeito neutralizador de ácidos uma vez que chega ao estômago, por isso, recomendamos consumi-lo habitualmente, combinado com as refeições e na forma de suco, misturado com água.
  • Batata: a batata é um ótimo antiácido natural. Seu suco funciona perfeitamente para combater o ardor estomacal.
  • Milhete: o milhete (ou milho-miúdo) é o único cereal alcalinizante, por isso procure consumi-lo mais que o arroz, o trigo, etc.
  • Uva: é uma das frutas mais alcalinizantes, mas devemos consumi-la preferivelmente orgânica, já que contém muitos pesticidas.
  • Aipo: o aipo é um grande depurador e alcalinizante. Adicione-o a caldos e refogados, mas também cru em suas saladas.

Dieta para amenizar úlceras

Se estivermos passando por um momento de crise de hiperacidez, recomendamos fazer uma dieta rigorosa até melhorar à base de batata, couve, cenoura e maçã. Cozinhe, ferva, leve ao forno, consuma cru ou batido.

Ainda que estes alimentos sejam especialmente recomendados, existem pessoas que não os toleram bem, portanto, se um deles causar acidez, retire-o da dieta.

Recomendamos a leitura: Você sente queimação ou acidez? Conheça a diferença!

Remédios naturais para as úlceras gástricas

Antigamente era recomendado realizar uma novena (nove dias) tomando o preparado do suco de um quarto de uma batata grande crua bem lavada (aproximadamente um quarto ou terço de um copo) e descascada, também misturada com duas colheres de sopa de azeite de oliva extravirgem.

Este preparado anti-inflamatório e alcalinizante é muito efetivo e podemos notar uma melhora em apenas nove dias.

Podemos fazer o suco de batata em casa ou até mesmo comprá-lo em ervanários.

Podemos também tomar diariamente infusões de malva e tanchagem, que ajudam a melhorar a irritação e inflamação de todo o tubo digestivo.

Finalmente, outro antiácido natural que podemos consumir sem causar danos é a argila branca de uso oral, à venda em lojas de produtos naturais.

Misture uma pequena colher de argila com água e mexa com uma colher de madeira.

Depois de dez minutos, volte a mexer e tome a preparação.