O que os especialistas dizem sobre a solidão e seus benefícios

· 6 de agosto de 2018
Descubra abaixo o que os especialistas dizem sobre a solidão e seus benefícios. Você ficará surpreso com as dicas que eles lhe darão para a vida.

Muitas coisas negativas já foram ditas sobre a solidão, e não é surpreendente que haja uma grande predisposição para isso. Portanto, é muito comum associar a solidão aos problemas e até ao fracasso. No entanto, o que os especialistas dizem sobre isso? Nós vamos falar sobre o assunto em detalhes neste artigo.

Certamente, a solidão é um dos problemas mais comuns dos países do primeiro mundo. E não se pode negar que o número de adultos mais velhos que expressam sentimentos de solidão está crescendo. É um fenômeno social muito triste, mas que difere claramente de outros tipos de solidão. Sim, a solidão tem vários tipos ou, melhor dizendo, nuances.

Algumas pessoas ficam tristes quando estão em solidão

Como mencionamos anteriormente, as generalizações sobre a solidão criaram mitos e deslocaram os benefícios da solidão procurada. No entanto, devemos estar conscientes de que você sempre pode encontrar pontos positivas na solidão. Principalmente na solidão procurada.

Há pessoas que buscam a solidão para entrar em contato consigo mesmas e alcançar o equilíbrio. Em outras palavras, separar-se dos outros por um certo período de tempo nos permite recuperar a perspectiva das coisas e reabastecer as energias. Também ajuda a organizar as ideias com mais facilidade. Esse é o tipo de solidão que tem múltiplos benefícios e que não contém os rótulos negativos aos quais estamos acostumados.

O fato de uma pessoa decidir renunciar, por vontade própria, à companhia de outras pessoas por um momento não significa que ela seja antissocial ou que não saiba como se relacionar; pelo contrário, significa que é uma pessoa que se preocupa com a qualidade de suas interações, além de cuidar de seu próprio espaço pessoal. Especialistas apontam que, na verdade, esse é um comportamento muito positivo.

Não deixe de ler o artigo: Reconcilie-se com a solidão

As caras da moeda

A solidão procurada é uma circunstância, enquanto a solidão indesejada é um sentimento negativo caracterizado pelo vazio, isolamento, falta ou ausência de algo (geralmente uma pessoa ou um grupo, ou um animal de estimação). Assim, a solidão é um estado temido por muitos e almejado por outros. Tudo dependerá de por qual ângulo é percebida.

Agora, há algo que é verdade: quando chegamos ao mundo, fazemos isso sozinhos; o mesmo acontece quando morremos. Quando chegamos a este plano terrestre, chegamos sozinhos e, quando saímos, também o fazemos sozinhos, de modo que estamos cercados por muitas pessoas. Portanto, a solidão é algo muito mais natural do que você pode imaginar.

Muitas vezes, a solidão é temida porque não nos permitimos conhecê-la de perto para melhor apreciá-la. Nesse sentido, os psicólogos são muito claros: o que é considerado “ruim” pode ser a transição necessária para um melhor estado de espírito. Portanto, é necessário superar os preconceitos.

Devemos ter em mente que ficar sozinho, pelo menos por um tempo, será de grande ajuda para nós em muitos aspectos. Graças à solidão, nossa consciência pode se tornar ainda mais aguçada, e isso se traduz em uma melhor tomada de decisão durante a vida. 

O que os especialistas dizem sobre a solidão?

Segundo os especialistas, devemos ter tempo para ficar sozinhos. Isso nos permitirá pensar livremente sobre futuros projetos, propor metas e considerar decisões importantes para nossas vidas. Eles também argumentam que a solidão é uma oportunidade para expandir nossas fronteiras (conhecimentos, habilidades, etc.) e para desenvolver ou melhorar a motivação.

Mulher no balanço sozinha

A solidão nos ajuda a descobrir quem nós realmente somos, e deste autoconhecimento, nasce a autoconfiança e, portanto, a segurança. Por esse motivo, os especialistas apontam que a solidão pode ser saudável. Alguns ainda afirmam que antes de amar, querer e respeitas um futuro parceiro, você precisa aprender a ser feliz sozinho.

Ao ficarmos sozinhos, podemos assumir nossa própria identidade, nos conhecer sexualmente de forma livre e agradável, permitindo-nos formar um relacionamento amoroso no futuro mais forte e seguro.

Na verdade, é um fato comprovado que as pessoas que sentem a necessidade de estarem acompanhadas por outras pessoas sempre, no fundo, escondem deficiências de vários tipos e, acima de tudo, medos. 

Confira também essas 5 dicas para combater seu medo à solidão

A solidão pode ser convertida em uma prática. É muito positivo ter um tempo todos os dias para ficarmos sozinhos. Se aplicarmos a solidão como um exercício, veremos os resultados positivos em pouco tempo. Por exemplo, tente tirar um tempo apenas para você todas as manhãs. Quando estamos sozinhos, é mais provável termos novas ideias e criações. Um exemplo claro disso são os artistas que se isolam para escrever, criar, compor, entre outras coisas.

Os melhores pintores, músicos e talentos da sociedade são conhecidos por ficarem sozinhos, aproveitando para fazerem suas obras. Em conclusão: a solidão procurada é saudável e permite descobrir quem você é, para você e para os outros.

Quando estudos sobre a solidão são realizados, fatores como: idade, gênero e escolaridade não têm relação direta com a necessidade de ter uma companhia. No entanto, é dito que as personalidades introvertidas têm uma tendência maior a preferir a solidão à companhia de outras pessoas. Claro, existem exceções.

Lembre-se de que tudo que fazemos em excesso é prejudicial. Tire um tempo para ficar sozinho e se sentir livre, mas não se isole demais.