O que causa o fluxo claro aquoso?

Embora muitas mulheres vejam com surpresa a presença de secreção aquosa transparente, a verdade é que é um sinal de boa saúde. É normal e é causado pela ação dos hormônios sexuais femininos.
O que causa o fluxo claro aquoso?

Última atualização: 20 janeiro, 2022

A secreção aquosa límpida é normal em todas as mulheres em idade reprodutiva. Em termos de cor, é semelhante à água. Sua consistência é semelhante à da clara do ovo e ocorre nos dias mais férteis do mês.

A principal função do fluxo aquoso transparente é facilitar a fertilização do óvulo. Sua presença faz com que os espermatozoides possam deslizar melhor, de modo que cheguem ao óvulo.

Também é normal que a presença de secreção aquosa transparente seja acompanhada de uma leve dor na região abdominal inferior. Isso porque corresponde ao momento em que o óvulo é liberado do ovário ele segue em direção às trompas de falópio.

Características de fluxo aquoso transparente

A secreção aquosa transparente é o principal indicador de que a mulher está nos dias mais férteis do mês. O usual é que no início tenha uma consistência mais líquida, que se torna espessa e elástica nos dias seguintes. Este último é um sinal de que você está ovulando.

Além de promover a fertilização, o fluxo aquoso transparente cumpre outras funções:

  • Atua como um mecanismo de limpeza: sua presença ajuda a remover e eliminar as células mortas, bem como os detritos que se encontram no canal vaginal.
  • É um fator regulador: graças a este fluxo, um equilíbrio adequado é mantido na umidade e lubrificação das paredes vaginais.
  • Regulação do pH: alguns estudos indicam que esse corrimento ajuda a regular o pH vaginal, o que favorece o crescimento de microorganismos protetores.

É preciso ressaltar que o corrimento aquoso transparente pode ocorrer em qualquer época do mês. Na verdade, não é incomum que seja secretado após uma intensa rotina de exercícios. Isso não deve ser motivo de alarme.

Exercícios intensos em mulheres causam secreção clara e aquosa.
Após rotinas de exercícios extenuantes, a mulher pode ter uma secreção clara.

O que causa o fluxo claro aquoso?

Esse fluxo está associado a alterações hormonais. Os hormônios sexuais femininos são substâncias que estimulam ou inibem os diversos processos que dão origem ao ciclo menstrual.

Dentre esses hormônios, o estrogênio é o que mais afeta a produção do corrimento vaginal. Por sua vez, aumenta antes de ocorrer a ovulação. Isso leva ao aumento do nível do fluxo claro aquoso.

Após a ovulação, os níveis de estrogênio diminuem e o fluxo se torna mais denso e escasso. Por outro lado, esse tipo de corrimento também pode surgir no primeiro ou terceiro trimestre da gravidez. No segundo trimestre, não é comum.

Os sinais de que algo está errado…

Contanto que o fluxo transparente aquoso mantenha a cor translúcida, sua aparência um tanto viscosa e a ausência de odor, está tudo bem. Se houver mudanças na consistência, coloração ou textura do fluxo, pode ser um sinal de problemas.

De acordo com os dados disponíveis, até 95% das infecções vaginais causam alterações no fluxo. As mudanças a serem consideradas são as seguintes.

Corrimento fétido

Uma secreção vaginal com odor fétido é geralmente um sinal de infecção por fungos ou bactérias. É importante que esta situação seja consultada com o médico. Existe a possibilidade de que seja uma doença sexualmente transmissível, como gonorreia, clamídia e tricomoníase.

É comum que o excesso de higiene na área íntima cause um desequilíbrio na flora vaginal. Nessas condições, é mais fácil ocorrer uma infecção por cândida ou candidíase. Em todos esses casos, o corrimento vaginal apresenta mau odor.

Mudanças na cor

Mudanças na cor da secreção também costumam ser indicadores de infecção:

  • Na vaginose bacteriana, a cor torna-se branco-acinzentada, com um odor muito ruim.
  • A candidíase causa uma cor branca espessa e protuberante.
  • Na tricomoníase, há um corrimento amarelo-esverdeado e espumoso.

Fluxo com sangue

Às vezes, manchas de sangue aparecem na secreção aquosa límpida. Às vezes parece completamente cor-de-rosa.

Este pode ser um dos primeiros sinais de que o óvulo foi fertilizado e de que a mulher está grávida. No entanto, deve ser confirmado com um teste.

Teste de gravidez para fluxo aquoso com sangue.
Traços de sangue no fluxo normal às vezes indicam gravidez. Com um teste é possível confirmar.

Boas práticas de higiene íntima

Desde que a secreção clara aquosa mantenha sua aparência normal, esta secreção pode ser considerada normal. Mudanças na quantidade não são sinais de problema, nem mudanças na espessura.

Por outro lado, qualquer transformação na cor, cheiro ou textura é um sinal de que algo pode estar acontecendo. Se isso acontecer, é melhor consultar o ginecologista.

É aconselhável manter uma boa higiene na área genital. No entanto, não se deve abusar das duchas vaginais, pois é contraproducente. Escolha roupas de algodão e evite protetores diários para reduzir o risco de alterações na flora vaginal.

This might interest you...
Espinhas na vagina: causas, tipos e tratamentos
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
Espinhas na vagina: causas, tipos e tratamentos

As espinhas na vagina são mais comuns do que você imagina. Elas podem ser dolorosas ou causar desconforto, podendo ter diversas causas.



  • Serrano, S. C. (2018, diciembre). Comportamiento del síndrome de flujo vaginal en mujeres atendidas en un Centro Médico de Diagnóstico Integral. SciELO. Recuperado 23 de diciembre de 2021, de http://scielo.sld.cu/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0138-600X2018000400004.
  • Borras, V. E. (2010, diciembre). Síndrome de flujo vaginal. SciELO. Recuperado 23 de diciembre de 2021, de http://scielo.sld.cu/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0138-600X2010000400013.
  • Orellana Escobar, N. (2019). Factores Personales Asociados a Sindrome de Flujo Vaginal en Mujeres en Edad Fertil que Acuden al Servicio de Obstetricia del Centro de Salud Aucallama de Mayo Agosto 2018.