Óleo de cravo: utilizações, benefícios e preparo em casa

O óleo de cravo é um produto natural usado como antimicrobiano e relaxante. Nesta ocasião, falaremos mais sobre seus usos e aplicações.
Óleo de cravo: utilizações, benefícios e preparo em casa

Última atualização: 27 novembro, 2021

O óleo de cravo é um produto derivado da árvore do cravo-da-índia, cujo nome científico é Syzygium aromaticum. A sua cor pode variar do incolor ao amarelo claro e se destaca pelo seu aroma picante, utilizado para fins domésticos e medicinais. O que a ciência diz sobre seus benefícios?

Um artigo publicado no Asian Pacific Journal of Tropical Biomedicine lista essa especiaria como “uma das mais valiosas” devido à sua composição. Especificamente, é fonte de compostos fenólicos como eugenol, acetato de eugenol e ácido gálico, além de ácido caféico e limonel, entre outros.

Até o momento, as evidências determinaram que esse ingrediente tem potencial como antimicrobiano, antioxidante e antiviral. Até é usado para aliviar algumas infecções. A seguir, contamos mais sobre suas aplicações e damos uma receita para prepará-lo em casa.

Usos e benefícios do óleo de cravo

Azeite de oliva e óleo de cravo
O eugenol, uma substância contida no óleo de cravo, parece ter um efeito positivo contra vários tipos de dor.

Na medicina tradicional, o óleo de cravo tem sido usado como um adjuvante para reduzir vários tipos de dor. Suas propriedades analgésicas ajudam a controlar dores de dente e doenças musculares; por sua vez, seus efeitos antimicrobianos atuam contra possíveis agentes infecciosos que atacam o corpo.



Efeito antimicrobiano

Um dos principais compostos ativos do cravo-da-índia, o eugenol, tem sido investigado por seu potencial como antimicrobiano. Em uma pesquisa divulgada pelo Jornal Brasileiro de Microbiologia, o óleo de cravo foi útil no combate a bactérias patogênicas como Escherichia coli e Staphylococcus aureus.

Na verdade, o estudo conclui que esse ingrediente pode ser classificado como um agente antimicrobiano de uso externo. Mesmo além das bactérias, parece que atua contra o crescimento de bolores e leveduras.

Saúde dental

Ligadas ao benefício acima, as propriedades do óleo de cravo para a saúde dental são especialmente dignas de destaque. Em um estudo compartilhado no International Journal of Dentistry, este produto ajudou a prevenir a erosão dentária que freqüentemente ocorre com o consumo de bebidas ácidas como o suco de maçã.

Por sua vez, outra investigação do Journal of Clinical and Diagnostic Research determinou que os componentes do óleo de cravo-da-índia o tornam uma das opções mais eficazes para inibir a proliferação de microrganismos causadores de cáries.

Saúde da pele

O eugenol e outros compostos antioxidantes do óleo de cravo são benéficos para a pele. De acordo com um estudo publicado no Journal of Cosmetic Dermatology, o tratamento tópico com este óleo é eficaz no alívio da coceira crônica. Acredita-se que também ajuda na cura e no alívio de infecções de pele.

Anti-inflamatório e antioxidante

Foi demonstrado que compostos fenólicos como o eugenol exercem efeitos anti-inflamatórios e antioxidantes. Uma revisão de estudos compartilhados em Oxidative Medicine and Cellular Longevity descobriu que este ingrediente ativo no óleo de cravo ajuda a combater o estresse oxidativo e a inflamação. Portanto, a médio e longo prazo também está associada a um menor risco de doenças.

Outros usos possíveis do óleo de cravo

Embora alguns estudos apoiem os efeitos benéficos do óleo de cravo, ainda não há evidências suficientes para considerá-lo um tratamento de primeira linha para doenças. Mas, na medicina tradicional tem outros usos interessantes, como os seguintes:

  • Reduz a dor de dente.
  • Acalma as cólicas menstruais.
  • Combate infecções fúngicas das unhas ou da pele.
  • Combate a halitose.
  • Reduz as dores musculares.
  • Estimula a circulação.
  • Acalme os problemas digestivos.
  • Reduz os sintomas respiratórios de resfriados e gripes.
  • Reduz o estresse e a ansiedade.
  • Repele insetos.
  • Deixa o cabelo mais bonito.


Possíveis efeitos colaterais do óleo de cravo

O óleo de cravo é seguro para a maioria das pessoas quando usado com moderação e ocasionalmente. No entanto, algumas pessoas podem sentir os seguintes efeitos colaterais:

  • Irritação cutânea: na pele sensível pode causar ardor e coceira. Para evitar reações graves, é melhor testá-lo em uma pequena área da pele. Se após 12 horas não houver desconforto, pode ser usado sem problemas.
  • Alergia: embora não seja comum, algumas pessoas têm alergia ao óleo de cravo. Seus sintomas incluem erupções cutâneas, respiração ofegante, tosse, falta de ar, problemas digestivos e desmaios. Nestes casos, o melhor é ir ao médico.
  • Interações medicamentosas: não deve ser usada simultaneamente com anticoagulantes, inibidores da monoamina oxidase (IMAOS) ou inibidores seletivos da recaptação da serotonina (ISRS).

Entre outras coisas, seu uso não é recomendado em caso de úlceras, gravidez, cirurgias recentes ou distúrbios hemorrágicos.

