Os 5 possíveis primeiros sintomas do câncer de língua

Ainda que os sintomas do câncer de língua possam coincidir com outras condições menos graves, é importante procurar um médico se apresentarmos vários deles para descartar problemas maiores.
Os 5 possíveis primeiros sintomas do câncer de língua

Última atualização: 12 Outubro, 2020

O câncer de língua, conhecido tecnicamente como câncer oral e orofaríngeo, é um dos tipos de câncer menos frequentes. Na maioria dos casos, as pessoas que apresentam câncer de língua são ou foram fumantes durante a vida toda ou consumidoras de álcool.

As estatísticas indicam que essa doença ocorre mais em homens do que em mulheres, e que nos últimos anos aumentou o número de pacientes com diagnóstico de câncer oral e orofaríngeo.

Como toda doença, em sua etapa inicial, apresenta certos sintomas que são indicadores de que algo está acontecendo. Se você suspeita que está desenvolvendo câncer de língua, trazemos hoje alguns sintomas dessa patologia.

É importante destacar que são sintomas mais gerais, que não são indicadores 100% de que você está com câncer. Lembre-se de que se você apresentar algum mal-estar, deve procurar um médico para realizar os exames correspondentes e dar um diagnóstico adequado.

Fatores de risco do câncer de língua

De acordo com especialistas da American Cancer Society, estes são os principais fatores de risco do câncer de língua. Confira!

1. Tabagismo

O consumo de cigarro é prejudicial à saúde e aumenta o risco de desenvolver vários tipos de câncer.

Por serem prejudiciais à saúde, tanto o alcoolismo quanto o tabagismo estão entre os principais fatores de risco para diversos tipos de câncer e outras doenças. Portanto, também faz parte da lista de de fatores para o câncer de língua.

Os especialistas do Stanford Children’s Health indicam o seguinte em relação ao uso regular do tabaco:

“Todos os produtos do tabaco, incluindo cigarros, charutos, tabaco para cachimbo e tabaco de mascar, contêm toxinas (substâncias tóxicas), carcinógenos (agentes cancerígenos) e nicotina (substância viciante).”

As substâncias tóxicas enfraquecem o sistema imunológico e danificam as células, tornando o corpo mais vulnerável a doenças, segundo os especialistas dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC).

Descubra: Como o cigarro afeta a pele?

2. Alcoolismo

A comunidade científica concorda que, assim como o tabaco, o consumo de álcool aumenta o risco de desenvolver qualquer tipo de doença, incluindo o câncer de língua.

A esse respeito, a equipe do Instituto Nacional do Câncer da Espanha comenta o seguinte:

“As bebidas alcoólicas também podem conter uma variedade de contaminantes cancerígenos que são introduzidos durante a fermentação e produção, como nitrosaminas, fibras de amianto, fenóis e hidrocarbonetos.”

Então, quanto mais álcool e tabaco uma pessoa consumir em sua vida diária, maior será o risco de desenvolver câncer de língua e de outros tipos. Portanto, especialistas em saúde comentam que o ideal seria renunciar esses hábitos nocivos.

3. Má alimentação

Uma má alimentação é prejudicial em muitos cenários porque não fornece ao corpo tudo o que ele precisa. Nesse sentido, consumir junk food pode saciar o apetite, mas não contribui em nada para a saúde a curto ou longo prazo.

Foi demonstrado que uma dieta pobre em frutas, vegetais e verduras aumenta o risco de desenvolver câncer de língua e muitas outras doenças.

4. Vírus do papiloma humano (HPV)

As pessoas afetadas pelo HPV são mais propensas a apresentar câncer de língua devido ao fato de que esse vírus está diretamente ligado ao desenvolvimento e surgimento da doença.

De acordo com dados do CDC, muitas pessoas são expostas ao HPV ao longo da vida. Esse vírus pode infectar a boca – e, portanto, a garganta – e causar câncer de língua. “Acredita-se que o HPV cause 70% dos cânceres de orofaringe nos Estados Unidos.”

Leia também: Sinais de saúde e doença na língua

Possíveis sintomas do câncer de língua

O câncer orofaríngeo afeta a boca, a garganta e as amígdalas. O envolvimento da base da língua é notório. Aqui estão alguns sintomas que podem indicar que há algum problema e que é hora de consultar o médico.

1. Feridas na língua

O surgimento de feridas, úlceras ou aftas realmente dolorosas e difíceis de eliminar com tratamento é um dos primeiros sintomas do câncer de língua ou oral. Normalmente, os machucados são dolorosos e muito incômodos, mas você os reconhecerá porque são muito mais sensíveis e aparecem de forma muito frequente.

É importante não confundi-los com machucados normais ou herpes bucal, portanto, preste atenção ao nível de dor e à sua duração.

2. Dor

A dor causada pelo câncer de língua não se restringe apenas a essa região, pois também pode se irradiar para toda a boca e a garganta.

  • Pode se manifestar em tarefas simples e cotidianas, como beber líquidos e mastigar alimentos.
  • Dependendo da dor, tanto ao engolir quanto ao mastigar, pode ser um indicador dessa patologia, embora também possa ser consequência de infecções de garganta, amidalite ou alergia.

Portanto, fique de olho quanto à intensidade da dor e sua duração. Caso dure mais de uma semana e surjam outros sintomas, como manchas na língua, a melhor opção é realizar uma avaliação geral para obter um diagnóstico.

Leia também: Pontos pretos na língua, o que significam

 3. Manchas na língua

Essas manchas são outro grande indicador do câncer de língua. Normalmente são de cor branca (leucoplaquia) ou de cor vermelha (eritroplaquia) e duram mais de duas semanas.

Se esse for o seu caso, é importante consultar o médico para averiguar do que se trata. Se o especialista considerar necessário, ele vai indicar uma biópsia para analisar o conteúdo das manchas.

4. Mau cheiro

É muito comum apresentar mau cheiro na boca depois dos sintomas anteriores. Pode ser eliminado com escovação, mas cedo ou tarde voltará e pode vir acompanhado de um sabor de sangue.

5. Sangue na língua

Se você percebe sangramentos frequentes ao escovar os dentes, consulte seu dentista assim que possível.

Muitas pessoas apresentam sangramento na área da língua e o confundem com o sangramento das gengivas ou de machucados. É muito importante determinar de onde vem o sangue.

  • Limpe a língua depois de comer com a ajuda de um algodão para checar de onde vem o sangue.
  • Da mesma maneira, procure um médico caso sinta constantemente o sabor de sangue na boca.

O que fazer em caso de apresentar esses sintomas?

Deve-se ter em mente que os sintomas acima mencionados nem sempre são sintomas desse tipo de câncer, pois podem ser consequência de outras doenças. Se você experimentar algo parecido, a Sociedade Americana de Oncologia Clínica recomenda ir ao dentista para um exame de rotina.

É importante observar que as pessoas com câncer oral podem apresentar alguns sintomas, mas nem sempre é o caso. Portanto, em caso de dúvida, o ideal é consultar o dentista.

Pode interessar a você...
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
8 sintomas iniciais de câncer de garganta que você não deve ignorar

Para poder obter um diagnóstico precoce da doença, é muito importante saber identificar os sintomas iniciais de câncer de garganta.