A inteligência é herdada da mãe, diz ciência

· 4 de maio de 2018
Muito já foi dito sobre o que faz uma pessoa ser inteligente. A verdade é que a ciência mostrou que a inteligência está intimamente ligada à carga genética da mãe.

Não é uma mentira, e sim uma realidade: a inteligência é herdada da mãe. A ciência afirma e confirma. É comum ouvir que a inteligência é herdada de pais para filhos, no entanto, recentemente foi demonstrado que essa habilidade era devido a apenas um dos dois pais: a mãe.

As habilidades cognitivas são encontradas no cromossomo X. Ou seja, os cromossomos X da mãe fornecem mais informações para o desenvolvimento de estruturas cerebrais associadas ao pensamento.

Como os especialistas chegaram à conclusão de que a inteligência é herdada da mãe?

Os pesquisadores manipularam ratos e perceberam que existem “genes condicionados” que se comportam de maneira diferente, dependendo de sua origem no corpo feminino ou masculino. Os ratos receberam altas doses de genes maternos e paternos.

A hipótese era clara: se os genes eram indispensáveis ​​para o desenvolvimento do embrião, era lógico pensar que esses genes tinham grandes responsabilidades tanto no funcionamento orgânico quanto cerebral. Eles foram divididos em dois grupos: ratos com mais doses de genes maternos e ratos com mais doses de genes paternos.

Ratos com cabeças grandes

Neurônios cerebrais

Os ratos que tinham mais genes maternos desenvolveram um cérebro muito grande, no entanto, seu corpo era minúsculo. Ao contrário, aqueles que possuíam um maior número de genes paternos tinham uma cabeça pequena e um corpo superdesenvolvido. Assim, foi possível identificar quais genes vieram da mãe e do pai.

Com o tempo, eles detectaram que existiam áreas cerebrais com células maternas maiores e outras com células paternas maiores. No entanto, os cientistas descobriram que as células com mais genes paternos foram agrupadas na área do cérebro que tem a ver com comida, força e sexo.

Em contraste, as células com genes de origem materna se acumulam na área do cérebro que gerencia o desenvolvimento da linguagem, pensamento, memória e inteligência.

Pesquisas recentes

O cientista norte-americano Roberth Lehrke, em sua publicação Sex Linkage of Intelligence, sugere que a maior parte do componente cognitivo do ser humano está diretamente ligada ao cromossomo X. Ele pôde mostrar que as mulheres têm duas vezes mais chances de herdar características cognitivas, já que elas têm o mesmo cromossomo X duas vezes.

Lehrke explica que todas as mulheres têm um cromossomo X “não inteligente” e outro “muito inteligente”. No entanto, pode haver mulheres que têm dois cromossomos X com “superinteligência”, como é o caso da mulher com o maior coeficiente do mundo, Marilyn vos Savant.

No caso dos homens, o cromossomo Y não tem contribuição na parte cognitiva. Ou seja, um cromossomo Y próximo a um cromossomo X “não-inteligente” pode sofrer de deficiência intelectual. Mas ao possuir um cromossomo X “muito inteligente”, o QI se desenvolve.

Qual percentual da inteligência é herdado?

O cérebro das crianças

Você está lendo este artigo para saber se a inteligência é herdada da mãe, já que estudos revelaram que entre 45% e 55% são transmitidos através dos genes. Isto é, grande parte da inteligência se desenvolve se as condições pessoais e familiares forem apropriadas.

Outros fatores que influenciam o desenvolvimento da inteligência

1. Os valores

Perseverança, esforço, disciplina, comprometimento e interesse em aprender são fatores que influenciam a criança a desenvolver sua inteligência com o passar do tempo.

2. Autonomia

Bebê brincando em casa

A independência da criança é fundamental. Assim, o processo cognitivo se desenvolve sem nenhum problema e da melhor maneira possível. A criança precisa definir e determinar o que quer, sem ser forçada a tomar decisões sob pressão.

3. Confiança

Uma criança confiante em suas habilidades pode resolver qualquer inconveniente que possa surgir durante sua vida, desenvolvendo assim a capacidade de analisar qualquer situação.

4. O vínculo emocional

Mãe na cama com sua filha

As crianças com mais apego aos pais tendem a superar as frustrações em suas vidas com mais facilidade. Nesse caso, existem estudos que também favorecem a mãe e seu amor materno.

Reflexão final

inteligência é uma construção muito complexa que deve ser estimulada para alcançar um resultado satisfatório. Os pais devem contribuir para o desenvolvimento cognitivo da criança.

Um bom estímulo através de desafios que promovam o desenvolvimento de habilidades cognitivas da criança contribuirá para o seu desejo de melhorar a cada dia. Agora que você sabe que a inteligência é herdada da mãe, faça exercícios intelectuais com seu filho para que ambos aumentem seu conhecimento.