Os 4 melhores remédios caseiros para tratar o herpes genital

18 Dezembro, 2019
É fundamental tratar o herpes genital imediatamente após notar os seus sintomas, para que a infecção não avance, nem resulte em doenças mais graves e de maior cuidado.
O herpes genital é uma infecção sexualmente transmissível que se espalha através de secreções genitais ou orais, superfícies mucosas ou lesões durante o contato sexual.

Muitas pessoas que têm herpes genital não apresentam sintomas, mas quando o fazem, a infecção aparece na forma de feridas ou bolhas nas áreas genitais, ânus ou boca e causa prurido e dor na área afetada.

As lesões de herpes geralmente remetem ao tratamento, mas podem voltar a aparecer periodicamente.

Estima-se que 16% da população possua algum tipo de herpes, de acordo com o Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos, e muitos nunca apresentam sintomas.

Aqui, informaremos mais sobre o herpes e compartilharemos os melhores remédios caseiros para tratar o herpes genital naturalmente.

O que é o herpes genital?

O herpes genital é, segundo a informação obtida pela Biblioteca Nacional Médica dos Estados Unidos, a consequência da infecção que o vírus do herpes simples (VHS) provoca.

Na maioria dos casos, a causa é a transmissão sexual e afeta tanto homens quanto mulheres.  

Entre os seus sintomas mais frequentes estão a coceira, o ardor ou dor na região genital, nas nádegas ou no ânus. Ao detectar bolhas ou feridas na pele, deve-se consultar um médico o mais rápido possível.

Caso o herpes não seja tratado, podem surgir a longo prazo outras doenças mais graves como a varicela ou a paralisia facial.

Além do tratamento médico, uma ajuda adicional desses remédios naturais e caseiros certamente ajudarão a aliviar os efeitos do herpes.

Leia também: Como as mulheres podem se proteger de doenças sexualmente transmissíveis – DST?

Remédios caseiros

1. Levedura de cerveja

Levedura de cerveza combate o herpes genital

A levedura de cerveja é um alimento excelente para a saúde que muitas pessoas tomam diariamente como suplemento nutricional.

Além da sua riqueza nutricional, destaca-se pelo seu teor de vitaminas do grupo B.

  • Graças a esses nutrientes, esse superalimento equilibra o sistema nervoso, como assegura este estudo realizado pelo Hospital Clínico Virgen de la Arrixaca, em Múrcia (Espanha), que também está intimamente relacionado aos surtos de herpes.
  • Além do mais, a levedura de cerveja é benéfica por conter lisina. Este aminoácido tem a capacidade de retardar o crescimento do vírus, assim como de prevenir os surtos recorrentes, como afirma esse estudo realizado pela Universidade de Indiana (Estados Unidos).

Para se beneficiar da levedura de cerveja, deve-se consumi-la diariamente. Ela pode ser misturada com qualquer alimento ou bebida, já que tem um sabor tostado muito agradável.

2. Bicarbonato e óleo de niaouli

O óleo essencial de niaouli (Melaleuca viridiflora), destaca-se pelo seu grande poder de combate a infecções, tal como afirma este estudo realizado pela Universidade da Austrália Ocidental, bem como para promover a regeneração da pele.

Por este motivo, é um dos melhores óleos para prevenir e combater o herpes.

Além disso, quando combinado com o bicarbonato de sódio, consegue-se um remédio que alivia a coceira e mantém em equilíbrio o pH da pele.

Ingredientes

  • 1 colher de sopa de bicarbonato de sódio (9 g)
  • 5 gotas de óleo essencial de niaouli
  • ½ copo de água morna (100 ml)

Elaboração e aplicação 

  • Misture os ingredientes para que diluam bem.
  • Não deve ser aplicado topicamente, pois pode ser irritante. Tomar como infusão é melhor, mas sempre após consultar o médico.

3. Óleo de coco e de ravintsara

Outra combinação excelente de remédios contra o herpes genital é a do óleo de coco com o óleo essencial de ravintsara (Cinnamomum camphora).

Graças ao seu conteúdo em ácido láurico, o óleo de coco combate todos os tipos de patógenos e tem demonstrado ser um potente antifúngico, de acordo com esta pesquisa da Universidade da Islândia.

Esse benefício é reforçado ainda mais pelo óleo de ravintsara, que de acordo com este estudo realizado pela Universidade Nacional Jeju da Coréia, possui propriedades que ajudam a aliviar as inflamações e a irritações.

Ingredientes:

  • 1 colher de sopa de óleo de coco extra virgem (15 g)
  • 10 gotas de óleo essencial de ravintsara

Elaboração e aplicação

  • Misture os dois óleos e tome-os em um chá.

Veja também: Quais são as 5 doenças sexualmente transmissíveis mais comuns?

4. Azeite de oliva e própolis

Outro remédio caseiro muito simples, mas também muito eficaz, é a mistura do azeite de oliva com o própolis:

  • O azeite nutre profundamente e é anti-inflamatório, de acordo com este estudo da Universidade Deakin (Austrália).
  • A própolis é um antibiótico natural que combate fungos, vírus e bactérias, como afirma esta pesquisa realizada pelo KPC Medical College and Hospital (Índia). Também promove a cicatrização de lesões na pele e melhora a cicatrização.

Ingredientes

  • 1 colher de sopa de azeite de oliva extra virgem (16 g)
  • 3 gotas de extrato de própolis sem álcool

O própolis verde do Brasil é uma das variedades mais curativas conhecidas.

Elaboração e aplicação 

  • Misture os dois ingredientes e faça um chá delicioso, que pode ser consumido uma vez ao dia e, além disso, é muito rico.
  • Herpes signs and symptoms. (n.d.).
    ashasexualhealth.org/stdsstis/herpes/signs-symptoms/
  • Genital herpes. Brindles Lee. Koren M, et al. (2016). DOI:
    10.1016/j.disamonth.2016.03.013
  • Outsmarting Herpes: Researchers Use the Body’s Natural Defenses to Stop Outbreaks. Yale School of mMedicine (2015)
    https://medicine.yale.edu/news/article.aspx?id=11586