Esgotamento emocional: quando a bagagem emocional pesa demais

· 9 de janeiro de 2018
Uma vez que o esgotamento emocional pode nos impedir de avançar, é importante saber como identificá-lo e procurar atividades que nos ajudem a relativizar e neutralizar as emoções negativas.

O esgotamento emocional aparece quando superamos a nossa cota psicológica do que se pode gerenciar, controlar e canalizar.

Nós falamos, é claro, de todos os universos emocionais que contêm o estresse , as preocupações do dia a dia, as tensões que outros nos infligem, os medos, o peso do passado, o medo do futuro, e até mesmo a angústia existencial .

Todos nós temos muito claro o que é o esgotamento físico; nós sabemos como identificar os sintomas e atender adequadamente a esse estado em que nosso corpo não pode dar mais de si mesmo e requer um descanso.

No entanto, por mais curioso que possa parecer, o esgotamento emocional não é tão fácil de identificar. Além disso, não sabemos como oferecer uma resposta efetiva, uma estratégia de coesão psicológica útil e eficaz.

O que fazemos muitas vezes é “engolir” uma emoção após a outra. Nós as colocamos uma por uma em nossa bagagem pessoal sem estarmos ciente de seu peso e de como elas afetam nosso bem-estar e qualidade de vida.

Todos os dias nos movemos mais devagar, com menos entusiasmo, com a motivação e os sonhos no chão.

Hoje propomos que você tome consciência desse tipo de fadiga. Identificá-la e gerenciá-la adequadamente pode mudar sua vida.

O que é o esgotamento emocional?

Mulher sofrendo de esgotamento emocional

O esgotamento emocional vai além do estresse ou da simples ansiedade. Ocorre especialmente em pessoas que, devido ao seu trabalho ou situação pessoal, vivem experiências carregadas com um alto nível emocional.

  • Por exemplo, as responsabilidades de profissões como médicos, enfermeiros, bombeiros, professores, etc., muitas vezes causam a acumulação de emoções muito intensas que não têm tempo de gerir no seu dia a dia.
  • Além disso, fatos como ter que cuidar de pessoas doentes ou dependentes, bem como viver em um ambiente familiar muito exigente, também geram um alto esgotamento emocional.
  • Por outro lado, situações como uma perda, uma decepção, ou um evento traumático no passado também causam um desgaste progressivo que pode deixar uma profunda marca em nossa mente.

Sintomas associados ao esgotamento emocional

Nós dissemos isso no início: as pessoas sabem como identificar o esgotamento físico, mas nem sempre nos tornamos conscientes do emocional.

Estes são os sintomas associados a serem considerados no dia-a-dia.

  • Hipersensibilidade. Chega um momento em que as coisas pequenas nos afetam, estamos muito mais sensíveis, choramos quase por nada, ficamos bravos por qualquer coisa …
  • O baixo nível de atenção, temos problemas para nos concentrarmos, temos pequenas falhas de memória .
  • Sensação de irrealidade. Às vezes temos a sensação de que o mundo está de um lado e nós do outro lado, como se não fizéssemos parte do aqui e agora, do que nos rodeia.
  • Pensamentos negativos e baixa motivação. Duas dimensões que, se não controladas, podem nos levar a uma depressão.
  • Não importa que tenha descansado 10 horas seguidas, a sensação de exaustão física e perda de energia é constante.

Aprenda a gerenciar o esgotamento emocional

Mulher de olhos fechados

Mais cedo ou mais tarde, percebemos que algo está acontecendo.

Às vezes, depois de concentrar nossa atenção na sintomatologia física e ver que a medicina comum não nos dá alívio, percebemos que a origem deve ser algo mais profundo.

Aprender a canalizar, gerenciar e curar nosso complexo emocional não é algo fácil, não é algo que nos ensinam em casa ou na escola. No entanto, temos nossos próprios recursos que todos podemos pôr em prática.

Mindfulness

Mindfulness está na moda. No entanto, além de ver nele uma técnica de meditação, também devemos compreendê-lo como uma espécie de filosofia.

  • Ele nos ajuda a tomar consciência do que acontece em nosso corpo e em nossa mente.
  • Ele nos permite estar presente. O que importa é o aqui e agora.
  • Além disso, é muito útil para interromper o fluxo de pensamentos negativos , estresse e emoções negativas.
  • Com atenção plena entenderemos a importância de favorecer um diálogo conosco, com calma e harmonia.

Tempo de qualidade para si mesmo

Mulher meditando

Quando foi a última vez que você tomou um tempo para si mesmo? Falamos sobre o tempo de qualidade, em que podemos relaxar, harmonizar desejos com ações, desconectar tudo para sintonizar nosso coração de um modo integral…

Às vezes algo tão simples quanto passear ou mesmo conversar com nossos amigos pode ser tão saudável quanto a cura.

Aprenda a ventilar

Para desabafar as emoções é preciso remover o peso da nossa bagagem, para iluminá-la, para descartar as pedras que nos impedem de avançar.

Como podemos “ventilar” essas emoções atadas dentro de nós?

  • Podemos pedir ajuda profissional.
  • Falar com colegas, com bons amigos ou com pessoas na mesma situação pode nos ajudar.
  • Manter um diário também é muito útil.
  • Faça exercícios, pinte ou realize qualquer atividade que seja agradável para ajudar a relativizar as tensões e as emoções negativas.

Finalmente, devemos dizer que, para gerir o esgotamento emocional, não é suficiente ficar com apenas uma das opções indicadas: o ideal é usá-las todas, sem nunca descartar a ajuda profissional.

Comece hoje, é possível aliviar o peso da sua bagagem emocional.