7 sinais de que você bebe pouca água

Para evitar problemas de saúde e manter a hidratação, é fundamental beber entre 6 e 8 copos de água por dia. Também podemos obtê-la através de frutas e verduras.

O consumo diário de água é um dos hábitos saudáveis que todas as pessoas deveriam adicionar em suas rotinas, mas você saberia identificar os sinais de que você bebe pouca água?

Este líquido, que é a base de nossas bebidas, desempenha um papel muito importante na saúde ao intervir nas funções de todos os órgãos.

Sua absorção no corpo otimiza a circulação, melhora o processo de oxigenação celular e ajuda a manter os tecidos em boas condições.

Além disso, é essencial para os processos de desintoxicação que os sistemas excretores do corpo desempenham, já que se une aos rejeitos para facilitar sua eliminação.

O problema é que muitos não consomem as quantidades adequadas e, como consequência, o organismo deve multiplicar seus esforços para cumprir seu trabalho.

Apesar de a princípio não causar efeitos, pouco a pouco a desidratação se manifesta com sintomas que podem afetar a qualidade de vida.

Devido a isso, é primordial saber reconhecer os sinais de que você bebe pouca água, depois de identificá-los, aumentar o consumo de líquidos o quanto antes.

Descubra-os a seguir!

Sinais de que você bebe pouca água

1. Prisão de ventre

Mulher com prisão de ventre

A prisão de ventre é um transtorno digestivo que se caracteriza pela incapacidade ou dificuldade de eliminar as fezes com regularidade.

Ela desencadeia uma reação inflamatória no intestino, alterando a atividade das bactérias saudáveis e causando acumulação excessiva de gases.

  • Seu surgimento pode se dar pelas más escolhas alimentares, ainda que também seja frequente naqueles que não tomam água suficiente.
  • O líquido age como um lubrificante intestinal, o que facilita o transporte dos rejeitos até que possam ser eliminados.

2. Pele seca

Os primeiros sinais de desidratação podem ser notados no aspecto seco e opaco que a pele adquire.

Apesar de estes sintomas poderem ocorrer por fatores externos, não há de se ignorar que a falta de líquido é uma das principais causas.

  • A água participa no transporte correto do sangue através das veias, o que é a chave para manter uma ótima produção de óleos na pele.
  • Sem água as células da derme vão secando e não ocorre o processo de regeneração.

3. Língua e boca seca

Mulher com a boca ressecada

A insuficiência de líquidos no organismo pode causar o ressecamento da língua e da boca, reduzindo a produção de saliva.

Isso costuma se manifestar com uma constante sensação de sede que, em geral, se ameniza ao consumir água em seu estado natural.

4. Bolsas e olheiras

Outro dos sinais de que você bebe pouca água são as olheiras e bolsas que se formam no contorno dos olhos.

  • Estes sintomas surgem devido à desidratação, que gera retenção de líquidos e inflamação.
  • A pouca quantidade de água interfere na atividade do sistema circulatório, impedindo que o sangue oxigene as células de forma adequada.
  • Isso se soma à retenção de toxinas que, inevitavelmente, afetam a saúde cutânea.

5. Dores musculares

Mulher com dores musculares

O pouco consumo de líquidos saudáveis como a água é um fator que influencia o surgimento das dores musculares.

  • A água é um fator essencial para equilibrar os eletrólitos do corpo, substâncias que regulam a saúde muscular.
  • Os músculos precisam se manter hidratados para se conservarem fortes e livres de inflamação.

6. Enxaquecas

As dores de cabeça fortes, como as características das enxaquecas, têm muito a ver com a falta de água no organismo.

  • Isso se deve ao fato de que a desidratação afeta a capacidade de oxigenar as células e transportar os nutrientes, aumentado o estresse e a tensão no crânio.
  • Os líquidos são necessários para manter o sistema nervoso e a atividade hormonal em bom funcionamento.

7. Mudanças na urina

A urina pode indicar que você bebe pouca água

Não é necessário fazer exames profissionais de urina para detectar que o organismo está desidratado e requer líquidos de maneira urgente.

Basta analisar os hábitos de micção para suspeitar que a falta de água está afetando os rins.

  • A pessoa começa a ir com menos regularidade ao banheiro e, ao fazê-lo, sua urina tem um tom amarelo mais forte.
  • É possível que, devido ao pouco líquido, o odor seja mais forte do que o habitual.
  • Algumas vezes ocorre o desejo de urinar, mas ao ir ao banheiro não sai nada.
  • A tendência de sofrer de infecções urinárias aumenta de forma alarmante.

Você se identifica com estes sintomas? Se os detectou, vale a pena começar a consumir mais água durante o dia.

Assegure-se de tomar entre 6 e 8 copos por dia, além de ingerir alimentos hidratantes como frutas e vegetais.

Recomendados para você