Dieta para pessoas com cálculos biliares

2 de julho de 2019
Para melhorar esta condição, é necessário reduzir as chances de inflamação e para isso, é necessário reduzir os estímulos para a contração da vesícula, ou seja, é bom ter muita precaução ante o consumo de gorduras.

Por acaso você é uma das pessoas com cálculos biliares? Então, saiba que a dieta é bem rígida com relação a esta doença. Para melhorar a condição, é necessário reduzir as possibilidades de inflamação e para isso, é preciso reduzir os estímulos para a contração da vesícula, ou seja, ter muito cuidado ante o consumo de gorduras.

Para saber mais sobre como a alimentação pode ajudar a aliviar os sintomas que geram os cálculos na vesícula, convidamos a seguir lendo este artigo.

O que é a vesícula biliar?

A vesícula biliar é um saco em forma de pera, rodeada por uma parede muscular, que se localiza no lado direito do abdômen, na zona superior. Guarda e concentra a bile, que é um líquido produzido pelo fígado e necessário para digerir as gorduras e absorver algumas vitaminas.

Por que os cálculos biliares são formados?

Cálculos vesiculares

São formados a partir da cristalização da bile, um fluído produzido pelo fígado e secretado dentro do intestino através dos ductos biliares para ajudar a digerir as gorduras. Alguns cálculos biliares não produzem sintomas detectáveis.

Há quem acredita que os cálculos na vesícula possam ser causados por maus hábitos alimentares. Um consumo excessivo de alimentos ricos em gorduras obriga o fígado a secretar mais bile. Por isso, a importância de controlar o que se come, tanto para prevenir o aparecimento de pedras, assim como para aliviar os sintomas.

As pedras os cálculos na vesícula são mais frequentes em mulheres, especialmente após os 50 anos e com histórico familiar de cálculos. Também aumenta sua incidência na gravidez e em pessoas que tomam estrogênios orais, em pessoas que fazem jejuns frequentes, que não fazem exercício físico e em cirróticos.

Você é uma das pessoas com cálculos biliares? Conselhos sobre o que deve comer

Alimentos proibidos para pessoas com cáculos biliares

No geral, as recomendações dietéticas a seguir, caso tenha pedras na vesícula, são simples: uma alimentação variada pobre em gorduras e colesterol, ajustar as calorias da dieta diária, tentar fracionar as refeições em 5 porções por dia, evitar manter-se em jejum e evitar os alimentos pesados.

Pode te interessar ler também: 7 remédios caseiros para expelir pedras nos rins

Líquidos

  • Água abundante.
  • Infusões mornas e suaves de chá e camomila.
  • Além disso, leite desnatado em pequenas quantidades e aumentando progressivamente.

Sopas, mingaus e purês

  • Por exemplo: sopa de caldo vegetal, arroz macio, macarrão cabelo-de-anjo, massas italianas.
  • Mingaus bem cozinhados de farinha de aveia, de lentilhas, de milho, etc.
  • Purê de batatas, batatas cozidas com água ou ao forno.
  • Purê de legumes secos bem cozidos passados pelo tamis.

Carnes

  • Novilho, coelho, carneiro, fervidos, grelhados ou assados, macios e divididos em pequenos pedaços.
  • Frango sem pele, galinha sem pele, fervidos, grelhados ou assados, macios e divididos em pequenos pedaços.
  • Presunto magro, pouco salgado ou doce.
  • Peixes: peixe branco, linguado, merluza, pescada, etc. Cozinhados na água, temperados com um pouco de azeite ou limão ou na grelha.

Sobremesas

  • Flan, geleia, compota, suco de frutas, frutas cozidas ou maçãs cruas.
  • Pão e biscoitos: biscoitos torrados, pão branco em pequena quantidade, massas secas, massa folhada ou pão de ló.

Tipos de cozimento recomendados

  • Refeições com pouca gordura incorporada.
  • Além disso, evite frituras.
  • Ademais, não esquente a gordura acima dos 100 ºC.
  • Ainda mais, alimentos crus, fervidos, grelhados, vapor, papillotte (envolvido em papel vegetal ou de alumínio).

Confira ademais: Tratamento com maçã para aliviar a inflamação de vesícula

O que evitar se você for uma das pessoas com cálculos biliares?

Uma mudança simples é comer saudável e fazer exercícios

Manter um estilo de vida saudável e evitar as refeições abundantes ajudará no tratamento da vesícula biliar.

  • Temperaturas extremas: as refeições e bebidas muito frias e muito quentes são fortes estimulantes biliares, por isso que é recomendado a ingestão de preparações mornas.
  • Açúcares: existem estudos que revelam que as altas concentrações de mono e dissacarídeos estimulam a secreção de bile; por isso, é bom consumir com moderação e em pequenas quantidades alimentos que possuem açúcares.
  • Xantinas: os alimentos ricos em cafeína e teobromina como o café, a erva mate, o chá concentrado, as bebidas de cola, podem ser grandes estimulantes da vesícula biliar; dessa forma, é necessário reduzir ao máximo seu consumo.
  • Volumes grandes: as grandes quantidades de comida ingeridas em um só momento podem trazer como consequência um grande estímulo e dor; portanto, melhor comer várias vezes por dia e em pequenas quantidades.
  • Outros: em linhas gerais, também se aconselha reduzir os cítricos, as bebidas carbonatadas e a ingestão de álcool.

Por fim, as pessoas com pedras na vesícula devem consultar um nutricionista para que este realize um plano nutricional individual de acordo com suas necessidades, e um gastroenterologista para que indique o tratamento a ser seguido.

  • Otano S, Castillo Rascón MS, Echevarria M, Bollati E, Leiva R, Medina G. Litiasis vesicular: Su relación con el Síndrome Metabólico y la Obesidad. Bioquímica y Patología Clínica 2008; 72(2): [Aprox. 5p.].
  • Colpas Morales Liceloth S, Herrera Sáenz F, Salas Díaz R, Mercado J. Morfología y composición de los cálculos biliares en 90 colecistectomías realizadas en el Hospital Universitario del Caribe. 2008-2009.Rev. cienc. biomed. 2010; 1(2).
  • Speets AM, Van der Graaf Y, Hoes AW, Kalmijn S, De Wit NJ, Mali WP. Expected and unexpected gallstones in primary care. Scand J Gastroenterol.