Métodos para predeterminar o sexo do bebê

· 1 de dezembro de 2018
Embora para muitos pais seja indiferente o sexo do bebê que eles querem ter, outros gostariam de poder decidir ou pelo menos influenciar nisso. Nem mesmo a fertilização in vitro pode determinar com 100% de certeza.

Conhecer o sexo do bebê gera muitas expectativas. Muitos pais dirão que não se importam com o sexo do filho, mas a verdade é que sempre têm alguma preferência ou simpatia.

Com uma ultrassonografia é possível conhecer o sexo do bebê na 20ª semana, aproximadamente.

O obstetra-ginecologista poderá lhe dizer com certeza (embora possa haver sempre uma margem de erro) se o bebê a caminho tem pênis ou vagina.

Mas os pais nem sempre querem esperar até a semana 20 para descobrir isso. Muitas mães e pais querem saber antes.

Decidir o sexo do bebê é possível, de acordo com os métodos científicos que lhe explicaremos a seguir.

O que a genética diz sobre o sexo do bebê?

O sexo do bebê é determinado pelo espermatozoide. Alguns espermatozoides contêm o cromossomo X e outros o cromossomo Y.

O óvulo possui o cromossomo X, e se ele se fundir com um espermatozoide X, você vai conceber uma linda menina.

Se ele se juntar a um cromossomo Y, será um príncipe que entra em sua vida.

Na corrida para chegar ao óvulo o espermatozoide Y é mais rápido do que o X.

Eles são os primeiros a chegar e fecundarão um varão se o óvulo estiver esperando por ele.

Mas se a mulher não tiver ovulado, eles morrem cedo e não conseguem a fusão.

Em contraste, os espermatozoides X são mais lentos, perdem a corrida contra os Y para alcançar o óvulo.

Se a mulher não tiver ovulado, o esperma X pode resistir até que o óvulo seja expelido para fertilizá-lo.

Veja também: Bebês nascidos por cesárea recebem “banho” de bactérias vaginais

Posso programar o sexo do bebê?

Para uma mulher quiser programar o sexo do bebê, bastaria conhecer bem o seu ciclo menstrual.

Assim, fará coincidir o dia da sua ovulação com as relações sexuais. Isso é o que os médicos Landrum Shettles e David Rorvik dizem em seu livro “Como escolher o sexo do seu bebê”.

Se você quer ter um filho, deve fazer sexo no dia da ovulação, ou 12 horas antes.

No dia da ovulação, o ambiente da vagina e do colo do útero é mais favorável para a chegada dos velozes espermatozoides Y.

Se você quer ter uma filha, deve fazer amor um ou dois dias antes da ovulação.

Os frágeis espermatozoides Y morrem, e os resistentes espermatozoides X alcançam as tubas uterinas, e aguardam a chegada do óvulo.

O momento da fertilização pode predeterminar o sexo o bebê

Só o espermatozoide é determinante?

Para a bioquímica Adriana Baretta, o sexo do bebê não depende apenas da carga X ou Y dos espermatozoides. A alcalinidade ou acidez do muco cervical também é um fator importante.

Em seu livro “Menino ou menina? Agora você pode escolher”, a pesquisadora argentina ressalta que a incorporação de certos minerais na dieta da mulher determina o sexo de sua prole.

Uma dieta que promove um muco cervical mais cristalino e aquoso em dias férteis, favorecerá um espermatozoide Y.

Por outro lado, um muco cervical mais ácido, permite que o esperma X tenha probabilidades de fertilizar o óvulo.

Para ter um bebê menino, a mulher deve incluir em sua dieta alimentos ricos em sódio e potássio para tornar o muco cervical mais alcalino.

Aqueles que querem ter uma menina devem atingir um pH mais ácido, razão pela qual devem incorporar cálcio e magnésio em sua dieta.

Leia também: 6 coisas que você deve fazer com seu bebê antes que nasça

Esses métodos são confiáveis?

Nenhum dos métodos descritos pode garantir uma eficácia de 100% para prever o sexo do bebê. Mesmo quando os cientistas que os promovem dizem que as chances são altas.

O método de Shettles e Rorvik depende da determinação do dia da ovulação e não leva em consideração o pH do muco cervical.

A menos que você tenha um ciclo menstrual regular, saber o dia exato da ovulação tem suas imprecisões.

Da mesma forma, você deve programar relações sexuais a um ponto em que possa subtrair a espontaneidade do encontro.

Isso pode afetar negativamente a capacidade ejaculatória do seu parceiro. Nós já sabemos que sem espermatozoides não há fertilização.

Embora o método Baretta garanta uma chance de 87-98% de ter um bebê com o sexo que você quer, ele não leva em conta aspectos externos à dieta.

O consumo de medicamentos, patologias, ou a influência de fatores ambientais também podem alterar o pH cervical.

Métodos para predeterminar o sexo do bebê são confiáveis?

Em resumo

É importante não exagerar as expectativas quanto às probabilidades de predeterminar o sexo do seu bebê.

Os métodos que descrevemos fizeram um estudo exaustivo das múltiplas variáveis ​​envolvidas no milagre de conceber uma vida. Mas suas abordagens têm margens de erro.

Seja menino ou menina, você pode ter certeza que o bebê virá à sua vida para transformá-la completamente. O dia que este estiver em seus braços será o dia mais feliz da sua vida, estando vestido de rosa ou azul.

 

Shettles, L. B. (1971). Use of the Y chromosome in prenatal sex determination. Nature. https://doi.org/10.1038/230052b0