Decepções que fecham o coração mas abrem nossos olhos

14 Agosto, 2020
Longe de nos fazer afundar, as decepções devem nos ajudar a crescer como pessoas. Devemos aprender a assimilar essas situações para que não nos impeçam de avançar.

Quantas decepções você já teve em sua vida? Certamente muitas. No entanto, algumas nos fizeram mudar de algum modo. Através dessas experiências, aprendemos a ser mais prudentes e, talvez, mais desconfiados.

Dizem que toda decepção tem seu impacto emocional no ser humano. Portanto, é um processo normal que faz parte do nosso ciclo vital. Então, é conveniente saber controlá-las de modo adequado para que não acabem fechando nosso coração para sempre.

A vida deve ser um convite contínuo para experimentar, arriscar, manter a esperança. E, claro, toda decepção dói, mas se as vivemos, é por algum motivo: para aprender.

A escolha de palavras de alguém não te define como pessoa

Depois de uma rejeição, há quem pense que não tem valor como pessoa. Olha-se no espelho e se convence de que não tem nada de positivo em sua imagem, que não agrada, que sua personalidade parece não ter sido feita para encaixar com outros parceiros.

  • É um erro. A opinião de uma pessoa não te define. É a palavra dela, o mundo dela, as crenças dela, e nada disso tem a ver com você, por mais que você a considere.
  • As decepções que sofremos de uma ou várias pessoas são apenas provas de que, na verdade “não encaixamos em seus mundos”.
  • E, acredite ou não, existem muitos mais mundos, mais universos criados por outras pessoas que vão se encaixar em seus cantinhos, espaços e lacunas.
  • A parte complexa das decepções é que, às vezes, vêm de pessoas muito significativas. Portanto, é normal que elas machuquem.
  • Contudo, esse sofrimento deve ser pontual, e não ficar incrustado dentro de você. As decepções chegam, e depois, nos devem servir de aprendizagem.
  • É essencial “desativar” qualquer emoção negativa de suas lembranças para poder avançar.

Leia também: Os melhores conselhos para aumentar sua autoestima

Como lidar com as decepções?

De fato, tem decepções que nos fazem abrir os olhos e fechar o coração. O mundo é complexo, e as pessoas que nele habitam nem sempre agem como esperamos.

De qualquer forma, temos que saber muito bem que também podemos decepcionar os outros de um modo ou de outro. Então, vale a pena considerar algumas dicas simples.

Valorize as pessoas de forma justa, não crie grandes expectativas

Para viver em paz e equilíbrio, o ideal é viver dia após dia e não criar altas expectativas. Uma coisa é certa: se tem algo que todos necessitamos, é poder confiar nas pessoas que amamos. Se elas falharem, você tem todo o direito de se sentir irritado ou indignado.

Contudo, algo que pode nos ajudar muito é evitar ideias como: “Meu companheiro vai me ajudar em tudo e vai fazer tudo por mim” ou “Meus amigos concordam com tudo o que eu faço e estão à minha disposição em qualquer momento”.

Não caia nessas ideias. Não espere tudo dos outros, espere tudo de si mesmo.

Evite as decepções que fecham o coração permanentemente, busque sua própria cura

As decepções são aspectos que nos acompanharão por toda a vida. O mundo nunca irá se ajustar a nossas expectativas preconcebidas. Nossos seres queridos podem errar conosco e as pessoas a quem mais admiramos podem demonstrar, de vez em quando, que também não são infalíveis.

Devemos aceitar isso, mas nunca desistir. As decepções abrirão seus olhos, e o mais provável é que, depois delas, você se torne mais cauteloso, prudente e até cético. Isso é normal, mas tente não cair em:

  • Negativismo.
  • Falta de confiança no ser humano em general.
  • Perda da esperança.

Isso também pode interessar você: O que podemos aprender com as decepções da vida?

Esta é a última coisa em que devemos nos tornar: uma pessoa bloqueada pela tristeza, aquela ferida causada por uma decepção que nunca cicatriza.

De acordo com esse estudo realizado por uma equipe de pesquisadores da Universidade de Murcia, pessoas negativas têm maior probabilidade de sofrer de problemas de saúde como ansiedade ou depressão.

As decepções machucam e mudam, mas você nunca deve permitir que elas façam você afundar. Não feche as portas ao seu próprio crescimento pessoal.

  • A vida é mudança e aprendizagem. São aspectos negativos que devemos integrar para depois poder avançar.
  • Às vezes, uma decepção ser consequência de um erro. É algo que você deve considerar, porque às vezes elas são necessárias para enxergar uma realidade da qual não tínhamos conhecimento.

Às vezes, as decepções são um presente

Uma decepção pode fazer você despertar da letargia e mostrar que a pessoa que errou com você não te respeitava como você pensava. Talvez até fosse necessário retirá-la de sua vida, mais cedo ou mais tarde.

Não veja as decepções como fatos intransponíveis, pois, às vezes, são até mesmo necessárias. Para sair delas, para enfrentá-las, você deve entrar em contato consigo mesmo para recuperar sua autoestima para ser capaz de confiar nos outros novamente.

Há sempre pessoas boas. Há sempre milhares de projetos que podem te trazer esperança e fazer você feliz. A esperança é algo que nunca acaba enquanto você a mantém dentro do seu coração.

  • VV.AA. (2013). Optimismo, ansiedad-estado y autoconfianza en jóvenes jugadores de balonmano. http://scielo.isciii.es/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0212-97282013000300002