Entenda melhor as dores de cabeça

· 2 de novembro de 2013
A maioria das pessoas sente ou já sentiu dor de cabeça. Entretanto nem sempre damos a devida atenção ao problema. Saiba mais sobre esse assunto neste artigo!

As dores de cabeça podem ter inúmeras causas. Por exemplo, problemas de visão, hormonais, enxaquecas, falta de sono, debilidade do organismo ou, até mesmo, baixa ingestão de água durante o dia.

Geralmente, os casos menos graves e mais comuns costumam durar poucas horas e é possível resolvê-los com medicamentos simples.

Mas se a dor for insistente, pode indicar a presença de doenças mais graves.

As dores de cabeça (também conhecidas como cefaleias) atingem desde crianças a idosos e não possuem relação com condições financeiras, muito menos com etnia.

A seguir você conhecerá os vários tipos de dor de cabeça e descobrirá se deve ou não se preocupar. Confira!

Tipos de dores de cabeça

Existem diversos tipos de dores de cabeça e sua intensidade pode ser fraca, moderada ou forte.

Geralmente, são chamadas de primárias e secundárias, sendo as dores de cabeça primárias as mais comuns.

Elas são ocasionadas por distúrbios no cérebro, alterando o funcionamento dos neurotransmissores e causando a dor.

  • Enxaquecaorigem tensional (tensão). Comum principalmente entre mulheres. As causas podem ser estresse, permanência em ambientes luminosos por muito tempo, distúrbios hormonais, TPM, etc.
  • Cefaleia em Salvas – Rara e atinge mais os homens. Geralmente, manifesta- se apenas de um lado da cabeça, na região de um dos olhos ou de um dos lados da testa.
    • A duração pode ser de 15 minutos ou 3 horas. Geralmente, ela surge durante a noite e a dor é extrema, a ponto de a movimentação em qualquer sentido piorar seus efeitos.
  • Hemicranias Paroxísticas –  Apesar do nome, essa dor não é tão rara. Erroneamente, ela é confundida com a cefaleia em salvas, crises de sinusite e, até mesmo, enxaqueca.
    • Pode estar associada a fenômenos tais como entupimento de vasos faciais e/ou corrimento nasal, lacrimejamento, vermelhidão ocular…
    • Pode ocorrer 22 vezes ao dia e durar entre 5 e 45 minutos, surgindo hora como uma dor terrível e severa e hora como uma dor moderada.

Leia também: O poder dos alimentos no combate a TPM

Como prevenir as dores de cabeça?

Alguns alimentos consumidos diariamente aliados a hábitos saudáveis podem ajudar a evitar as dores de cabeça.

Veja, a seguir, algumas atitudes que contribuem para afastar as dores de cabeça no dia a dia:

  • Praticar atividades físicas que sejam prazerosas e adequada a cada pessoa;
  • Realizar técnicas de relaxamento, como, por exemplo, meditação, ioga, etc.;
  • Fugir do estresse, de aborrecimentos;
  • Evitar locais muito escuros ou muito iluminados;
  • Não ficar muito tempo em frente à tela de computador;
  • Não escrever ou ler no escuro;
  • Comer legumes, verduras e fibras;
  • Tomar água de coco e muita água diariamente.
as dores de cabeça

Principalmente, a mudança de hábitos e uma boa alimentação podem ajudar muito no controle da incidência das dores de cabeça.

Tratamentos para as dores de cabeça

Para alívio imediato, em situações em que a incidência da dor é contínua, convém recorrer a medicamentos.

Nesse sentido, é ideal buscar um especialista, como um neurologista, por exemplo.

Ele é o profissional que poderá indicar um tratamento preventivo, para que a dor não volte, e um medicamento que alivie a dor nos momentos de crise.

Dentre os remédios que podem tratar o problema, estão os analgésicos que não necessitam de prescrição médica.

Além disso, há os medicamentos antidepressivos que ajudam a equilibrar a serotonina, hormônio relacionado a efeitos químicos nos vasos sanguíneos.

Remédios naturais para tratar a dor de cabeça

Em casos de dores de cabeça simples, não recorrentes e não tão fortes, sem dúvida, é possível fazer uso de alguns remédios naturais.

Veja alguns exemplos a seguir:

Chá de sementes de girassol

Ingredientes

  • 1 colher de sementes de girassol tostadas e moídas;
  • 1 xícara de água fervendo.

Modo de fazer

Misture o pó das sementes de girassol na água fervendo e deixe esfriar até o chá ficar morno. Em seguida, coe e adoce com mel.

Outra opção

Ingredientes

  • 6 colheres (sopa) de alfazema
  • 2 colheres de hipérico
  • 3 colheres de pulsátila
  • 3 colheres de melissa
  • 3 colheres de tília
  • 3 xícaras de óleo de oliva

Modo de fazer

Junte as ervas recomendadas em um vidro esterilizado e seco. Em seguida, preencha com o óleo de oliva e deixe por 30 dias em local fresco.

Após 1 mês, coe e misture 1 colherinha de café desse óleo em 1/2 xícara de água ou em 1 colher de sopa de mel, 3 vezes ao dia.

Além disso, você também pode usar esse óleo para massagens na testa, nos olhos e na nuca.