Como controlar a ansiedade por comida?

· 26 de março de 2014
Muitas pessoas sofrem de ansiedade por comida e isso não é nada saudável para o organismo. Mas não se preocupe, existem formas de combater este tipo de ansiedade.

Alguns transtornos alimentares quase sempre têm sua raiz nos problemas emocionais. Neste caso, abordaremos a ansiedade, uma condição muito comum que pode se tornar um problema sério e até um vício.

Qualquer pessoa pode ter ansiedade a qualquer momento e, embora não exista nenhum tratamento milagroso, é possível controlá-la.

Controlar a ansiedade de comer pode ser bem simples. No entanto, é preciso ter força de vontade para mudar um pouco o estilo de vida e, além disso, praticar os conselhos que apresentamos a seguir:

Reduza o consumo de açúcar

A redução ou até a eliminação do açúcar inibirá os desejos de comer continuamente, uma vez que, quanto mais doces se come, maior é a necessidade de comer outras coisas doces.

Aumente o consumo de água

Beber-agua

Os especialistas sempre recomendam o consumo de pelo menos seis copos de água por dia. É bom seguir este sábio conselho, além de ter por costume beber água antes das refeições para sentir menos fome.

Leia também: 7 sinais de que você deve beber água imediatamente

Coma várias vezes ao dia

Não é aconselhável pular nenhuma das três refeições principais do dia, uma vez que isso pode resultar no desejo de ingerir uma maior quantidade de alimentos na próxima refeição.

Além disso, acrescente três lanches saudáveis entre as refeições, como frutas ou cereais, por exemplo.

Exercite-se diariamente

Se exercitar é, de fato, uma forma bem eficaz para combater a ansiedade excessiva por comida.

A atividade física deve ser praticada por todos, uma vez que promove uma vida física e mental saudável, especialmente quando queremos esquecer problemas emocionais, como a ansiedade.

Distraia a mente contra a ansiedade

Leer-mas

Ao ter vontade de comer um doce ou outro alimento pouco saudável, desvie o foco da sua mente para outro ponto diferente.

Sendo assim, você pode recorrer à leitura, a uma ligação telefônica ou simplesmente algo que afaste o desejo de comer.

Não elimine nunca o café da manhã

O café da manhã é a principal refeição de qualquer pessoa. Deve, portanto, ser bem completa para promover um correto metabolismo.

Pular esta refeição, ou comer não suficientemente nutritivo, fará com que seu organismo exija um consumo excessivo à noite.

Lembre-se que nenhum alimento é ingerido enquanto dormimos e, por isso, esta falta tem quer compensada no café da manhã na manhã seguinte.

Leia também: A importância das proteínas no café da manhã

Relaxe!

Algumas ervas previnem e aliviam a tensão causada por uma variedade de contratempos frequentes na vida de todas as pessoas.

Infusões de camomila, chá verde e valeriana, por exemplo, tomadas antes dormir ou pela manhã ajudam a reduzir a ansiedade.

Durma o suficiente

Dormir

Um sono suficiente e de boa qualidade estimula a leptina; um hormônio que informa ao cérebro que o corpo está totalmente satisfeito e não precisa mais se alimentar.

Consuma mais proteínas

O maior consumo de proteínas no café da manhã deixa o corpo satisfeito pelo resto do dia e inibe, assim, o desejo de comer fora dos horários normais.

Estude sua rotina

Estar ciente de tudo o que acontece durante o dia pode nos ajudar a descobrir o que provoca o ataque de ansiedade que desencadeia a vontade de comer de forma exagerada.

Dessa forma, ao fazer isso, com certeza será mais fácil encontrar a solução adequada.

Elimine toda tentação

Sem dúvida, a melhor maneira de não cair em tentação é fazer de tudo para mantê-la longe.

Assim, compre apenas alimentos indispensáveis, e não seus “desejos de comida”, doces e outros petiscos que lotam os supermercados – prefira frutas, nesse caso.

É uma questão de estar feliz

A serotonina é o hormônio da felicidade relacionado com o apetite, que é produzido artificialmente pelo consumo de chocolate e liberado quando as pessoas se sentem plenas e felizes.

A ansiedade pode ser combatida seguindo os conselhos acima mencionados. A eficácia dos métodos propostos, no entanto, depende de força de vontade, constância e rigor.

Sendo assim, não deixe que este problema se torne um vício!