O que causa dores no calcanhar?

· 7 de novembro de 2014
A dor no calcanhar pode aparecer depois de um esforço excessivo ou até mesmo pela forma de andar. É muito importante ter atenção a esta parte do corpo.

A dor no calcanhar é uma realidade comum e incômoda, algo que sem dúvida já aconteceu alguma vez com você. É uma dor pulsante que se estende por todo o pé e nos impede de realizar os movimentos normais. No entanto, quais são suas causas? A seguir, falaremos exatamente disso. Confira!

Qual pode ser a origem de uma dor no calcanhar?

Mulher com a mão perto do calcanhar

Normalmente, a dor no calcanhar pode aparecer depois de um esforço particular que realizamos, ou de um pequeno acidente ou ainda, simplesmente, surgir subitamente sem que saibamos exatamente qual é a razão.

Antes de mais nada, devemos saber é que o osso do calcanhar é o maior dos 26 ossos do pé; e que, por sua vez, possui 33 articulações.

Ou seja, é uma parte sofisticada e ao mesmo tempo delicada, com mais de 100 tendões, músculos e ligamentos. Por isso, é normal que em algumas situações sua saúde e sua integridade sejam afetadas.

Quando a dor surge, ela pode ser sentida mais na parte frontal ou na parte traseira do calcanhar. Este é um sofrimento que afeta o desenvolvimento mecânico dos passos que damos ao andar.

A tensão e a dor podem ocorrer devido a uma série de fatores que nos acometem uma vez após outra. Antes de tudo, é preciso dizer que só um médico pode dar um diagnóstico preciso sobre a situação.

1. Esporões

Essa costuma ser, sem dúvida, a origem mais frequente de dores no calcanhar.

Mas, o que é realmente um esporão? Trata-se de um crescimento ósseo na parte inferior do osso do calcanhar. Pode-se dizer que é como uma prolongação de poucos milímetros do próprio osso, o que causa muita dor.

Costuma surgir depois de um esforço excessivo dos músculos e ligamentos do pé, que alonga a parte do tecido que conecta o calcanhar à parte anterior da pele, desgrudando assim a membrana que cobre o osso do calcanhar.

E por que acontece? Pode ser por uma forma errada de andar, pelo mau uso de sapatos, por correr de forma inadequada durante o dia, por forçar incorretamente o pé e inclusive devido à obesidade.

Todas essas causas devem ser nossas conhecidas, para que saibamos que uma dor no calcanhar dessa origem é normal.

Visite também: Remédios naturais para fortalecer as cartilagens e os ligamentos

2. Fascite plantar

Mulher fazendo massagem no pé devido a dor no calcanhar

Se a dor no calcanhar se estender até a base do pé, há chances de ser uma fascite plantar.

Ela ocorre quando existe uma inflamação na parte do tecido conjuntivo fibroso (fascia), que envolve da base do pé até o calcanhar e a parte anterior do pé. A inflamação, por sua vez, tem origem em grandes esforços, longas caminhadas, corridas, uso excessivo de sapatos incômodos, dentre outras.

As fibras do tecido mole da pele do pé se estiram muito ou se rompem, causando muita dor.

Mas, outro aspecto a considerar é que, às vezes, o esporão também está associado à fascite plantar.

Quando sofremos de fascite plantar, descansar proporciona apenas um alívio temporário. Dessa forma, a dor aparece novamente depois de um tempo, sempre que movimentamos e alongamos o calcanhar. Assim, é essencial que um médico examine e defina um tratamento.

Além do tratamento convencional, não duvide da eficácia de alguns remédios caseiros e não se esqueça, por exemplo, que o gelo pode aliviar a dor e que massagens com óleo de alecrim podem diminuir inflamações.

As bandagens funcionais também oferecem bons resultados, bem como rolar os pés sobre uma garrafa de água congelada.

Leia também: Remédios naturais para aliviar dores musculares

3. Pronação (movimento de rotação do pé) excessiva

Pessoa caminhando com o calcanhar para cima

Talvez o termo “pronação excessiva” não seja familiar, então, para simplificar, esse movimento ocorre quando andamos de modo incorreto e acabamos girando o pé. Considere que ao andar o calcanhar toca o chão primeiro, o peso é transferido primeiro para a parte exterior do pé e depois para o dedão.

Mas quando dobramos muito o pé, ou seja, dobramos muito o arco do pé, provocamos um alongamento excessivo e tensão nos ligamentos e tendões que estão unidos à parte inferior do osso do calcanhar. E é preciso considerar que essa lesão, se não for corrigida, pode prejudicar também o joelho e o quadril.

Por isso, se não observamos bem a maneira como andamos, todo o esqueleto pode ser afetado por haver um desequilíbrio. Essa é uma informação curiosa, porém, verdadeira.

4. Outras causas da dor no calcanhar

Usar salto alto pode causar dor no calcanhar

  • Artrite reumatoide e outras formas de artrite: uma realidade muito comum e dolorosa, as complexas articulações do calcanhar costumam se ressentir muito mediante a presença de artrite;
  • Gota: o excesso de ácido úrico no corpo pode levar a uma inflamação na parte inferior do dedão do pé, além dos calcanhares. O incômodo é muito incisivo;
  • Bursite: certamente você já ouviu falar da bursite, que é muito parecida com o esporão porém, nesse caso, quem cresce de forma anormal é um nervo, um neuroma que comprime essa região do pé e que cresceu, como já dissemos, de uma forma pouco funcional;
  • A deformidade de Haglund: também é muito comum. Ocorre devido ao uso excessivo de salto alto. Devido a isso, o osso da parte de trás do calcanhar cresce, exatamente na região do tendão de Aquiles. É muito doloroso;
  • A inflamação do tendão de Aquiles: pessoas que mantêm uma vida muito ativa e costumam praticar esportes, por exemplo, já escutaram falar desse tipo de lesão. Também é chamada de tendinite do tendão de Aquiles e acontece quando submetemos essa parte a tensões em inúmeras ocasiões;
  • As contusões ósseas: acontecem basicamente devido a impactos. Em situações onde chutamos algo sem querer ao caminhar, ou recebemos um impacto de repente. Nesse caso não será difícil reconhecer a causa. Lembre-se que se isso acontecer, a primeira coisa a fazer será aplicar uma compressa de gelo na região afetada.