Os 5 melhores remédios caseiros para limpar as artérias obstruídas

Manter as artérias limpas é muito importante, já que as obstruções arteriais não apresentam sintomas contundentes e podem levar a problemas graves.
Os 5 melhores remédios caseiros para limpar as artérias obstruídas

Última atualização: 17 Dezembro, 2018

As artérias obstruídas são uma condição muito comum que se caracteriza pelo acúmulo de placas de gordura dentro de um vaso sanguíneo que vai do coração ao cérebro.

Isso é bastante perigoso, pois restringe o fluxo de sangue e impede o oxigênio e os nutrientes de chegarem de forma otimizada até cada um dos órgãos e tecidos do corpo.

Como consequência, podem ser desencadeadas reações mais perigosas como os derrames cerebrais, o ataque cardíaco ou a doença das artérias coronárias, por exemplo.

Primordialmente, o que mais preocupa os especialistas em saúde é que as artérias obstruídas são um dos chamados “assassinos silenciosos”, pela maneira como se desenvolvem no organismo.

Entretanto, sua falta de sintomas contundentes ou a confusão dos mesmos com outras doenças dificultam seu diagnóstico e tratamento oportuno.

Sem dúvida, os fumantes, as pessoas sedentárias e os obesos, são os que mais têm risco de sofrer desta doença.

A boa notícia é que a obstrução pode ser revertida graças à ação de alguns nutrientes essenciais que facilitam a limpeza arterial.

Sendo assim, é conveniente conhecer alguns remédios caseiros para limpar as artérias obstruídas sem correr o risco de sofrer efeitos colaterais não desejados. Confira.

1. Leite de alho para limpar as artérias obstruídas

O leite de alho ajuda a lutar contra as artérias obstruídas

O alho contém substâncias sulfurosas e antioxidantes que diminuem o excesso de lipídios retidos nas paredes arteriais.

Ele alarga os vasos sanguíneos e assim facilita o fluxo do sangue para conseguir uma irrigação correta nos tecidos e células.

Ingredientes

  • 3 dentes de alho
  • 1 xícara de leite (250ml)

Como preparar?

  • Em primeiro lugar, corte os dentes de alho em pequenas lâminas e coloque-os para ferver em uma xícara de leite;
  • Espere até esfriar e, então, consuma a bebida antes de ir para a cama.

2. Leite dourado

A combinação de cúrcuma com mel de abelhas e leite resulta em uma bebida conhecida na medicina alternativa como “leite dourado“, que de fato contém substâncias anti-inflamatórias e antioxidantes.

Seu consumo habitual previne a formação de coágulos e, ao mesmo tempo, ativa a circulação para uma expulsão adequada dos lipídios e das toxinas.

Por outro lado, seus extratos orgânicos diminuem os níveis de colesterol ruim e previnem o endurecimento arterial.

Ingredientes

  • 1  colher de chá de cúrcuma em pó (5g)
  • 1 colher de sopa de mel (25g)
  • 1 copo de leite quente (200ml)

Como preparar?

  • Adicione uma colherzinha de cúrcuma em um copo de leite quente e, então, adoce com um pouco de mel;
  • Consuma uma ou duas vezes por dia, no mínimo três vezes por semana.

Leia também: Leite dourado: uma bebida com propriedades incríveis

3. Pimenta caiena

A pimenta caiena pode agir contra as artérias obstruídas

Antes de tudo, a pimenta caiena contém uma substância ativa chamada capsaicina, que evita a oxidação de colesterol ruim nos vasos sanguíneos e a obstrução.

Seus compostos antioxidantes freiam o efeito negativo dos radicais livres, melhoram a circulação do sangue e, além disso, previnem o risco cardiovascular.

Ingredientes

  • 1/2 colher de chá de pimenta caiena (2g)
  • 1 xícara de água quente (250ml)

Como preparar?

  • Primeiramente, coloque uma xícara de água quente para ferver e, em seguida, adicione meia colher de chá de pimenta caiena;
  • Deixe repousar por alguns minutos e, então, consuma duas vezes por dia;
  • Continue o tratamento de limpeza por duas semanas.

Leia também: Pomadas anti-inflamatórios de pimenta caiena para aliviar a dor nas articulações

4. Gengibre

A raiz de gengibre é um remédio anti-inflamatório que não só melhora a passagem do sangue através das veias, mas também diminui a oxidação do colesterol.

Assim, seus compostos gingeróis reduzem o risco de obstrução arterial e detêm o dano oxidativo que causa riscos cardiovasculares.

Ingredientes

  • 1 colher de chá de gengibre ralado (5g)
  • 1 xícara de água quente (250ml)

Como preparar?

  • Em primeiro lugar, adicione a raiz de gengibre ralada em uma xícara de água quente e deixe-a repousar durante 5 minutos;
  • Em seguida, passe-a através de um coador e consuma três vezes ao dia;

Sendo assim, repita a mesma dose todos os dias por no mínimo três semanas.

5. Sementes de linhaça

A linhaça pode ser um bom remédio para as artérias obstruídas

As sementes de linhaça são um dos melhores remédios naturais para problemas cardiovasculares e inflamatórios, pois possuem um alto teor de ácido alfalinolênico.

Conforme um estudo publicado na Canadian journal of cardiology,“com base nos resultados de testes clínicos, investigações epidemiológicas e estudos experimentais, sugere-se que a ingestão de ácido alfalinolênico tenha um impacto positivo nas doenças cardiovasculares.”

Estes ácidos graxos essenciais limpam as artérias obstruídas por gordura e, dessa forma, evitam o endurecimento causado pelo dano oxidativo.

Ingredientes

  • 2 colheres de sopa de sementes de linhaça (20g)
  • 1 copo de água (200ml)

Como preparar?

  • Em primeiro lugar, adicione as duas colheres de sopa de semente de linhaça em um copo de água e deixe-as de molho por uma noite;
  • No dia seguinte, passe o líquido espesso por um coador e, então, consuma-o em jejum;
  • Repita o remédio todos os dias, por no mínimo um mês.

Sua saúde arterial e cardiovascular está causando preocupações? Sim? Então, escolha algum destes remédios naturais e tome-o como complemento para reduzir o risco deste tipo de doença.

Pode interessar a você...
Como combater a oxidação em veias e artérias
Mejor con SaludLeerlo en Mejor con Salud
Como combater a oxidação em veias e artérias

Saiba mais sobre como combater a oxidação em veias e artérias. Combinando uma dieta equilibrada com atividade física regular daremos um passo inicial



  • Rodriguez-Leyva, Delfin et al. “The cardiovascular effects of flaxseed and its omega-3 fatty acid, alpha-linolenic acid” Canadian journal of cardiology vol. 26,9 (2010): 489-96.