Quais são os sintomas de um pré-infarto?

· 15 de maio de 2014
Os sintomas do infarto são diferentes para homens e mulheres. As mulheres devem ter um cuidado especial para não confundi-lo com outras condições e atrasar o seu diagnóstico.

Os sintomas de um pré-infarto são, na maioria dos casos, fáceis de identificar. Se alguém sofre alguma dor repentina na região do peito que se estende até o braço esquerdo ou as costas, é preciso dar atenção imediata, pois a pessoa pode estar sofrendo um sério risco de morte.

Mas, quando se trata de um pré-infarto ou angina do peito, a situação não é tão perigosa, ainda que também exija atenção médica imediata, visto que é um claro sinal de que algo está acontecendo.

Para ter certeza dos sintomas de um pré-infarto, vamos descrever neste artigo quais são os sinais a serem considerados para prevenir problemas muito maiores.

A primeira coisa que devemos saber é: o que é um pré-infarto? O pré-infarto é um desajuste no correto funcionamento do músculo cardíaco, chamado miocárdio. O mau funcionamento deste músculo provoca uma forte dor no peito, o que se produz porque o coração não está recebendo o fluxo normal de sangue.

A dor no peito pode aparecer com certa frequência e de maneira aguda, sendo uma evidência de que há uma disfunção arterial coronária em processo, o que requer um tratamento especializado que apenas pode ser realizado por um cardiologista.

Sintomas de um pré-infarto

  • Dor no peito ou mal-estar
  • Dor forte nos braços, pescoço, mandíbula, ombro ou costas.
  • Náuseas.
  • Fatiga.
  • Dificuldades para respirar.
  • Ansiedade.
  • Transpiração.
  • Desmaios.

As pessoas que sofreram um pré-infarto descrevem o mal-estar como se tivessem uma forte pressão no peito, como se carregasse um peso muito grande.

Leia também: O que fazer ao sentir dores no peito?

Sintomas de pré-infarto

Sintomas de pré-infarto nas mulheres

Nas mulheres, os sintomas podem ser muito diferentes, já que elas não sentem pressão ou sensação de peso, apenas sentem pontadas, náuseas, dificuldades ao respirar ou dor no abdômen, o que pode ser confundido com outros problemas de saúde, demorando, desta maneira, o diagnóstico correto, o que não é nada favorável.

O pré-infarto é grave?

Na realidade, um pré-infarto pode ser muito diferente de outro, dependendo da gravidade e de sua duração. Devemos considerar e estar atentos aos novos e diferentes sintomas, já que pode se tratar de uma angina de peito instável, que é muito mais perigosa que a angina clássica.

A recomendação mais importante que se pode fazer é procurar um médico quando aparecerem um ou vários destes sintomas, pois é uma evidência de que o coração não está funcionando como deve, portanto, será preciso iniciar um tratamento para corrigir o problema a tempo.

Tratamento e prevenção do pré-infarto

  • O consumo de vasodilatadores, os quais controlam a pressão arterial, fazendo com que os vasos sanguíneos relaxem, melhorando a circulação do sangue.
  • É necessária uma mudança radical na dieta, implementando uma alimentação rica em frutas, verduras, cereais integrais, peixe e evitar todo o tipo de alimentos gordurosos.
  • Praticar exercício físico leve, como caminhadas e andar de bicicleta; este tipo de exercício é de grande ajuda para aumentar o fluxo de sangue no coração.

Descubra: O infarto feminino e masculino são diferentes?

Lembre-se…

O pré-infarto se caracteriza também quando se produz a dor no peito ao se realizar um esforço e é aliviado ao se descansar um pouco. O ataque cardíaco provoca uma dor muito forte, pode durar mais de cinco minutos e não melhora após descansar.

Pré-infarto

Não se deve esquecer que a prevenção é a melhor maneira de vivermos saudáveis e mantermos a qualidade de vida, portanto, deve-se fazer periodicamente os exames respectivos para detectar a tempo qualquer problema cardíaco e poder receber o tratamento adequado.