Detecção precoce do Alzheimer através da fala

14 de dezembro de 2016
A detecção precoce do Alzheimer através da fala pode frear a deterioração do cérebro, já que possibilita o tratamento na fase pré-clínica.

A alma de uma pessoa está em sua memória. Sem ela, perdemos nossa identidade, nossas ideias e nossos sentimentos. Por isso, sofrer com uma doença como o Alzheimer é aterrador para nós. Parece-nos inconcebível continuar respirando ou caminhando sem ser quem somos.

Por isso, muitos cientistas dedicam grande parte de sua vida a lutar contra esse fenômeno. Infelizmente, sua cura não está próxima; em compensação, progredimos muito em termos de um diagnóstico precoce.

Entre os avanços, destaca-se o método de uma equipe de engenheiros biomédicos da Universidade do País Basco (UPV). Eles descobriram como realizar a detecção precoce do Alzheimer através da fala.

Trata-se de um exame nada agressivo. Tanto é assim que os pacientes não se dão conta de que estão sendo avaliados.

Consiste em examinar sua capacidade de falar e recordar palavras, enquanto eles contam algum relato.

É mais seguro que a clássica repetição de uma sequência de palavras, levando em conta que os avaliados estão conscientes do controle. Quando uma pessoa percebe que está sendo examinada, fica nervosa e pode cometer mais erros.

A detecção precoce do Alzheimer nunca foi tão barata e fácil

quebra_cabeca_mente

Uma vez que existam suspeitas do Alzheimer, o mais comum é iniciar um processo bastante agressivo de exames. Exames de sangue, ressonâncias magnéticas, etc.

Isso é um verdadeiro calvário para os pacientes, ao mesmo tempo em que implica um alto custo para o sistema de saúde.

No entanto, a detecção precoce do Alzheimer através da fala veio para melhorar essa situação.

  • O possível paciente tem apenas que contar alguma anedota de sua vida, num ambiente relaxado.
  • Enquanto isso, o médico grava a conversa, para detectar alterações no relato.
  • A equipe basca destaca a importância das pausas para lembrar as palavras.

Um dos primeiros sintomas que se apresentam é esquecer as palavras, inclusive quando ainda não se está imerso na doença.

De repente, custa à pessoa lembra-se de termos cotidianos, como micro-ondas ou escova. Não se apagam de sua mente, mas a pessoa tem dificuldade em procurar em seu cérebro para encontrar a palavra exata para o que deseja comunicar.

Ver também: A vacina contra o Alzheimer pode estar cada vez mais próxima

A detecção precoce do Alzheimer através da fala salva a vida de milhares de pessoas

alzheimer

Os pesquisadores da UPV advertem sobre a importância do novo método, já que mais de 46 milhões de pessoas no mundo sofrem com esta doença.

Além disso, estima-se que, no caso de não serem encontradas novas soluções, nos países desenvolvidos, essa cifra aumente.

Por isso, é muito importante que sejam colocadas em prática técnicas como a detecção precoce do Alzheimer através da fala. Será possível, assim, lutar contra este mal quando o cérebro ainda não está prejudicado.

Dessa forma, iremos frear seu avanço através de exercícios que o fortaleçam, de modo que a essência das pessoas que amamos, ou a nossa, continuará a existir por muito mais tempo.

Os benefícios do estudo se demonstram pelas instituições que o apoiam. Entre elas, se encontram prestigiadas universidades espanholas, como também diferentes associações de familiares e amigos de pacientes com Alzheimer.

Os familiares se sentem acompanhados com estes avanços

neta_com_idosa_avo

É verdade que os pacientes com Alzheimer sofrem com um processo muito doloroso. No entanto, os familiares dos mesmos se veem num vórtice de acontecimentos difíceis, sem saber como agir.

Como ocorre com outras patologias similares, os cuidadores manifestam que se sentem sozinhos e desorientados.

Recomendamos ler: Dançar e passear pode nos proteger do Alzheimer

Nesse sentido, as associações constituem um refúgio e um guia incomensurável para eles. Nelas, encontram um lugar onde se cuidar um pouco, em companhia de outras pessoas que estão passando por situações parecidas.

Essa necessidade, o conhecimento direto do que significa que a pessoa mais importante de sua vida desapareça pouco a pouco, leva-os a lutar para que o sofrimento seja, a cada dia, mais controlável.

Por isso, apoiam iniciativas como este método para a detecção precoce do Alzheimer através da fala. A preocupação dos médicos em encontrar uma cura para a doença é uma esperança para todos.

Não somos os únicos a agradecer a dedicação dos biomédicos, todos estamos atentos aos avanços. Amanhã, poderia acontecer a nossos pais, ou até a nós mesmos.

Como sabemos, os casos de Alzheimer precoce estão cada vez mais comuns. Portanto, qualquer inovação nesse campo deve ser celebrada e servir como estímulo para que sigamos investindo nas pesquisas.

Recomendados para você