O que é a síndrome de Gilles de la Tourette?

13 Fevereiro, 2020
A síndrome de Tourette é caracterizada por tiques nervosos. Envolve um risco maior de sofrer ansiedade e depressão, além de estar frequentemente relacionada a distúrbios obsessivos.
 

A síndrome de Gilles de la Tourette, ou síndrome de Tourette  (SGT) é um distúrbio conhecido que sempre foi fonte de provocações e humor. No entanto, é uma patologia muito incapacitante e discriminatória para quem a sofre.

A síndrome de Tourette consiste na produção de movimentos e sons repetidos que não podem ser controlados. São tiques motores e vocais que aparecem devido a uma lesão no sistema nervoso. Geralmente aparece durante a infância, mais frequentemente entre os cinco e os nove anos de idade.

Essa patologia foi descrita há relativamente pouco tempo, por volta dos anos 80. Estima-se que afete entre 1 e 3% da população. Os mecanismos pelos quais esse distúrbio aparece não são bem conhecidos, embora se saiba que tenham a ver com a genética.

A síndrome de Gilles de la Tourette é mais do que um distúrbio nervoso, pois afeta todos os aspectos da vida do paciente, especialmente o nível social. Portanto, neste artigo, explicamos tudo o que você precisa saber sobre esse distúrbio.

O que é a síndrome de Tourette?

A maioria conhece a síndrome de Tourette como uma patologia que faz com que essas pessoas insultem outros incontrolavelmente. No entanto, esta é apenas uma das possíveis manifestações dessa síndrome.

As pessoas que sofrem de Tourette experimentam tiques que não conseguem controlar. Podem ser movimentos repetitivos, sons ou palavras. Aliás, podemos incluir os insultos. Outro exemplo muito típico é o gesto de encolher os ombros continuamente.

 

A maioria dos casos ocorre em homens e os sintomas geralmente aparecem antes dos quinze anos. De fato, o maior número de casos é expresso pela primeira vez em torno dos seis anos de idade. Os tiques podem ser mais ou menos complexos e aparecer com diferentes frequências.

Alguns exemplos de tiques simples são:

  • Piscar muito
  • Torcer o nariz
  • Tossir
  • Pigarrear repetidamente
  • Repetir frases
  • Fazer gestos obscenos e insultar.

É importante saber que, ao longo da vida, os tiques podem mudar. Existem até situações em que pioram. Por exemplo, quando a pessoa está sob estresse ou muito cansada. O normal é que esses sintomas melhorem quando se tornam adultos.

Outro aspecto relevante é o fato de que a síndrome de Tourette possa estar associada a outras patologias. É comum que essas pessoas sofram de déficit de atenção e impulsividade. Além disso, geralmente há um histórico familiar de distúrbios obsessivos ou da mesma síndrome.

O síndrome de Tourette provoca tiques nervosos

Leia também: Como evitar obsessões mentais?

Como essa patologia é tratada?

Infelizmente, a síndrome de Tourette não tem cura. No entanto, existem certos medicamentos que ajudam a controlar os tiques. Além disso, mais e mais formas de terapia e grupos estão sendo criados para apoiar essas pessoas.

 

O tratamento médico dependerá de cada caso e da gravidade dos tiques. Existem pacientes que nem precisam tomar medicamentos. A verdade é que a maioria das pessoas consegue levar uma vida produtiva, apesar das dificuldades.

Em primeiro lugar, pode-se usar medicamentos que reduzem os níveis de dopamina no cérebro. O problema é que possuem muitos efeitos colaterais, como ganho de peso.

Também são usados, ​​com frequência, antidepressivos que reduzem a ansiedade e o transtorno obsessivo-compulsivo frequentemente associados à síndrome de Tourette. Da mesma forma, muitas vezes é necessário tratar o TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade) para melhorar a concentração.

Isso também pode te interessar: Transtorno compulsivo obsessivo (TOC)

A verdade é que, além da medicação, a terapia é um dos pilares do tratamento. Portanto, é necessário que essas crianças sintam apoio e trabalhem sua autoestima. O mesmo vale para obsessões e ansiedade, que podem melhorar significativamente com a psicoterapia.

Relação entre estresse e síndrome de Toulette

Em conclusão

A síndrome de Gilles de la Tourette é um distúrbio nervoso complexo. Essas pessoas sofrem tiques, tanto motores quanto vocais, continuamente. O maior problema com essa síndrome é que ela interfere na vida social do paciente.

 

É importante, então, estar ciente do dano psicológico associado a esta doença. Não podemos permitir que essas pessoas continuem sendo motivo de zombaria e desprezo, pois é uma patologia com seu consequente estigma. É uma responsabilidade social poder incorporar as pessoas afetadas à sociedade.

El trastorno de Tourette a lo largo de la historia. (n.d.). Retrieved December 25, 2019, from http://scielo.isciii.es/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0211-57352016000200004
Cinco cosas que quizás no sepa sobre el síndrome de Gilles de la Tourette – Especiales CDC – CDC en Español. (n.d.). Retrieved December 25, 2019, from https://www.cdc.gov/spanish/especialescdc/sindrometourettecincocosas/index.html
¿Qué es el síndrome de Tourette? – Tourette Association of America. (n.d.). Retrieved December 25, 2019, from https://tourette.org/about-tourette/overview/espanol/medicos/que-es-el-sindrome-de-tourette/
Federación Española de Enfermedades Raras. (n.d.). Retrieved December 25, 2019, from https://enfermedades-raras.org/index.php?option=com_content&view=article&id=846&jjj=1535241633252