4 remédios à base de ervas para tratar a barriga inchada

11 Julho, 2020
A barriga inchada é um problema que afeta muitas pessoas. Hoje, vamos descobrir como enfrentar esta condição de saúde com a ajuda de remédios naturais à base de plantas.

O inchaço abdominal costuma ser acompanhado por dor e desconforto. A pessoa que sofre com essa situação geralmente não sabe o que está causando o problema. Por esse motivo, hoje vamos descobrir 4 remédios à base de plantas para tratar a barriga inchada.

A intolerância a qualquer alimento ou componente (por exemplo, o glúten) pode ser uma das causas da barriga inchada. Fazer refeições exageradas, mascar alimentos com a boca aberta (engolindo muito ar) ou beber bebidas com gás também são hábitos que podem favorecer o inchaço.

Remédios à base de ervas para tratar a barriga inchada

Antes de saber como tratar o inchaço, é importante saber o que pode estar causando o problema. Uma das suas causas é o excesso de gases, principalmente após as refeições. De fato, como indica o artigo Dor de cólicas e distensão abdominal, nessas situações é difícil expulsá-los.

Normalmente, para tratar uma barriga inchada, usamos diferentes medicamentos (principalmente comprimidos para mastigar) que nos permitem reduzir essa inflamação e proporcionam alívio e bem-estar. No entanto, existem muitas outras opções naturais.

1. Camomila

Chá de camomila
Esta infusão é um dos remédios mais tradicionais para problemas digestivos e para relaxar antes de dormir.

A camomila é um excelente remédio à base de ervas para tratar uma barriga inchada. Na verdade, como o artigo publicado pela Revista Mexicana de Ciencias Agrícolas aponta, é ideal para tratar qualquer problema estomacal.

Se você tiver comido exageradamente, consumir um chá de camomila pode ajudar a acelerar a digestão e a promover o bem-estar. Recomendamos tomá-lo principalmente à noite. Além de tratar a barriga inchada e preveni-la, ela favorece a qualidade do sono.

2. Hortelã-pimenta

A hortelã-pimenta é outro remédio muito bom para tratar a barriga inchada. Por esse motivo, os chás de hortelã-pimenta são recomendados após as refeições. Proporciona uma sensação imediata de bem-estar e favorece a digestão.

Além disso, uma das suas propriedades únicas é que possui um sabor muito fresco. Se desejar, você pode adicionar um pouco de limão ou um pouco de mel. É melhor consumi-lo somente após o almoço. À noite, é melhor optar pela camomila.

3. Folhas de louro

Folhas de louro
Com o cozimento das folhas de louro, podemos obter uma infusão com grande potencial digestivo.

A folha de louro é outro remédio à base de ervas eficaz para tratar o inchaço abdominal. Nesses casos, geralmente é preciso adquirir as folhas e preparar um chá à moda antiga.

Algumas pessoas consideram o louro um verdadeiro tônico digestivo. Quando consumido, a melhora é perceptível. Adicionar algumas folhas de louro a uma panela com água fervente será suficiente. Depois de coar o líquido, você terá uma infusão muito benéfica.

4. Erva-doce

A erva-doce deve ser preparada da mesma forma que a folha de louro. Esta erva tem um efeito anti-inflamatório que a torna excelente para aliviar o inchaço estomacal e promover a eliminação dos gases.

É benéfico tomá-la após uma refeição farta e alternar o seu consumo com as opções anteriores. Embora as infusões de erva-doce e louro demorem um pouco mais para preparar, não há problema em experimentar todas elas para ver qual funciona melhor para o seu organismo.

Recomendações para tratar a barriga inchada

Embora possamos tratar a barriga inchada com essas soluções à base de plantas, se esse problema ocorrer com muita frequência, é necessário consultar um médico de confiança. A razão é que, talvez, a solução esteja na remoção dos alimentos que estão causando essa reação em nosso corpo da dieta.

Atualmente, o número de pessoas que têm algum tipo de intolerância alimentar aumentou bastante, por isso devemos estar atentos à possibilidade de que essa seja a causa da barriga inchada.

Recomendação para tratar a barriga inchada
Em muitas ocasiões, a intolerância a alguns alimentos ou a certos hábitos pode desempenhar um papel no surgimento do inchaço.

Da mesma forma, devemos melhorar nossos hábitos alimentares. Comer devagar e sem pressa (de preferência sentado), mastigar cada alimento muito bem e não consumir mais do que o nosso corpo precisa são aspectos importantes a serem lembrados.

Você costuma ficar com a barriga inchada após as refeições? Isso acontece sempre após o consumo de receitas pesadas? Esperamos que este artigo tenha permitido que você conheça as diferentes infusões que podem ajudá-lo a se sentir melhor nessas situações.

Recomendamos que você consulte seu médico se esse for um problema frequente ou se você suspeita de que possa ter intolerância a qualquer alimento. Dessa forma, você não precisará recorrer a esses remédios com tanta frequência para se sentir melhor.

  • Bixquert Jiménez, M.. (2004). Dispepsia funcional. Revista Española de Enfermedades Digestivas96(6), 427.
  • Gómez, M., Reyes, S., & Paredes, L. (2015). La Manzanilla y sus propiedades Medicinales. Revista de Investigación e Información En Salud10(23), 54–58.
  • He, W., & Huang, B. (2011, August 18). A review of chemistry and bioactivities of a medicinal spice: Foeniculum vulgare. Journal of Medicinal Plants Research.
  • Marques, A., Teixeira, B., & Nunes, M. L. (2016). Bay laurel (Laurus nobilis) oils. In Essential Oils in Food Preservation, Flavor and Safety (pp. 239–246). Elsevier Inc.
  • Muñoz-Velázquez, E. E., Rivas-Díaz, K., Loarca-Piña, Ma. G. F., Mendoza-Díaz, S., Reynoso-Camacho, R., & Ramos-Gómez, M. (2018). Comparación del contenido fenólico, capacidad antioxidante y actividad antiinflamatoria de infusiones herbales comerciales. Revista Mexicana de Ciencias Agrícolas3(3), 481–495.
  • Singh, R., Shushni, M. A. M., & Belkheir, A. (2015). Antibacterial and antioxidant activities of Mentha piperita L. Arabian Journal of Chemistry8(3), 322–328.