Como preparar o óleo de cravo em casa?

Cravo para picarones peruanos.
Preparar o óleo de cravo requer apenas três ingredientes.

No momento, o óleo de cravo está disponível em drogarias e lojas de ervas. No entanto, também pode ser feito à mão com uma base de óleo de alta qualidade, como o azeite oliva extra virgem.

Ingredientes:

  • 250 ml de azeite de oliva.
  • 1 colher de sopa de cravo (15 g)
  • 1 jarra de vidro com tampa.

Instruções

  1. Primeiro, coloque os cravos no jarro e cubra-os com o azeite.
  2. Em seguida, cubra o preparado e guarde-o em local fresco e escuro por 20 dias.
  3. Durante este tempo, mexa o recipiente de vez em quando para que tudo fique bem integrado.
  4. Quando estiver pronto, coar a preparação e colocar na jarra novamente.

Modo de uso

  • Umedeça uma bola de algodão com o óleo e aplique nos dentes quando sentir dor. Você pode repetir esta ação a cada 2 ou 3 horas, se necessário.
  • Pegue uma pequena quantidade do óleo e esfregue nas áreas onde sente dor ou inflamação. Para isso, use 2 ou 3 vezes ao dia.
  • Dilua uma colher de chá do óleo em meio copo de água morna para gargarejar e combater o mau hálito.
  • Esfregue o óleo nas áreas da pele que você deseja curar ou recuperar. Evite usá-lo em feridas abertas.

O que devemos lembrar sobre o óleo de cravo?

Na medicina natural, o óleo de cravo é um produto amplamente utilizado para reduzir doenças, combater a inflamação e controlar ou prevenir infecções. No entanto, não é um tratamento de primeira linha quando se trata de problemas de saúde. Seu uso deve ser reservado para casos específicos ou leves.

Qualquer infecção, doença dentária, lesão ou doença deve ser tratada por um médico especialista. Embora o óleo de cravo possa ser usado para reduzir os sintomas, sua aplicação deve ser moderada, apenas como suplemento.

This might interest you...
Alivie a tosse com pimenta, cravo-da-índia e gengibre
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
Alivie a tosse com pimenta, cravo-da-índia e gengibre

Alivie a tosse com um remédio natural feito com ingredientes simples. Além disso, saiba o que cada um faz em seu corpo, e quais são suas virtudes c...



  • Cortés-Rojas DF, de Souza CR, Oliveira WP. Clove (Syzygium aromaticum): a precious spice. Asian Pac J Trop Biomed. 2014;4(2):90-96. doi:10.1016/S2221-1691(14)60215-X
  • Nuñez L, Aquino MD. Microbicide activity of clove essential oil (Eugenia caryophyllata). Braz J Microbiol. 2012;43(4):1255-1260. doi:10.1590/S1517-83822012000400003
  • Schroder T, Gaskin S, Ross K, Whiley H. Antifungal activity of essential oils against fungi isolated from air. Int J Occup Environ Health. 2017;23(3):181-186. doi:10.1080/10773525.2018.1447320
  • Marya CM, Satija G, J A, Nagpal R, Kapoor R, Ahmad A. In vitro inhibitory effect of clove essential oil and its two active principles on tooth decalcification by apple juice. Int J Dent. 2012;2012:759618. doi:10.1155/2012/759618
  • Kanth MR, Prakash AR, Sreenath G, Reddy VS, Huldah S. Efficacy of Specific Plant Products on Microorganisms Causing Dental Caries. J Clin Diagn Res. 2016;10(12):ZM01-ZM03. doi:10.7860/JCDR/2016/19772.9025
  • Ibrahim IM, Elsaie ML, Almohsen AM, Mohey-Eddin MH. Effectiveness of topical clove oil on symptomatic treatment of chronic pruritus. J Cosmet Dermatol. 2017 Dec;16(4):508-511. doi: 10.1111/jocd.12342. Epub 2017 Apr 5. PMID: 28382655.
  • Barboza JN, da Silva Maia Bezerra Filho C, Silva RO, Medeiros JVR, de Sousa DP. An Overview on the Anti-inflammatory Potential and Antioxidant Profile of Eugenol. Oxid Med Cell Longev. 2018;2018:3957262. Published 2018 Oct 22. doi:10.1155/2018/3957262
  • Taher YA, Samud AM, El-Taher FE, ben-Hussin G, Elmezogi JS, Al-Mehdawi BF, Salem HA. Experimental evaluation of anti-inflammatory, antinociceptive and antipyretic activities of clove oil in mice. Libyan J Med. 2015 Sep 1;10:28685. doi: 10.3402/ljm.v10.28685. PMID: 26333873; PMCID: PMC4558274.
  • Marzouk TM, El-Nemer AM, Baraka HN. The effect of aromatherapy abdominal massage on alleviating menstrual pain in nursing students: a prospective randomized cross-over study. Evid Based Complement Alternat Med. 2013;2013:742421. doi:10.1155/2013/742421
  • Agbaje EO. Gastrointestinal effects of Syzigium aromaticum (L) Merr. & Perry (Myrtaceae) in animal models. Nig Q J Hosp Med. 2008 Jul-Sep;18(3):137-41. doi: 10.4314/nqjhm.v18i3.45015. PMID: 19062476.