Por que aparecem as manchas de nascimento?

10 Fevereiro, 2020
A maioria das pessoas apresenta manchas de nascimento, ainda que em muitos casos sejam imperceptíveis. Boa parte dessas manchas desaparecem com o tempo, ainda que algumas permaneçam durante toda a vida.
 

Não é algo raro que os recém-nascidos apresentem manchas vermelhas ou cravinhos que desaparecem após algumas semanas depois do parto. No entanto, existem manchas de nascimento que não desaparecem com o tempo e até mesmo podem se intensificar com a idade.

Na maioria dos casos, as manchas de nascimento não representam problema de saúde, mas sim podem gerar efeitos na aparência, dependendo de suas características. Somente em poucas vezes essas marcas aumentam o risco de sofrer câncer de pele ou outras doenças.

Existem muitas falsas crenças com relação a estas manchas. Há quem pensa que isso é um efeito de algum desejo da mãe ou que são produzidas porque ela consumiu morangos durante a gestação. Essas afirmações, ou outras similares, não têm nenhum fundamento.

O que são as manchas de nascimento?

Mulher com manchas da idade

São chamadas manchas de nascimento as alterações na cor da pele de um recém-nascido. Algumas vezes essas manchas se formam durante a gestação e outras vezes aparecem alguns dias ou semanas após o parto. Além disso, acredita-se que 80% das pessoas nasce com alguma dessas marcas.

Algumas dessas marcas duram toda a vida e outras simplesmente desaparecem com o tempo. O certo é que sem importar seu tamanho, localização, cor ou forma, sempre é necessário consultar com o pediatra para que as examine e determine se são inofensivas ou não.

 

Muitas dessas manchas, especialmente as de cor café, são pouco perceptíveis nos primeiros meses do bebêNessa etapa costumam ter um tom mais claro e por isso passam desapercebidas. O comum é que se tornem mais escuras com o tempo. No entanto, existem diferentes tipos de manchas, que têm outras características.

Saiba tudo sobre as: Manchas brancas na pele – por que aparecem?

As manchas pigmentadas

Existem basicamente dois tipos de marcas de nascimento: as pigmentadas e as vasculares. Por sua vez, dentro desses dois grandes grupos existem alguns subgrupos com características diferenciadas. Dentro das manchas pigmentadas pode-se encontrar as seguintes:

  • Manchas de cor café com leite. São as mais comuns, aparecem em qualquer parte do corpo e às vezes se multiplicam à medida que a criança cresce. Se são várias e têm um tamanho maior que 0,5 centímetros, pode se tratar de um caso de neurofibromatose.
  • Manchas mongólicas. São de cor cinza azulado e frequentemente são localizadas nos glúteos ou na zona lombar. Além disso, são mais frequentes nas peles escuras e quase sempre desaparecem na idade escolar.
  • Pintas. As pintas que surgem ao nascer são chamadas nevos congênitos e permanecem toda a vida. São de cor marrom, torrado ou preto; ademais, podem ser planas ou protuberantes e conter cabelo. Se são muito grandes, em alguns poucos casos podem se converter em câncer.

As manchas vasculares

Moça com manchas no rosto
 

As manchas vasculares se caracterizam por terem tons que vão desde o rosa até o violeta, dependendo do subtipo. As mais comuns são as seguintes:

  • Máculas. São as manchas vasculares mais comuns e geralmente aparecem nas pálpebras, no nariz, no lábio superior e na parte posterior da cabeça ou do pescoço. Têm uma cor vermelha tênue e quase sempre desaparecem antes dos 2 anos.
  • Hemangiomas. Podem ser superficiais ou profundos. Os superficiais são de cor vermelha brilhante e os profundos têm um tom azulado. Além disso, o mais comum é que desapareçam entre os 5 e 9 anos de vida. Costumam aparecer na cabeça ou no pescoço.
  • Mancha tipo “vinho do Porto”. Aparecem principalmente no rosto, no pescoço, nos braços ou nas pernas. Ademais, são similares ao tom do vinho do Porto e costumam escurecer e engrossar com o tempo se não forem tratadas. Nunca desaparecem espontaneamente.

Não deixe de ler: Pintas vermelhas, como retirá-las?

Por que as manchas de nascimento aparecem?

A ciência desconhece as razões precisas do aparecimento das manchas de nascimento. Tampouco se sabe por que desaparecem ou se mantêm no tempo. No caso das manchas pigmentadas, sabe-se que obedecem a um acúmulo de melanócitos em uma determinada área da pele.

O que ocorre nesses casos é que existe mais melanina do que deveria ter e a pele aparenta esse acúmulo. Ademais, são de diferentes tons devido à profundidade da pele na qual se encontram.

As manchas vasculares, por outro lado, devem-se a uma formação incorreta dos vasos sanguíneos. Às vezes existe maior quantidade desses vasos em uma área ou são mais largos que o normal.

 

É claro que, ante a dúvida, a recomendação é sempre consultar o pediatra. O profissional saberá definir se é uma mancha que requer outros estudos ou não. Somente poucos casos precisam complexidade para chegar ao diagnóstico.

Guadalajara, P. C. A. (2009). Manchas feas, buenas y malas. J Am Acad Dermatol, 61(1), 1-14.