Por que acontecem dois períodos menstruais em um mês?

10 Fevereiro, 2020
Salvo em ocasiões muito pontuais, ter dois períodos menstruais em um mês pode ser indicativo de alguma condição médica importante, por isso devemos deixar isso claro para nosso médico.

Os períodos menstruais comumente duram entre três e sete dias, com ciclos de 21 a 35 dias. Todas as mulheres são diferentes e claro que estas normas podem variar alguns dias em cada mês.

Inclusive, podem demorar mais ou menos tempo para chegar do que em vezes anteriores, em certas ocasiões.

Há casos nos quais você pode ter períodos menstruais em um mês e é importante que conheça os possíveis sintomas e o que deveria fazer se isso estivesse acontecendo com você.

Quais são os sintomas?

É possível que note algumas anomalias em seu ciclo menstrual normal e um leve sangramento te faça suspeitar que terá dois períodos menstruais em um mês.

A primeira coisa a fazer é determinar se realmente é um segundo período comprovando se o fluxo está sujando muito o absorvente em questão de algumas poucas horas.

os-absorventes-e-produtos-de-higiene-femenina-estariam-contaminados-con-glifosato-500x334

Se é assim, o sangue será de cor vermelho brilhante. É importante que comprove isso, porque algumas mulheres costumam ter uma mancha leve quando estão no primeiro trimestre de uma gravidez.

O que poderia causar dois períodos menstruais?

É comum que, na etapa adulta, os ciclos entre cada menstruação sejam de 21 a 35 dias, e na adolescência de 21 a 45 dias.

É importante que mantenha um registro de seus ciclos menstruais para que conheça qual costuma ser o seu intervalo.

Se seu intervalo de repente é encurtado sem razão, pode ser por quaisquer dos seguintes motivos:

  • Hipertiroidismo.
  • Surgimento da menopausa.
  • Puberdade.
  • Fibromas uterinos.
  • Estresse.
  • Perda ou ganho extremo de peso.
  • Controle natal.
  • Doença.

É normal que algumas destas condições se prestem a confusões. Um aborto involuntário pode ser causado por uma hemorragia intensa.

Por esta razão, se você suspeita de uma gravidez e nota um sangramento similar a um período menstrual, deve procurar um médico com rapidez.

Confira também: 6 irregularidades do período menstrual que você não deve ignorar

Quais são os fatores de risco?

menstruacao-irregular-500x334

Se você tiver um histórico familiar de fibromas, cistos ou início precoce da menopausa, pode correr um risco maior de ter dois períodos menstruais em um mês.

Considere fazer uma visita ao médico se:

  • Em primeiro lugar, você experimenta dor na pelve que persiste mais do que dois dias.
  • Também, sofre de períodos pesados.
  • Ademais, apresenta manchas de sangue entre períodos, que podem ser confundidas com um segundo período.
  • Além disso, urina com frequência excessiva.
  • Sente dor ao ter relações sexuais.
  • Por outro lado, sente mais cólicas menstruais do que o normal.
  • Ademais, nota coágulos escuros durante o período.

Posso ter complicações?

Se você costuma ter ciclos regulares, uma mudança do seu ciclo ou ter dois períodos repentinamente em um mês, pode ser sintoma de uma condição médica.

Em alguns casos, ter dois períodos menstruais em pouco tempo pode causar anemiaPor isso, seu médico deverá fazer uma revisão dos seus níveis de ferro junto com outros exames que determinem a causa do sangramento.

Certamente, a anemia pode causar sintomas como a fatiga, dores de cabeça, fraqueza, enjoos e inclusive batimentos cardíacos irregulares.

Que tratamento devo seguir?

Sem dúvida alguma, seu tratamento vai depender da causa por trás dos períodos menstruais e só poderá ser indicado por um médico.

Por exemplo, se seus ciclos costumam ser naturalmente mais curtos ou recém começou a menstruar, é provável que não precise de nenhum tipo de tratamento.

O mais provável é que te receitem um suplemento de ferro em caso de uma possível anemia.

Por outro lado, caso considere que seus períodos são muito frequentes, fale com seu médico sobre a possibilidade de tomar anticoncepcionais. Isso pode te ajudar a regular os períodos e com os problemas de anemia associados com o sangramento abundante.

Não deixe de ler: Menstruação abundante: 5 remédios para combatê-la

O que dizer ao meu médico?

É provável que seu médico te faça algumas perguntas sobre seus sintomas, e por isso é importante que se prepare para a sua consulta.

as-5-piores-mentiras-que-puede-dizer-ao-seu-medico-1-500x331

Sem dúvida alguma, isso facilitará seu médico de encontrar o tratamento indicado o mais rápido possível. Estas são algumas perguntas que seu médico pode te fazer:

  • Quanto tempo seus ciclos menstruais costumam durar normalmente?
  • Quando as mudanças na frequência dos teus ciclos começou?
  • Quanto tempo o sangramento dura?
  • O quão intenso é o sangramento?
  • Com que rapidez o absorvente enche?
  • Há coágulos? Se sim, qual é o tamanho?
  • Quais outros sintomas você apresenta?

Começa a contagem desde o primeiro dia do sangramento para calcular a duração do seu ciclo. Seu ciclo finalizará no dia em que começar a sangrar novamente.

Na atualidade existem muitos aplicativos para celular que ajudam a rastrear seu ciclo.

Por outro lado, se você costuma ter um histórico de irregularidade em seus períodos menstruais, o seguimento deles te ajudará a identificar um problema a tempo e que seja muito mais simples compartilhar a informação com seu médico.

Lembre-se de trabalhar com seu médico para regular seu ciclo menstrual e equilibrar seus níveis de hormônios. Quando eles variam podem influenciar em grande escala em como se sente psicologicamente, podendo inclusive se deprimir sem motivo.

Finalmente, leve em conta que as mudanças em seu ciclo menstrual podem te indicar problemas de saúde. Sempre é importante falar do sangramento com seu médico.