5 dicas para eliminar ervas daninhas no jardim

As ervas daninhas competem com nossas plantas pelos melhores nutrientes. Descubra como você pode eliminá-las para proteger seu jardim ou pomar e mantê-lo saudável.
5 dicas para eliminar ervas daninhas no jardim

Última atualização: 06 agosto, 2022

Ter um pomar ou jardim em ótimas condições requer dedicação. Por isso, trazemos 5 dicas para eliminar as ervas daninhas no jardim.

Jardins e pomares tornaram-se parte fundamental da sustentabilidade urbana, pois permitem um esverdeamento das cidades com impacto ambiental positivo. Além disso, ter plantas em casa oferece múltiplos benefícios, como purificação do ar, possibilidade de colher alimentos e redução do estresse.

O que são ervas daninhas?

As ervas daninhas são plantas que crescem em locais indesejados, interferindo no bom desenvolvimento de outras espécies vegetais. Elas geralmente roubam luz solar, nutrientes do solo e água de outras plantas.

Elas são caracterizadas por reprodução rápida e geralmente são invasivas. Segundo o livro “Manejo de plantas daninhas para países em desenvolvimento” da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), esses tipos de plantas servem como habitat para diversos insetos e pragas e podem se tornar um problema sério.

Métodos naturais para evitar e eliminar ervas daninhas

Existe no mercado uma grande variedade de herbicidas químicos para matar ervas daninhas que são normalmente utilizadas em grandes plantações e sob controle rigoroso. No entanto, se estiver em casa, poderá preferir opções mais naturais, económicas, fáceis de implementar e que protejam a saúde da sua família e dos seus animais de estimação.

Da mesma forma, é importante ter métodos que não alterem as condições físico-químicas do solo. Abaixo apresentaremos 5 dicas para eliminar ervas daninhas no jardim com métodos naturais.

Ferramenta de capina de jardim.
Entre utensílios domésticos e herbicidas caseiros, é possível cuidar das propriedades do solo nas hortas.

1. Remova manualmente as ervas daninhas

Este processo consiste na extração manual das ervas que invadem o pomar ou jardim. Apesar de ser um dos procedimentos mais tradicionais e simples, exige tempo e dedicação.

Para fazer isso, é possível usar ferramentas como uma enxada ou um capinador que permitem que as ervas daninhas sejam arrancadas. É importante que, depois de terminar o trabalho, limpe muito bem suas ferramentas de jardinagem para que não permaneçam sementes nelas.

2. Aplique farinha de glúten de milho na área onde você removeu as ervas daninhas

A farinha de glúten de milho é um pó que permanece após os tratamentos dos grãos para a fabricação de xaropes ou amidos. Devido ao seu alto teor de nitrogênio, funciona como fertilizante, especialmente em gramados, o que impede que as ervas daninhas cresçam.

Portanto, é apropriado aplicá-lo uma vez que as ervas daninhas tenham sido arrancadas. Espere algumas semanas para que ele aja no solo antes de plantar novamente.

3. Coloque água fervente com sal nas ervas daninhas

Este é um herbicida caseiro muito popular porque é muito fácil de fazer. No entanto, cuidados especiais devem ser tomados ao usá-lo.

Antes de tudo, você deve ser muito preciso com a aplicação, pois é necessário que ela seja regada apenas nas ervas daninhas. Caso contrário, matará o crescimento das outras plantas ou minhocas também.

4. Use uma mistura de vinagre e detergente.

Este é um dos herbicidas domésticos mais poderosos, especialmente se as ervas daninhas forem jovens e não tiverem muita raiz. Para aplicá- lo deve-se encher um borrifador ou borrifador com vinagre e adicionar um pouco de detergente.

Mexa bem e espalhe nas folhas e na base das ervas daninhas. Repita este procedimento por vários dias e logo você verá como as ervas daninhas murcham.

Ervas entre telhas.
Ervas daninhas entre as telhas é uma situação que pode ser evitada com sal comum.

5. Aplique sal puro nas áreas onde você não quer que as ervas daninhas cresçam

Você pode ter lugares em seu jardim onde você não quer que ervas daninhas ou plantas cresçam, como lacunas entre ladrilhos ou rachaduras em tijolos. Para fazer isso, você deve colocar sal nesses locais e renová-lo sempre que desaparecer. Dessa forma, você garantirá que nada cresça lá.

É melhor remover as ervas daninhas no início

É mais fácil erradicar as ervas daninhas quando são jovens porque ainda não floresceram e dispersaram suas sementes. Portanto, é importante que você monitore constantemente seu jardim para identificá-las nos estágios iniciais de sua aparência.

De acordo com a Weed Science Society of America, é essencial comprar sementes certificadas que garantam um material vegetal limpo e livre de ervas daninhas. Além disso, destaca-se a importância do plantio de espécies adequadas às condições e climas em que serão colocadas, pois isso as tornará mais fortes e mais aptas a resistir ao eventual aparecimento de ervas daninhas.

Pode interessar a você...
Poinsétia: saiba como cuidar desta planta maravilhosa
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
Poinsétia: saiba como cuidar desta planta maravilhosa

A poinsétia é nativa do México e da América Central. Descubra como cuidar desta linda planta!