É possível controlar a asma e aliviar seus sintomas?

· 7 de fevereiro de 2018
A asma é uma doença crônica, mas pode ser tratada de forma muito eficaz até o ponto de neutralizá-la e estabilizar as crises. Descubra aqui como controlar a asma e aliviar seus sintomas.

Tentar compreender algumas doenças é um trabalho que pode nos esgotar e mais ainda se a essa peculiaridade filosófica adicionamos a característica de “incurável”. Esse é o caso da asma.

Provavelmente, você já esteja familiarizado com alguma anedota ou experiência sobre asma e o que representa, mas o que realmente importa é se você sabe como controlá-la e aliviar seus sintomas (ou mesmo reconhecê-los quando eles se manifestam).

Se conquistamos a sua atenção até agora, é hora de você descobrir todas as informações que temos para você no MCS.

O que é a asma?

A asma é uma doença crônica que não possui cura. As doenças crônicas são patologias que persistem por um longo tempo, fazendo com que tanto os afetados como os familiares imediatos dos indivíduos passem por um processo de adaptação, assimilação e ação constante sobre esse tipo de mal.

Isso, como falamos, infelizmente só pode ser tratado com uma eficácia que chega ao ponto de neutralizá-la e estabilizar as crises que ocorrem em caso de ataque.

Atualmente, é a doença crônica mais constante e duradoura apresentada na infância que se caracteriza pela inflamação dos brônquios e faz com que eles se obstruam e são muito sensíveis a uma grande variedade de estímulos do meio ambiente.

Os principais sintomas são: sibilância, tosse persistente, rigidez no peito e dificuldade em respirar, especialmente no início da manhã ou à noite.

As causas do aumento da incidência de asma são variadas e variam desde uma maior exposição ao pólen através dos ácaros da poeira doméstica até a presença (cada vez mais) de fumaça, do tabaco no ar respirável e compartilhado do meio ambiente.

Saiba como controlar a asma e aliviar seus sintomas

Embora pareça dramático, a asma é bastante tratável. Identifique o porquê

Mulher fazendo tratamento para controlar a asma

Às vezes, um asmático não está ciente de sua condição porque as manifestações desta doença ocorrem em uma idade que atinge entre 17 e 28 anos.

A asma é uma patologia que, uma vez apresentada, será sempre passiva, silenciosa, mas definitivamente presente.

Questões como interações com fumos densos e tóxicos, como aqueles que provêm do tráfego diário de grandes cidades ou de exposição ao tabaco, seja como fumante ativo ou passivo, funcionam como um gatilho para uma bomba bastante perigosa.

Você deve entender que, apesar de doenças como a gripe, a bronquite, pneumonia ou tosse prolongada terem semelhanças com a asma, elas não têm a mesma etiologia. E, é claro, o tratamento a seguir é completamente diferente. Nossa recomendação? Sempre siga as recomendações de um médico especialista.

Tratamento após o diagnóstico

Mulher controlando a asma com medicação

Quando você começa o tratamento para a asma, você terá que ir ao médico com uma frequência que pode variar entre todas as 2 semanas e a cada 6 semanas. Assim que a asma é controlada, as visitas médicas podem ocorrer com uma continuidade de uma vez por mês e duas vezes por ano.

Durante esses exames, o médico pode perguntar se você teve um ataque de asma desde a última consulta ou se houve alterações nos sintomas ou valores máximos de fluxo. Além disso, pode perguntar sobre todas as atividades diárias que você faz. Esta informação ajudará seu médico a avaliar o grau de controle que você precisa para a asma. Lembre-se, tudo é personalizado.

O tratamento convencional da asma brônquica pode ser:

  • Sintomático: seu objetivo é interromper a crise através de medicamentos de ação rápida, como adrenalina, corticosteroides, oxigenoterapia, etc.
  • Preventivo: indica o uso regular de broncodilatadores, anti-histamínicos, corticosteroides, terapia respiratória, imunoterapia específica, entre muitos outros.

Veja também: Combata a asma de forma natural consumindo estes 7 alimentos

Recomendações para pessoas asmáticas e alérgicas

Mulher abandonando o cigarro para cntrolar a asma

De forma bastante simples, consciente e eficaz, desenvolvemos uma série de dicas e pequenos detalhes, que, se preservados ao longo do tempo, farão uma grande diferença tanto para seu estilo de vida quanto para a melhoria de episódios e frequências com asma. Elas serão muito úteis para controlar a asma e aliviar seus sintomas.

  • Mantenha a casa bem ventilada, evite a umidade e controle com desumidificadores e condicionadores de ar.
  • Limpe a poeira com um pano úmido e, muitas vezes, aspire os espaços interiores.
  • Se você tiver animais de estimação, lave e escove-os com frequência.
  • Use sistemas de ar condicionado adequados usando filtros, que devem ser trocados a cada 2 meses, tanto no inverno como no verão.
  • Mantenha as portas e as janelas fechadas em momentos de alta polinização e use filtros para reduzir o pólen no meio ambiente.
  • Use purificadores de ar para limpar o ar de alérgenos e tente mudar seu filtro a cada 3 meses.
  • Evite fumar em ambientes fechados.
  • Evite o uso de irritantes, tais como purificadores de ar ou produtos de limpeza com odores fortes, bem como qualquer outro produto que seja baseado em aerossóis.