Os 8 principais sintomas para detectar o câncer do colo do útero

· 16 de abril de 2017
É imprescindível saber identificar os sinais do câncer do colo do útero para poder obter um diagnóstico precoce e combater a doença o antes possível.

O câncer do colo do útero é o segundo tipo de câncer mais comum entre as mulheres.

Ainda que os números sejam assustadores, é um dos que podem ser prevenidos e tratados com sucesso quando detectado de maneira adequada.

Costuma começar nas células da superfície do colo uterino e, dado que seu desenvolvimento é bastante lento, pode ser diagnosticado a tempo por meio de uma citologia vaginal.

Em geral, se inicia com uma lesão pré-cancerígena conhecida como displasia, cujo crescimento toma bastante tempo antes de se transformar em câncer.

Sua causa principal é pela infecção do vírus do papiloma humano (HPV), que é transmitido através do contato sexual.

Embora algumas infecções desapareçam por si só, podem ser o que desencadeia o crescimento anormal das células do colo do útero.

E, ainda que a princípio não costume se manifestar com sintomas agressivos, há alguns sinais de advertência que poderiam ser chave para sua detecção.

Possíveis sinais do câncer do colo do útero

1. Perda de peso sem explicação

perda-de-peso-sem-explicacao

A perda de peso inexplicável, sem fazer dieta nem exercício, é um sintoma que não se deve ignorar em nenhuma circunstância, ainda que para alguns seja um sonho realizado.

Este sintoma, causado por múltiplos fatores, aparece em pacientes com câncer de colo do útero devido à falta de apetite e às deficiências nutricionais.

O crescimento anormal das células acarreta consequências negativas para a saúde digestiva e, por isso, o corpo não utiliza os nutrientes da forma ideal.

Quer conhecer mais? Leia: 6 exercícios simples para reduzir a inflamação e melhorar a digestão

2. Inflamação e retenção de líquidos

As alterações das células do colo uterino podem se manifestar através de um desequilíbrio nos processos inflamatórios do corpo que, por sua vez, tendem a provocar retenção de líquidos nos tecidos.

As pacientes apresentam inflamação na parte inferior do abdômen e, como afeta os vasos sanguíneos, também é evidente nas pernas e na parte inferior do corpo.

3. Cistite

cistite

As mulheres com episódios frequentes de infecção urinária devem considerar a possibilidade de estar vinculada a este tipo de câncer.

São poucos os casos associados, mas este sintoma também é resultado da inflamação que o colo do útero e a bexiga sofrem como consequência desta doença.

O tumor tende a comprimir estes órgãos, obstruindo a passagem da urina, e gera uma sensação forte de dor no trato urinário.

4. Verrugas genitais

As verrugas genitais são um sinal expressivo da infecção pelo vírus do papiloma humano (HPV), o principal responsável pelo desenvolvimento do câncer de colo de útero.

Estas pequenas alterações cutâneas não só são antiestéticas como também tendem a se disseminar com muita facilidade.

5. Corrimento anormalcorrimento-anormal

As alterações da flora vaginal costumam ser resultado de uma infecção por fungos ou bactérias causadas por um desequilíbrio do pH natural.

No entanto, quando surge um corrimento com odor e textura anormal, é possível que tenha a ver com o câncer do colo do útero.

Isto se deve às mudanças da atividade das células presentes na parede intrauterina, que geram uma secreção pouco comum.

6. Dores durante as relações sexuais

Ainda que existam muitos fatores que possam provocar dor durante as relações sexuais, o crescimento de tumores no colo uterino é uma possibilidade que não se deve descartar.

Pode ser resultado da inflamação das paredes do colo do útero, que, por sua vez, afetam a lubrificação natural desta região íntima.

7. Tensão lombar

tensao-lombar

Como ocorre como qualquer outro tipo, o câncer do colo do útero gera uma forte descompensação nos processos inflamatórios dos tecidos do corpo.

Como consequência, os músculos tendem a ser comprimidos causando uma contínua sensação de dor, quase sempre na região lombar e nas extremidades.

Além do mais, como a circulação do sangue é prejudicada, os tecidos e os músculos não recebem o oxigênio e os nutrientes corretamente.

Leia este artigo: Um maravilhoso tratamento com sal e azeite contra as dores articulares

8. Anemia

Conforme o avanço da doença, o corpo deixa de usar os nutrientes perfeitamente e o paciente perde apetite.

Esta situação não só aumenta a sensação de fadiga durante o dia, como também causa fortes episódios de anemia que, entre outras coisas, afeta a saúde cognitiva.

Este sintoma também é comum quando o câncer provoca sangramentos irregulares ou períodos menstruais com fluxos muito intensos.

É muito importante se atentar a estes sinais e solicitar uma citologia vaginal em caso de qualquer suspeita.

Consultas médicas frequentes, especialmente quando se tem antecedentes familiares, são determinantes para conseguir um tratamento com êxito em caso de ter a doença.