Melhor Com Saúde
 

O que é a transfusão de plasma?

A doação de plasma sanguíneo é uma ação simples que permite que muitas pessoas sejam tratadas para diferentes patologias. Quantas vezes isso pode ser feito? Quem se beneficia? Descubra estas e outras respostas a seguir.

O que é a transfusão de plasma?

Última atualização: 23 Novembro, 2020

A transfusão de plasma sanguíneo é uma técnica que ganhou bastante força nos últimos anos. O plasma é uma das partes do sangue. Especificamente, é o líquido claro e levemente amarelado que não contém células sanguíneas.

O plasma corresponde a quase 55% do volume total do nosso sangue. A outra parte é composta por células como glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas. Muitas proteínas são encontradas neste líquido, como a albumina, que desempenham funções muito importantes para o nosso corpo.

Embora muitas pessoas não tenham consciência disso, a transfusão de plasma permite o tratamento de inúmeras patologias, como hemorragias ou queimaduras. Neste artigo, queremos explicar em que consiste esse procedimento e por que é tão importante que você participe das doações.

O que é o plasma sanguíneo?

Análise do plasma sanguíneo
O plasma contém imunoglobulinas. Portanto, desempenha um papel importante nas funções do sistema imunológico.

Como já mencionamos, o plasma é a parte líquida do sangue. Nele, não há a presença de células sanguíneas, ou seja, os glóbulos vermelhos, os glóbulos brancos e as plaquetas. Quando as duas partes são separadas, o plasma parece um líquido transparente.

O plasma é constituído por quase 90% de água. No entanto, o restante da sua composição é uma mistura de proteínas e sais minerais essenciais para o organismo funcionar adequadamente.

Primeiro, ele contém imunoglobulinas. Elas são um elemento do sistema imunológico que permite defender o organismo contra as infecções. Além disso, também podemos encontramos a albumina, uma molécula responsável pelo transporte de certas substâncias para os tecidos.

Da mesma forma, é importante observar que os fatores de coagulação são encontrados no plasma. Esses fatores são o que permite a formação de coágulos quando houver uma hemorragia em algum lugar do corpo.

Como é realizada uma transfusão de plasma?

A transfusão de plasma é, na verdade, um procedimento muito simples. Primeiro, é necessário que haja um doador. Este deve ser um ato altruísta e desinteressado. O que é feito é extrair sangue do doador, em um processo que dura entre 30 e 45 minutos.

Depois que o sangue é coletado, as células sanguíneas são separadas do plasma. O líquido é preservado e armazenado. Quando se trata de uma doação apenas de plasma, ela é chamada de plasmaférese.

Este último difere da doação de sangue porque apenas o plasma é retido. Além disso, a recuperação é mais curta e uma doação pode ser feita a cada quinzena.

É importante notar que, para realizar uma transfusão de plasma, o doador e o receptor devem ter o mesmo tipo sanguíneoIsso acontece porque, no plasma, também encontramos proteínas que podem causar uma reação de rejeição.

Para que é usado?

Plasma sanguíneo
O plasma sanguíneo é usado em situações graves, como queimaduras ou acidentes. Sua doação pode ajudar a salvar muitas vidas.

A transfusão de plasma é usada como tratamento em muitas situações. Por exemplo, quando alguém sofreu uma queimadura ou um acidente grave, a transfusão de plasma ajuda a recuperar o volume de sangue perdido.

Além disso, como os fatores de coagulação são encontrados nesse líquido, essa técnica permite que o sangramento seja interrompido mais rapidamente. É especialmente útil para as pessoas que sofrem de doenças como a hemofilia, causadas pela falta de qualquer um desses fatores.

Também é usado em transplantes de fígado. No entanto, foram desenvolvidas técnicas nas quais, em vez de introduzir todo o plasma, apenas as moléculas necessárias são usadas. Elas são chamados de hemoderivados.

Por exemplo, no caso da hemofilia que mencionamos, você já pode transfundir o fator de coagulação de que a pessoa precisa. Embora a transfusão de plasma seja uma técnica segura, ela apresenta mais desvantagens do que se for realizada apenas a partir de hemoderivados.

O que devemos lembrar é que a transfusão de plasma é uma técnica simples que pode salvar a vida de muitas pessoas. Portanto, é importante que todos tenhamos consciência de que, através de uma simples doação, estamos ajudando outras pessoas.

O que é a astenia de origem circulatória?

O que é a astenia de origem circulatória?

A astenia dificulta a vida do indivíduo, tornando suas tarefas diárias cada vez mais pesadas. Saiba mais detalhes sobre esta condição neste artigo.



  • Estrategias de transfusión de plasma para pacientes graves | Cochrane. (n.d.). Retrieved May 5, 2020, from https://www.cochrane.org/es/CD010654/INJ_estrategias-de-transfusion-de-plasma-para-pacientes-graves
  • Indicaciones para la transfusión | Centro Regional de Transfusión Sanguínea de Granada y Almería. (n.d.). Retrieved May 5, 2020, from http://transfusion.granada-almeria.org/actividad/indicaciones-para-la-transfusion
  • ¿Para qué se utiliza el plasma? | Banco de Sangre. (n.d.). Retrieved May 5, 2020, from https://www.donarsang.gencat.cat/es/donacion-plasma/para-que-se-utiliza/
  • Isabel Laura Campano-Pérez. (2018). Utilización del recambio plasmático como herramienta terapéutica en la práctica clínica. FARMACIA HOSPITALARIA, 1, 16–19. https://doi.org/10.7399/fh.10845