Dor no calcanhar? Por que isso ocorre?

6 de outubro de 2014
Muitas vezes a dor no calcanhar pode surgir devido à uma pronação excessiva, já que exercemos mais pressão na parte interior e produzimos um desequilíbrio.

A dor no calcanhar é uma realidade tão comum quanto incômoda. Com certeza você já sentiu os sintomas alguma vez.

Uma dor aguda e pulsante que se estende por todo o pé e que impede que nossos movimentos ocorram com normalidade. Mas qual é a sua causa?

Explicaremos a seguir quais são as principais causas envolvidas e o que é importante saber.

Qual a origem da dor no calcanhar?

dor no calcanhar

Habitualmente, as dores no calcanhar podem surgir depois de um esforço particular que realizamos, algum pequeno acidente ou simplesmente aparece de repente sem que saibamos bem o motivo.

Devemos saber que o osso do calcanhar é o maior dos 26 ossos que formam o pé humano, e que esse dispõe de 33 articulações. Ou seja, é realmente uma parte muito complexa e ao mesmo tempo delicada com seus mais de 100 tendões, músculos e ligamentos.

É normal que de vez em quando sua saúde e sua integridade sejam afetadas.

Quando a dor surge, ela pode ser sentida tanto na parte dianteira do pé quanto na parte de trás, diretamente no calcanhar. É uma dor que afeta a biomecânica dos passos na hora de andar. 

Leia também: Como tratar a tendinite naturalmente

A tensão e a dor se devem a uma série de fatores que vamos detalhar a seguir. No entanto, alertamos que somente seu médico pode dar um diagnóstico preciso. 

1. Esporão

Esporão geralmente é a origem de dor no calcanhar

O esporão costuma ser, sem dúvida, a origem mais frequente da dor dos calcanhares. Mas, o que é realmente o esporão?

Trata-se do crescimento ósseo na planta inferior do osso do calcanhar, como se fosse uma prolongação de uns poucos milímetros do próprio osso, o que resulta em bastante dor.

Costuma surgir depois de um esforço excessivo dos músculos e ligamentos do pé, o que se estende na parte anterior do calcâneo (osso do calcanhar), destruindo, dessa forma, a membrana que cobre o osso do calcanhar.

E por que isso ocorre? Pode acontecer devido a uma torção inesperada e de forma brusca do calcanhar, uso incorreto de sapatos, correr de forma inadequada, ter feito um esforço incorreto com o pé durante o dia e também pode ser causada por excesso de peso.

É muito importante saber que essas causas normalmente são a origem das dores no calcanhar.

2. Fascite plantar

Dor no calcanhar até a ponta do pé

Se a dor no calcanhar se estender até a planta do pé, é possível que você sofra de fascite plantar.  Ela surge quando existe uma inflamação da faixa do tecido conjuntivo fibroso, que percorre  a planta do pé a partir do calcanhar até a parte anterior ao pé.

Pode ocorrer quando forçamos o pé ao andar muito, correr e quando passamos tempo excessivo com sapatos desconfortáveis.

As fibras do tecido mole da nossa planta do pé foi esticada excessivamente ou, inclusive, se rompeu, por esse motivo a aparição de tanta dor.

Mas, por outro lado, é importante saber que algumas vezes o esporão também está associado à fascite plantar.

Quando sofremos de fascite plantar, o descanso somente proporciona um alívio temporário. O mais provável é que a dor volte a aparecer cada vez que voltamos a esticar o calcanhar.

Dessa forma, é essencial que nosso médico nos indique os tratamentos a serem seguidos.

Entretanto, você pode utilizar em casa algumas sugestões naturais como, por exemplo, o gelo, que proporciona alívio para as dores e as massagens com óleo de alecrim, que diminuem a inflamação.

A bandagem funcional também oferece bons resultados, assim como massagear a planta do pé afetado com uma garrafinha de água gelada.

3. Pronação excessivacalçado adequado pode evitar dor no calcanhar

Pode ser que a palavra “pronação excessiva” não seja muito conhecida para você. Ela ocorre quando andamos de forma incorreta. É importante saber que, ao andar, o calcanhar toca o chão primeiro, e o peso se desloca para a parte exterior do pé e, em seguida, ao dedão.

Mas quando dobramos muito o pé, ou melhor, quando curvamos exageradamente a curva do pé, pode-se criar uma quantidade anormal de alongamento e tensão nos ligamentos e tendões unidos à parte inferior do osso do calcanhar.

É muito importante saber onde está a lesão no pé.

Se não for corrigida, ela pode nos trazer consequências nos joelhos e no quadril. Se não prestarmos atenção na forma como andamos, todo o nosso esqueleto será afetado porque haverá um desiquilíbrio. A propósito, bastante significativo!

Descubra: 5 exercícios para fortalecer os joelhos sem sair de casa

4. Outras causas que provocam a dor no calcanhar

salto alto costuma causar dor no calcanhar

A artrite reumatoide e outras  formas de artrite: uma realidade bem comum e dolorosa; as complexas articulações do calcanhar costumam sofrer bastante com a presença da artrite.

A gota: o excesso de ácido úrico no corpo pode levar à inflamação não somente do dedão, mas também dos nossos calcanhares. O incômodo é muito incisivo.

Bursite: com certeza você já ouviu falar da bursite, que é muito parecida com o esporão, mas, neste caso, o que cresce de forma anormal é o nervo, ocasionando um neuroma que oprime a zona do pé que cresceu de um modo disfuncional.

A deformidade de Haglund : também muito comum. Você sabe por que ela ocorre? Devido ao uso excessivo de sapatos de salto alto. O que se verifica é que o osso na parte de trás do calcanhar se alarga, justamente no tendão de Aquiles. É algo muito doloroso..

A inflamação do tendão de Aquiles: se você tiver uma vida ativa e costuma praticar, por exemplo, muito esporte, certamente já ouviu falar desse tipo de lesão.

A inflamação se chama tendinite do tendão de Aquiles, e acontece quando colocamos esta parte do pé em inúmeras ocasiões em estado de tensão.

As contusões ósseas: deve-se basicamente a um golpe. Por exemplo, em um passo em falso, onde você pode acidentalmente bater em alguma coisa e receber um súbito impacto. Se uma dessas situações citadas ocorrerem, não será difícil reconhecer a causa.

Caso isso aconteça, coloque imediatamente gelo na área afetada.

 

  • Rosenbaum, A. J., DiPreta, J. A., & Misener, D. (2014). Plantar Heel Pain. Medical Clinics of North America. http://doi.org/10.1016/j.mcna.2013.10.009
  • Agyekum, E. K., & Ma, K. (2015). Heel pain: A systematic review. Chinese Journal of Traumatology – English Edition. http://doi.org/10.1016/j.cjtee.2015.03.002