Queimaduras em crianças: como agir

13 de janeiro de 2020
Primeiro, devemos remover a criança da fonte da queimadura. Em seguida, devemos esfriar e lavar bem a ferida com água e sabão. Caso a queimadura seja profunda, devemos sempre consultar um médico.

Todos nós já nos queimamos em algum momento. Todos nós tivemos um acidente desse tipo. No entanto, como agir quando se trata de queimaduras em crianças? Além de ter um armário de remédios em casa, existem certas etapas a serem seguidas e algumas coisas que precisam ser levadas em conta.

Portanto, neste artigo, apresentamos algumas dicas básicas para tratar queimaduras em crianças.

Queimaduras

Queimadura na mão

Se queimar é um dos acidentes domésticos mais comuns. De fato, entre os grupos que sofrem mais acidentes desse tipo estão as donas de casa com mais de 45 anos, os idosos com mais de 65 anos e, por fim, também as crianças com menos de cinco anos.

Portanto, é importante saber o que devemos fazer para enfrentar queimaduras em crianças.

Tipos de queimaduras

Primeiramente, devemos diferenciar os diferentes tipos de queimaduras. De fato, dependendo de sua extensão, teremos que enfrentá-las de maneiras bem diferentes. Veja em seguida:

  • Queimaduras de primeiro grau

Essas queimaduras afetam apenas a epiderme, ou seja, a parte mais externa da pele. A pele fica vermelha, mas não aparecem bolhas. O exemplo mais característico são as queimaduras causadas pela exposição ao sol.

  • Queimaduras de segundo grau

Elas afetam a derme e a epiderme. Desta vez, além de avermelhar a pele, também aparecerão bolhas. Um exemplo de queimaduras de segundo grau são as queimaduras clássicas quando um líquido quente cai sobre a pele.

Recomendamos que você leia: O que saber sobre as queimaduras

  • Queimaduras de terceiro grau

Logicamente, elas são o tipo mais perigoso de queimaduras. Nesse caso, todas as camadas da pele são afetadas. De fato, pode até afetar músculos, nervos e ossos. O aspecto de uma queimadura de terceiro grau é o de uma pele carbonizada. Obviamente, elas requerem atenção médica imediata.

Queimaduras em crianças

Garoto pegando recipiente com água quente

As queimaduras em crianças precisarão de atenção médica quando forem extensas, ou seja, quando excederem 5% do corpo da criança. Além disso, independentemente da extensão, você deve consultar um médico quando se trata de queimaduras de segundo e terceiro graus.

No entanto, dependendo da sua localização, existem queimaduras que devem ser examinadas por um médico, independentemente do seu grau:

  • Queimaduras no rosto, mãos e pés
  • Queimaduras nas articulações
  • Se houve contato com alta voltagem
  • Se houver inalação de gás

Como agir em casos de queimaduras em crianças

Queimaduras em crianças: braço envolto em chiffon

Algumas das dicas que daremos em seguida parecerão óbvias. Outras, pelo contrário, talvez você conheça ou não ainda não tenha pensado nelas. De qualquer forma, elas são realmente úteis, e esse protocolo garante um melhor gerenciamento de queimaduras em crianças. Anote.

  • Primeiramente, remova a criança da fonte da queimadura.
  • Em seguida, tire suas roupas ou acessórios apenas se não estiverem grudados na pele. Caso estejam grudados, deixe como estão. Porque, do contrário, você pode terminar causando ainda mais danos.
  • Depois, esfrie a queimadura. Para isso, abra a torneira e deixe água corrente cair na área afetada por alguns minutos. Além disso, é importante que a água esteja à temperatura normal e não fria. Por outro lado, também podemos empapar gaze com água ou soro fisiológico e aplicar na queimadura.
  • Além disso, limpe bem toda a área com água e sabão.
  • Dependendo do grau, procuraremos o médico ou não. Em caso de queimaduras solares, podemos aplicar um hidratante por alguns dias. No entanto, em caso de queimaduras mais profundas, a atenção médica é indispensável. Nesses casos, o médico pode até prescrever um creme antibiótico.

Recomendamos que leia: 9 medidas de emergência para tratar as queimaduras de sol

O que não fazer diante de queimaduras em crianças

Em caso de queimaduras em crianças, lave a queimadura com água e aplique gaze

  • Primeiramente, não aplique gelo ou água gelada diretamente na queimadura. Pode ser ainda pior.
  • Se houver uma bolha, não a perfure. Pelo contrário, deixe-a como está, caso contrário, você pode causar uma infecção.
  • Por outro lado, não dê antibióticos a crianças sem prescrição médica. Além disso, eles não são especialmente adequados para queimaduras.
  • Por fim, não aplique talco, manteiga ou pasta de dente. Ao contrário do que diz a crença popular, a aplicação desses produtos pode piorar a situação.

De qualquer forma, lembre-se de que a pele das crianças é especial. Mesmo que as queimaduras sejam de primeiro grau, se a dor for intensa ou persistir por muito tempo, não hesite em consultar o pediatra para descartar grandes problemas.

Por outro lado, nunca esqueça a importância da prevenção. Embora seja impossível prever qualquer acidente doméstico, lembre-se de que pelo menos você pode manter certas medidas de segurança para minimizar o risco.