Os motivos mais frequentes de discussões no casal

A comunicação é fundamental para evitar múltiplas discussões no casal. Muitas delas podem ser fruto de mal entendidos que podem se solucionar se ambos expuserem sua parte.

Há muitas razões pelas quais os casais discutem. No entanto, hoje nos concentraremos em algumas que seriam importantes para acabar com elas, a fim de resolvê-las e impedir que prejudiquem nosso relacionamento.

Muitas vezes existem discussões no casal porque falta comunicação entre os dois. Outras vezes discutem porque, em vez de resolver os problemas, deixam passar, ignoram.

É essencial parar para conversar com o parceiro e resolver a situação que causa o conflito. Não queremos uma nova discussão com base na mesma coisa.

A grande razão: ciúme

Casal conversando

Uma das razões pelas quais os casais discutem é o ciúme. Ou porque um dos membros do relacionamento fez um novo amigo, adicionou alguém nas suas redes sociais, se dá bem com seu ex-parceiro, olha para alguém lindo na rua…

A grande maioria dos ciúmes é infundada. Não existem motivos para existir. No entanto, em nossa cultura, nos ensinaram que é normal ter ciúmes em um relacionamento. Por quê? Porque cuidamos do que pensamos que temos, quando, na realidade, não é assim.

sentimos-nos com ciúmes quando acreditamos que vamos perder o que nos pertence. Portanto, qualquer pessoa se torna um potencial concorrente.

Isso também diz muito de nossa própria autoestima e segurança, tanto em nós mesmos, como em nosso parceiro. No entanto, pode ser considerado um comportamento aprendido.

O ciúme parece estar implícito dentro de um casal.

O mais saudável seria verificar se temos um problema de autoestima, verificar se nosso ciúme é fundado ou se é um produto dos comportamentos aprendidos que vimos em outros casais em nosso ambiente (pais, avós, irmãos, tios…).

Uma vez feito isso, devemos conversar com o nosso parceiro para nos tranquilizarmos, nos dar a segurança que precisamos e podemos, assim, parar de sentir ciúme desnecessariamente.

Diferenças familiares

Casal brigando frente a outra pessoa

Outra razão comum das discussões no casal é a família. Quando começamos um relacionamento com alguém, escolhemos essa pessoa, mas não a família dela.

Em muitas ocasiões, as diferenças que se originam com a família do nosso parceiro têm a ver com diferentes crenças que temos. Por exemplo, a mais conhecida, que nunca nos damos bem com a nossa sogra.

Isso pode não ser assim. De fato, generalizar pode nos predispor a adotar uma atitude defensiva e pouco aberta para estabelecer um bom relacionamento com a mãe do nosso parceiro.

No entanto, existem certas diferenças familiares que precisam ser resolvidas falando sobre isso entre as duas partes. Por exemplo, se um dos seus pais vier a sua casa e começar a querer reorganizar tudo, ou dizendo de que cor temos para comprar os tapetes, etc.

Leia: Como tratar um familiar ou amigo que mente?

Outros exemplos podem ser quando os pais são muito ligados ao seu filho e o chamam para tudo, ou aparecem em casa sem aviso prévio, ou quando eles não aceitam o relacionamento e se tornam hostis e dão sugestões.

Fazer o mesmo que eles não é uma boa atitude. Temos de nos comunicar com os nossos parceiros, dizer-lhes o que nos incomoda, ver se o nosso parceiro também se incomoda, ou os aceita, e assim pode resolver o conflito da melhor maneira possível.

Problemas com o espaço pessoal

Casal magoado

Isso tem muito a ver com as crenças que colocamos em relacionamentos que, não só acabam causando conflitos em relação ao ciúme, mas também com espaço pessoal.

Uma das razões pelas quais os casais discutem é por causa disso mesmo, pois ao longo dos anos continuam fazendo tudo juntos. É normal que na fase da paixão a gente queira estar com o nosso parceiro o tempo todo. No entanto, todos têm seus amigos, seus hobbies

Ter um parceiro não significa perder nossa individualidade e se tornar um só.

Se eu gosto de caminhar sozinho, por ter um parceiro, não tenho que mudar isso. No entanto, você pode ouvir “você não quer fazer coisas comigo”, “você não quer me incluir em suas atividades”.

Na verdade, os membros de um casal precisam do seu espaço. O problema é que, quando as coisas são feitas separadamente, é possível que surja o ciúme que falamos no início, e que é tão prejudicial para o relacionamento.

  • Ter um parceiro não significa parar de fazer o que gostamos, ou compartilhar amigos a partir de agora, ou fazer as mesmas coisas.
  • São duas pessoas diferentes que têm um relacionamento, e não duas pessoas que se tornam uma só.

Às vezes, essa necessidade de espaço pessoal é sentida desde o primeiro momento da relação. Outras vezes, aparece depois de um tempo.

O importante é saber como respeitar o espaço do outro, porque todos nós precisamos dele, embora às vezes acreditemos que não.

Qual dessas razões de discussões no casal mais se aproxima de você? Gostaria de adicionar mais uma? Tudo o que foi falado pode ser resolvido enquanto os membros do casal estiverem dispostos e abertos para resolver a origem de suas discussões.

Recomendados para você