O ginseng: descubra o que é, como se toma e para que serve

O ginseng pode ser uma alternativa natural para nos dar energia ao invés de recorrer a bebidas ricas em cafeína, ao mesmo tempo em que obtemos minerais e vitaminas.

O ginseng é uma planta medicinal que se destaca por suas virtudes reconstituintes. É um dos melhores remédios naturais que podemos tomar quando precisamos de um empurrão, tanto a nível físico quanto mental. Além disso, é muito mais saudável do que as bebidas estimulantes, as quais afetam ao nosso sistema nervoso.

Descubra neste artigo o que é, como se toma e para que o ginseng nos serve. Você irá se surpreender com a grande variedade de transtornos que poderemos melhorar com a raiz desta planta, como a fatiga, o estresse, a ansiedade ou a depressão… e sem o risco de sofrer efeitos secundários!

O ginseng

Infusão de ginseng

O ginseng é uma planta muito popular, principalmente na medicina ancestral chinesa. Além disso, é um dos remédios mais usados em todo o mundo, em especial nos Estados Unidos. É rico em vitaminas do grupo B e minerais como o ferro e o zinco, dentre muitos outros princípios ativos.

Existem muitas variedades da planta do ginseng. Porém, todas elas têm virtudes curativas parecias, apesar de a mais conhecida ser o ginseng chinês, asiático ou vermelho (Panax ginseng).

Sua raiz grossa vai somando propriedades medicinais na medida em que o tempo passa. Além disso, destaca-se por sua forma característica, similar à mandrágora.

Também há outra variedade bastante popular, o ginseng siberiano (Eleutherococcus senticosus), muito habitual na região da Rússia. Este tipo de planta se destaca por sua capacidade para reduzir os efeitos prejudiciais que as radiações nos causam.

Em todo caso, ambas as variedades compartilham os benefícios que apresentaremos neste artigo. Confira.

 Para que serve?

Tônico adaptógeno

A virtude mais destacável da raiz de ginseng é como tônico. Isso significa que, ao tomar este remédio, conseguimos estimular nosso organismo em diferentes sentidos, mas sem causar uma superexcitação.

A superexcitação é uma alteração do sistema nervoso causada pelas bebidas de cola, alcoólicas, com cafeína, etc. Deste modo, a consequência é uma melhora de nosso rendimento sem o risco de sofrer altos e baixos.

Esta virtude repercute de forma muito positiva em nosso organismo de diferentes maneiras:

  • É uma das melhores opções para superar diferentes situações de super esforços físicos ou intelectuais. Por exemplo, no caso de estudantes ou atletas.
  • Graças a ser um remédio adaptógeno, o ginseng é muito equilibrante. Nos ajuda, portanto, a regular a energia e prevenir estados de ansiedade ou a depressão leve.
  • Nos ajuda a combater o estresse.
  • Proporciona uma melhora rápida em casos de cansaço, esgotamento, fraqueza, convalescença, anemia ou decaimento.
O ginseng ajuda a combater o cansaço

Outras propriedades

A raiz de ginseng também nos oferece outros benefícios para alguns transtornos de saúde:
  • Tem propriedades antioxidantes que atrasam o envelhecimento.
  • Alivia a dor de cabeça.
  • Alivia alguns sintomas da menopausa, especialmente o ginseng siberiano.
  • Equilibra a tensão arterial, tanto em casos de hipertensão quanto de hipotensão.
  • Ativa a irritação do cérebro. Deste modo, pode melhorar os problemas de memória, assim como a concentração e a aprendizagem.
  • Fortalece o sistema imunológico e aumenta as defesas para combater os patógenos.
  • Melhora a nossa saúde cardiovascular. Favorece uma boa circulação e reduz os níveis altos de colesterol.
  • Regula os níveis de açúcar no sangue, o que nos ajuda a prevenir a resistência à insulina.
  • Melhora a falta de atenção em crianças com TDAH.
  • O ginseng asiático pode controlar a disfunção erétil e melhorar a fertilidade dos homens.

Como se toma?

Raiz de ginseng em pó e em pílulas

  • Podemos conseguir o ginseng em cápsulas ou comprimidos em lojas de produtos naturais e algumas farmácias. Também podemos comprar a raiz natural para preparar nossas próprias infusões.
  • É muito importante tomar os remédios à base de ginseng pela manhã. Se o fizermos pela noite, podemos perder o sono, o que vai dificultar nosso descanso.
  • Não deve-se tomar ginseng durante longos períodos sem fazer descansos. O mais adequado é realizar curas de uma ou duas semanas em momentos pontuais. Pode ser durante um preparo para um esforço físico ou em um momento de estresse. Se precisamos seguir com o tratamento, descansaremos duas semanas e voltaremos a repeti-lo.
  • Não devemos tomá-lo em doses muito altas, já que poderia nos causar nervosismo.
  • Como acontece com quase todos os remédios naturais, não deve ser consumido se sofremos de alguma doença ou tomamos medicação sem a consulta prévia ao nosso médico.

Não é recomendável tomar ginseng se estiver grávida ou em período de lactação, nem é recomendável dar a crianças.

Recomendados para você