Não podemos ser uma mãe sofrida

· 8 de julho de 2018
Ser mãe é uma das coisas mais bonitas que podem acontecer na vida, por isso mesmo não podemos ser uma mãe sofrida que nos impeça de desfrutar da maternidade. 

Você sente que não passa muito tempo com seu filho? Dizem que pode ser uma mãe sofrida? Queria dedicar mais tempo as suas paixões? Todas as mães já fizeram este tipo de perguntas na cabeça, mas hoje, terá as respostas depois de ler este artigo.

Muitas vezes chegarão pessoas que te farão sentir vulnerável ante sua condição como mãe. Também sentirá que não tem tempo para cada aspecto da sua vida, como o trabalho, atividades, relações sociais, entre outros, mas tudo depende de como você pode melhorar a situação. 

A maternidade é vivida em diferentes etapas, e são estes obstáculos de frustração que te impedem de desfrutá-la. Ser uma mãe sofrida pode mudar, assim que faça uma nova meta que te faça sentir uma nova e melhorada pessoa. 

Como deixar de ser uma mãe sofrida?

Tudo pode mudar, mas depende do que você se propõe. Possivelmente, ser super protetora ou invadir o espaço pessoal de seu filho possa ser melhorado. Se durante 21 dias você aplica os conselhos que deixaremos a seguir, poderá deixar de ser uma mãe sofrida. 

Algumas mães se sentem melhor quando falam de seus problemas. Se você tem uma pessoa de confiança que te apoie, como seus pais, amigos e/ou parceiro, poderia falar de seus problemas e se sentir melhor. Também, procurar um psicólogo neste caso poderia dar bons resultados.

Rosto de mãe sofrida

Nada se entende se não existe comunicação. Se te faz sentir melhor, poderá falar certos temas com seu filho sobre como se sente e se ajudarem entre si. Seu pequeno também pode ter problemas pessoais e você poderá ser a melhor pessoa para escutá-lo.

Leia também: Como conseguir uma boa relação mãe e filho?

1. Tenha uma visão positiva da vida

A vida é mais simples do que parece. Se você a torna complicada com negações, não notará todas as oportunidades que traz. Se olhe no espelho e exclame: Sou muito bonita, hoje vou dominar o mundo! Em pouco tempo, começará a ver a vida por uma nova perspectiva.

Além disso, contagiará seu filho com uma boa atitude e também ajudará a aumentar sua autoestima. Nas primeiras horas do dia, você pode fazer afirmações em família, e assim seu parceiro, seu filho, e até seu cachorro, se sentirão com vontade de viver a vida ao máximo.

2. Retire da sua boca as queixas

Quando você diz: “Hoje não me vejo bem, sou uma péssima mãe, não sei levar nada em equilíbrio”, são só mentiras. Ninguém é perfeito, e com queixas, muito menos. Se você muda tais palavras por outras que te motivem a dar o melhor de si, seus filhos e você poderão ver uma melhor versão de si.

As negações se tornam realidade. Se você consegue mudar isso por comprimentos, poderá ver uma melhora. Terão momentos nos quais você sentirá que a vida não é justa contigo e por isso irá querer se queixar, mas tem que saber que das experiências positivas e negativas sempre retiramos algo bom.

3. Aja para mudar aquilo em sua vida que não gosta

Somente nós somos responsáveis por nossas ações. Se você não gosta de faltar as atividades de seus filhos ou deixar de cumprir com seus deveres, pode se organizar. Busque métodos para organizar seus deveres de uma maneira efetiva na internet e comece a dar os passos que te aproximarão do lugar que quer chegar.

Ter um filho não significa não poder ter sonhos próprios. Coloque prazos as suas metas e execute um plano de ação. Além de ser mãe, você pode se converter em uma pessoa satisfeita com sua vida profissional.

Quais são as consequências de ser uma mãe sofrida?

Ao ser uma mãe sofrida, podemos machucar também nossos filhos. Eles possivelmente irão querer compreender o motivo pelo qual agimos de tal maneira, e isso pode nos fazer sentir culpadas ou igualmente tristes. Lembre-se que você é importante para várias pessoas, e que são estas que poderão te ajudar também.  

Mulheres bebendo café e conversando

Seu parceiro, família e amigos estão ali para te apoiar, mas se você não os dá atenção, poderão se afastar de você. Se você dedica tempo para compartilhar com eles, também pode ser motivo para ser uma mãe sofrida. Se não resolver este problema a tempo, o mais provável é que tais seres queridos tomem distância de você.

Ao termos problemas como mãe, poderemos estar perdendo o foco em outros aspectos da vida. O trabalho, as atividades e a vida pessoal são elementos que devem ser atendidos com responsabilidade e compromisso. Se não for assim, podemos inclusive perder o emprego e os entes queridos. 

1. Semeia inseguranças em seu filho

Ao não estar presente para seu filho de forma positiva, seu pequeno poderá apresentar problemas emocionais. Durante seu desenvolvimento, algumas inseguranças poderão aparecer nele ao ver sua mãe decaída ou isolada, e por não saber o que fazer para mudá-la.

Ajude seu filho a desenvolver estabilidade emocional. Ensine-o que os problemas são feitos para serem enfrentados com caráter e otimismo. As pessoas que se consideram fracas por alguma estranha razão, terminam sendo. Assim que não seja uma dessas pessoas, faça com que sua força te guie.

2. Seu filho perde admiração e respeito por você

Todos nós queremos ver a mulher que nos fez nascer como uma super-heroína. Ao notar que não é assim, por ser uma mãe sofrida, temos que vê-la com outros olhos. Os bons valores, como o respeito e o amor, podem ir desaparecendo com o passar do tempo. Não devemos machucar nossos filhos, devemos ser sua maior admiração.

3. Somente atrai energias negativas para sua vida

Se você acredita que os problemas são maiores que você, então os problemas te vencerão e tudo o que verá em sua vida serão coisas negativas. Imagine quão chata seria a vida se de vez em quando não tivesse nada para ser solucionado. Respire fundo e trabalhe para solucionar aquilo que te faz sentir mal na vida.

Confira esses 4 conselhos de beleza para uma mãe ocupada

Mãe sofrida

A felicidade e a paz mental não são difíceis de conseguir. Se você se dedica a toma decisões que te farão resolver os problemas e a agir melhor, poderá atrair melhores energias. Realize atividades físicas que te relaxem e que te ajudem a alcançar a grande mãe que existe em você.

Conclusão

O melhor de ser mãe é desfrutar de grandes momentos com seu filho. Se ser uma mãe sofrida te cansa, então siga os passos que acabamos de recomendar. Somente você pode retirar este rótulo e ser uma grande amiga para seu filho.

Com seu filho você pode almoçar, ir ao parque, dormir juntos e mais. Dedique-se a viver estes momentos com seu filho para melhorar a relação entre vocês. Dessa forma, poderá desfrutar desta grande etapa chamada maternidade. 

Voltar a compartilhar com sua família, amigos e parceiro te fará sentir melhor. Você está rodeada de seres queridos que te querem ver brilhar, assim que viva grandes experiências com eles. Ao fazê-lo, inclusive seu desempenho no trabalho poderá melhorar. Não se renda, mãe, que a vida é mais simples do que parece.