Os avós não morrem, seguem vivendo em nossos corações

· 28 de julho de 2018
Os avós são uma figura muito importante dentro das família e especialmente para os netos. São uma fonte de amor incondicional e sabedoria, inclusive quando seu tempo ao nosso lado tenha terminado. 

Eles formam parte importante da vida de qualquer criança, ainda que nem todos tenham o privilégio de conservá-los até a idade adulta. Apesar disso, os avós seguem vivendo em nossos corações por todas as lições, carinhos e lembranças que nos presentearam em vida.

Tome uns segundos para fechar os olhos e lembre-se de seus avós. Por exemplo, às vezes que a avó cozinhava um de seus tantos pratos deliciosos; os abraços e beijos quando ficávamos doentes ou também quando secava nossas lágrimas por algum acidente ou bronca dos pais.

Traga de volta os passeios com o avô, quando ele te levava para andar de bicicleta pelo parque; o momento que te ensinou a levantar uma pipa; quando te levantava bem alto com os braços ou te agradava comprando um sorvete.

Sinta o mágico que era vê-los chegar em casa, ou ao sair da escola, correr até eles e abraçá-los com orgulho. Consegue ver? Os avós seguem vivendo em nossos corações, seja quando estão com conosco ou quando já tenham partido. Mas, por que os amamos tanto?

Leia: A marca emocional de nossos avós

O amor incondicional dos avós

O amor incondicional que caracteriza a relação com os netos é único e insubstituível. Por exemplo, lembre-se de quando os pegava pela mão e sentia que nada podia acontecer. Você se sentia feliz, seguro e protegido pela calidez de seu ser.

Avós desfrutando de sua neta

E é esse efeito dos avós sobre os netos. Eles lhes permitem estender seus horizontes, sua visão do mundo e do tempo por meio de uma voz piedosa. A mesma que lhes permite aprender que existem diferentes tipos de amor e de pessoas que podem fazer parte de sua vida.

Os avós, mais do que pessoas envelhecidas ou figuras em fotografias, representam muito mais. Simbolizam um elo importante na família da qual se forma a tradição, cultura e laços fraternais.

São a raiz do que conhecemos como família. Na verdade, nós também somos um pouco deles porque os avós seguem vivendo em nossos corações.

Os avós: amor vestido de diversidade

É verdade que nem todos os avós são iguais. A vida lhes ensinou de diferentes maneiras; às vezes com amor, outras com sacrifício, dor ou carências e essas circunstâncias foram fatores para formar seu caráter.

Por isso é que existem avós formais, divertidos, guardiões que se fazem de mamãe ou papai, até mesmo avós distantes. No entanto, independentemente da dinâmica familiar ou de seu caráter, os avós são um acúmulo de experiências. Sabia-se que podíamos contar com eles nos bons ou maus momentos, pois eram um suporte emocional, uma fonte de afeto e consolo.

Inclusive, tamanho é seu amor que aprenderam a utilizar os dispositivos eletrônicos e novas tecnologias. Seu carinho é o celular para estar em contato apesar da brecha geracional e avanços científicos.

Os avós são uma âncora ante a tempestade

Avós com netos na praia

Os avós também funcionam como protetores da família e uma espécie de cronistas. Suas histórias memoráveis e os detalhes sobre o nascimento de nossos próprios pais nos deixam encantados.

Na verdade, nos fazem imaginar que nossos pais também foram crianças e jovens, e que alguma vez se sentiram como nós; que não foram perfeitos e que aprenderam no caminhar.

Além do amor e das histórias, os avós transmitem conhecimentos e valores morais. Por meio de suas lembranças, nos ensinam o importante que é a honra, a compaixão, a disciplina ou a responsabilidade com todo aspecto da vida.

São um guia que traduz o presente por meio de sua experiência, de seus acertos e erros. Por isso é que os avós seguem vivendo em nossos corações.

Recomendamos ler também: A marca emocional de nossos avós

Uma fonte de sabedoria

Também nos ensinaram com seu exemplo que as decisões tem consequências; que, ainda que seja possível ser amigo de todo mundo, o respeito é fundamental para ter boas relações, pois todos nós necessitamos de alguém em algum momento.

Bonecos em forma de avós

Os avós possuem uma grande fonte de sabedoria e força por todas as situações que viveram e enfrentaram. Definitivamente são pessoas que fortalecem ainda mais as família jovens; nos oferecem um pedacinho de sua vasta experiência sem outra finalidade do que nos ver felizes.

Como os avós seguem vivendo em nossos corações?

Como pode ver, os avós têm um papel muito importante dentro da família: trazem amor incondicional, mimam, são excelentes companheiros de brincadeiras, incríveis contadores de histórias e historiadores. Também são mestres, cuidadores, mamães e papais em certos momentos, assim como uma maravilhosa fonte de compreensão.

Nunca é e será fácil a partida de um avô ou avó. Por isso é fundamental se manter em contato com eles e aproveitar todo o tempo que seja possível para que as lembranças e ensinamentos transmitidos fiquem gravados profundamente em nossa memória.

Deste modo também podemos dizer que os avós seguem vivendo em nossos corações. Conte-nos, como era sua relação com seus avós?