Sinais de doença e saúde da língua

· 19 de junho de 2015
Você pode se colocar diante de um espelho e observar o aspecto da sua língua para determinar muitas questões. Veja mais sobre a saúde da língua.

Quando éramos crianças, nos ensinaram que mostrar a língua era falta de educação. Agora que somos adultos, nos abstemos de mostrá-la em público porque pode parecer rude. Você pode se colocar de frente a um espelho e observar como é o aspecto dela para determinar muitas questões. Aqui falaremos sobre sinais de doença e saúde da língua.

A língua, reflexo da saúde

Dizem que os olhos são o reflexo da alma… E a língua então é o espelho da saúde (ou das doenças). Desde centenas de anos, os médicos ayurvédicos vêm examinando a língua dos seus pacientes para determinar se eles sofrem de alguma doença em particular.

As três partes, segundo essa medicina tradicional, são: vata (raiz), pitta (médio) e kapha (ponta). A cor e a textura da língua pode nos dizer se estamos saudáveis ou doentes.

Isso porque esse músculo, que nos permite apreciar o sabor das comidas, é uma extensão do estômago e podemos então determinar o estado gástrico ou estomacal. Ele tem milhares de terminações nervosas e cada uma (ou várias) se associam a diferentes partes do corpo.

saúde da língua

Sua língua indicará saúde se for suave, flexível, sem fendas e se ela se mantiver ligeiramente úmida, quer dizer, não produzir mais ou menos saliva do que o necessário. Isso significa que você goza de uma boa saúde.

A camada branca que aparece por cima da língua é normal sempre e quando ela for fina. Mais do que com uma doença, isso se relaciona com a higiene e limpeza ao escovar os dentes. Preste mais atenção para lavar a língua como se deve.

Descubra: Como posso eliminar a placa e melhorar a minha saúde bucal?

Cor e textura da língua: o que devemos levar em conta

Não precisa ser um médico ayurvédico para determinar se estamos incubando uma doença ou se temos um problema de saúde. Podemos analisar duas questões muito importantes da língua, a cor e a textura, para saber como está o nosso estado geral:

Cores

Como citado antes, a língua saudável tem a cor rosada. Se for de um tom vermelho-escuro, indica que há inflamação no corpo e até pode ser um sinal de um tipo de câncer. Se a língua estiver amarronzada ou descolorida é porque se fuma muito. O rosado intenso pode ser por febre escarlate (ou escarlatina).

Se a língua estiver pálida, quer dizer que nos faltam nutrientes e os níveis de hemoglobina no sangue estão baixos. Se a película branca for muito grossa, pode ser por fungos (candidíase) ou secreção desequilibrada da bílis hepática.

Se a camada esbranquiçada só estiver nas laterais, o motivo pode ser uma doença nos pulmões. E se o tom for amarelado, indica colecistite.

Leia também: Como melhorar a saúde com uma mistura de bicarbonato de sódio e mel

Lingua-amarela-a-que-se-deve-500x330

Textura e superfície

Para que esteja saudável, como foi indicado, a língua precisa se manter úmida e lisa. Mas atenção, pois a falta de textura pode estar demostrando anemia ou deficiência de ferro.

Se houver manchas na parte superior é porque a pessoa é vulnerável às alergias. A presença de espinhas ou aftas falam de um consumo excessivo de açúcares refinados, gorduras ou proteínas.

Quando ela está seca, é um sintoma típico de estresse (também pode devido à muita mucosidade no organismo, anemia ou diabetes). Se a língua se inflamar muito, as razões podem ser várias, por exemplo, acidez, constipação, diarreia ou gastrite crônica.

Se as papilas gustativas forem planas (em vez de texturizadas), isso indica uma desordem intestinal.

Sinal de alerta da saúde da língua

Preste atenção ao aspecto que a sua língua apresenta. Você pode estar sofrendo de uma doença e não se dar conta disso.

Fenda no meio

A linha não alcança a ponta da língua. Quer dizer que o seu estômago é fraco ou você está com problemas digestivos. Isso se deve, por outro lado, a um déficit de nutrientes.

Possivelmente você tem gases ou falta de energia com o passar do dia. Para solucionar esse problema, tenha uma dieta mais equilibrada e não misture alguns grupos de alimentos como, por exemplo, frutas e proteínas.

Faça todo o possível para que a digestão não seja tão lenta e consuma uma maçã ou pera em jejum.

Bolhas

Quando aparecerem várias bolhas na sua boca e isto for algo recorrente, quer dizer que faltam certos nutrientes, como a vitamina B6, o ferro ou a niacina.

Consuma mais lentilhas, carnes vermelhas, ovos e laticínios. Prepare um chá de urtiga e, se ainda se sentir mal, não deixe de fazer um exame de sangue para determinar que você não sofre de anemia.

Pequenas fendas horizontais

Significa que o seu organismo não está absorvendo as vitaminas da maneira correta. Outro sintoma disso é a falta de energia e vitalidade. Embora a língua tenha diversos “sulcos” pequenos, o problema vem das fendas abundantes e consideráveis.

A solução para esse problema é ingerir certos alimentos com efeitos nutricionais para o baço como, por exemplo, a cevada, beterraba, aveia, salsinha, cenoura, abóbora, aipo, couve e acelga.

Ponta vermelha

Mais do que uma doença física, isso se deve a um problema emocional. Isso quer dizer que você pode estar muito estressado, triste, deprimido, ansioso, angustiado ou nervoso.

Para evitar essa situação, além de pensar positivo e tentar encontrar a solução para os problemas, você pode consumir ervas que reduzem os desequilíbrios emocionais.

A melissa, a tília, a camomila e a valeriana podem ajudar. Na hora de comer, não deixe de consumir abacate, pepino e amêndoas.

Inchada e com camada branca (grossa)

Isso quer dizer que há uma acumulação de mucosidade no seu corpo ou você carece de bactérias boas (sim, porque nem todas são ruins).

Para reverter a situação, é aconselhado deixar de consumir laticínios e acrescentar à sua dieta mais alimentos de cor verde (brócolis, couve, ervilhas, alface, aipo, acelga e espinafre).