Melhor Com Saúde
 

Resposta imunológica: tudo que você precisa saber

A resposta imunológica é um processo baseado no sistema imunológico humano que permite ao corpo identificar agentes externos e atacá-los. É um mecanismo complexo que explicaremos a seguir.

Resposta imunológica: tudo que você precisa saber

Última atualização: 11 Dezembro, 2020

A resposta imunológica é um mecanismo essencial do corpo para se defender de agentes externos que podem ser prejudiciais para a nossa saúde. É constituído por diferentes processos e células. A seguir, contamos tudo que você deve saber sobre esse tema.

O que é a resposta imunológica?

A resposta imunológica é o conjunto de fenômenos que o corpo realiza para reconhecer e eliminar agentes externos que considera prejudiciais. Esses fenômenos são baseados no reconhecimento dessas substâncias estranhas, que são os chamados antígenos.

Os antígenos são partes que costumam ser encontradas na superfície dos vírus, das bactérias e dos fungos. Do mesmo modo, outras substâncias inertes, como algumas substâncias químicas, lascas de diferentes materiais ou toxinas, também podem ser reconhecidas como antígenos.

As pessoas têm dois tipos diferentes de imunidade. A seguir, vamos caracterizar cada um deles.

Você pode se interessar: 7 problemas que experimentamos por um enfraquecimento do sistema imunológico

Imunidade inata

A imunidade inata não é específica. Está presente antes de ter contato com o antígeno específico. Todas as pessoas têm esse tipo de imunidade desde o momento do nascimento. Podemos dividir esse tipo de resposta imunológica em dois mecanismos diferentes:

  • Barreiras: as barreiras podem ser físicas, como a pele, que impedem a passagem da substância para dentro do organismo, ou podem ser químicas. Existem muitas barreiras químicas presentes em nosso organismo. Estas seriam, por exemplo, o muco nasal, as lágrimas, a saliva ou o fluxo vaginal. Essas substâncias têm características que dificultam a sobrevivência de vírus ou bactérias. Como exemplo, podemos mencionar o pH do corrimento vaginal, no qual a maioria dos patógenos não consegue sobreviver.
  • Mecanismo celular: Composto pelo sistema de complemento, o mecanismo da inflamação e os fagócitos. Todos os três mecanismos são baseados em substâncias presentes no sangue, circulando continuamente pelos vasos sanguíneos. Quando um agente estranho entra no corpo, esses sistemas são ativados para eliminá-lo.

Bactérias que atacam o corpo humano
O sistema imunológico é treinado para reconhecer os invasores, como as bactérias, e combatê-las.

Imunidade específica

Este é o segundo tipo de resposta imunológica. Ao contrário da resposta inata, não nascemos com a imunidade específica desenvolvida. Esta vai se moldando à medida que o organismo entra em contato com diferentes antígenos. É mais rápida e eficaz atuando na eliminação de patógenos.

O tecido responsável por esse tipo de imunidade é o tecido linfoide, formado por órgãos como o baço ou o timo, e os vasos linfáticos. Os linfócitos são produzidos nesse tecido, que serão as células encarregadas de realizar esse tipo de resposta imunológica.

Assim, os antígenos são reconhecidos por partes específicas dos mesmos, chamadas de epítopos. Quando um antígeno entra no corpo, a imunidade inata é ativada. Ela se ativa mais rápido, mas é menos eficaz, e a imunidade específica é mais lenta, mas é muito mais eficaz.

Um linfócito reconhecerá o epítopo do antígeno. Os linfócitos são responsáveis ​​pela produção de substâncias chamadas anticorpos, que serão responsáveis ​​pela eliminação do patógeno. Além disso, esse linfócito ativará mais linfócitos, que chegarão ao local para ajudar a eliminar o antígeno. Esta é a resposta imunológica específica primária.

Além da resposta imunológica primária, também são produzidos linfócitos de memória. Esses linfócitos de memória farão, em caso de contato com o mesmo tipo de antígeno, com que se ative mais rapidamente a imunidade específica, eliminando o agente nocivo. Isso será o que conhecemos como resposta imunológica secundária.

Glóbulos brancos
Os glóbulos brancos ou leucócitos desencadeiam a resposta imunológica específica.

Saiba mais: Mel de alho e limão para começar o dia e fortalecer o sistema imunológico

O que são a imunidade passiva e a imunidade ativa?

A imunidade ativa é todo o sistema ao qual já nos referimos anteriormente. É aquela que o corpo humano desencadeia naturalmente quando entra em contato com um antígeno. A resposta imunológica inata será ativada primeiro, depois a primária específica e, finalmente, em caso de contatos sucessivos, a resposta imunológica secundária.

Por outro lado, na imunidade passiva, anticorpos específicos já estão circulando no corpo sem ter entrado em contato com antígenos. Isso pode acontecer duas vezes:

  • Bebês recém-nascidos: por anticorpos que a mãe passa para o feto durante a gravidez.
  • Vacinação: as vacinas podem ser compostas por anticorpos ou fragmentos do patógeno, que fazem com que sejam criados linfócitos de memória sem provocar a doença.

A resposta imunológica é um sistema de defesa

A imunidade é um sistema de defesa natural do organismo. Embora esteja presente em todos nós, existem diferentes maneiras por meio das quais podemos cuidar e manter o nosso sistema imunológico em boas condições. Devemos procurar estar em dia com as vacinas e tentar tornar nosso sistema imunológico saudável.

6 dicas para fortalecer seu sistema imunológico

6 dicas para fortalecer seu sistema imunológico

Hábitos tão simples como nos mantermos hidratados e dormir bem nos ajudam a fortalecer o sistema imunológico, por isso, não há desculpas para não fazê-lo.



  • Brocklehurst P, Brearley S, Haque K, Leslie A, Salt A, Stenson B, et al. The INIS Study. International Neonatal Immunotherapy Study: Non-specific intravenous immunoglobulin therapy for suspected or proven neonatal sepsis: An international, placebo controlled, multicentre randomised trial. BMC Pregnancy Childbirth. 2008 Dec 8;8.
  • Tortora GJ, Derrickson B. Introducción al cuerpo humano. Editorial médica panamericana; 2008.
  • Introducción a la inmunología humana – Leonardo Fainboim, Jorge Geffner – Google Libros [Internet]. [cited 2020 Apr 6]. Available from: https://books.google.es/books?hl=es&lr=&id=V2Bds_6ubMwC&oi=fnd&pg=PA230&dq=sistema+inmune+humano&ots=AQQQS_V5It&sig=4DIw3uOHpDr1OYcfZ_Wo7YJM2jY&redir_esc=y#v=onepage&q=sistema inmune humano&f=false