Como tratar da ciática e da dor lombar?

30 de março de 2015
Existe uma teoria psicológica que indica que estas dores aparecem como uma somatização devido a problemas emocionais não resolvidos.

A “dor nas costas”, tão comum quanto as dores de cabeça, pode ter múltiplas causas e é altamente debilitante. Quase todo o mundo sofreu ou sofrerá pelo menos de um episódio de dor intensa nas costas ao longo de sua vida, sobretudo na região lombar. Por isso, é bom saber como prevenir e tratar da ciática.

Quais as causas e sintomas da ciática?

A ciática é causada pela compressão ou inflamação do nervo ciático, o mais longo do corpo, que começa na quarta e quinta vértebras, desce pela parte posterior das coxas, joelhos e pernas, até o polegar.

Conheça: Tratamentos para aliviar as dores do nervo ciático

É por causa da extensão e da localização desse nervo que a dor lombar se irradia da parte inferior das costas até as pernas. Quem sofre de ciática tem a mobilidade reduzida, por sentir fraqueza e dor nas pernas, o que é intensificado se a pessoa estiver deitada e tentar levantar a perna esticada.

Também são sintomas a perda da sensibilidade na região e a falta de reflexos.

dor_nas_costas
Geralmente, o médico irá diagnosticar o problema com uma boa conversa com o paciente e um exame físico. A maioria dos casos não requer exames de raio X ou tomografias, mas o médico poderá solicitá-los se houver suspeita de fraturas ou tumores.

Consulte com seu médico imediatamente se apresentar os sintomas acima.

Leia também: Que exercício de ioga é bom para a dor lombar?

Como prevenir a ciática?

Se o dano ao nervo ciático foi causado por um trauma, acidente ou tumor, não há muito o que fazer em relação à prevenção.

Mas a grande maioria dos casos tem origem na má postura, sedentarismo, falta de exercícios físicos adequados (ou prática inapropriada de exercícios físicos), lesões causadas por esforço intenso, carregamento de peso, torções e outros comportamentos de risco.

Dor-nas-costas
Portanto, siga as seguintes dicas para prevenir a dor ciática, também chamada de ciatalgia:

  • Fortaleça a sua musculatura para que a coluna não tenha que suportar muito peso.
  • Evite o sobrepeso. A obesidade causa muitos problemas de saúde e pode comprometer também suas costas.
  • Não use sapatos muito altos por muitas horas, sobretudo quando precisar passar longos períodos em pé.
  • Procure manter a coluna ereta e uma boa postura ao longo do dia.
  • Levante pesos do chão da maneira correta. Sempre dobre os joelhos quando for levantar algo pesado, e mantenha o fardo junto ao corpo.
  • A dor ciática também é um dos sintomas do envelhecimento, tornando-se mais comum entre pessoas com mais de 40 anos. Procure ter um bom estilo de vida para manter sua coluna saudável por muito tempo.

Quais as causas da dor lombar e como preveni-la?

Assim como no caso da ciática, a dor lombar pode ter entre suas causas a hérnia de disco, a artrose, a degeneração óssea causada pela idade, tumores e outros problemas. Essa dor é típica da região lombar, onde as costas encontram o quadril.

Para prevenir a dor lombar, procure manter uma boa postura, praticar exercícios físicos sob orientação profissional, evitar pegar ou carregar peso e nunca fazer movimentos bruscos que comprometam a coluna.

A hérnia de disco é uma das maiores causas da dor lombar. Ocorre quando um dos discos que ficam entre as vértebras da coluna saem da posição normal e comprime os nervos.

Assim como no caso da ciática, o tratamento é feito com medicamentos, fisioterapia e mudanças no estilo de vida. Mas em alguns casos mais graves a cirurgia é indicada.

O que você pode fazer para diminuir as dores nas costas:

caminhada

  1. Passamos muito tempo deitados, dormindo, e melhorar a postura no período de dor é fundamental para diminuí-las. Durma de lado com a cabeça apoiada em um travesseiro adequado e outro entre os joelhos. Ou durma com as costas apoiadas no colchão, com um bom travesseiro apoiando a cabeça e outro sob os joelhos.
  2. Nas crises, será necessário o repouso absoluto, mas seu médico irá orientá-lo a praticar fisioterapia assim que for possível. Não abandone o tratamento quando as dores desaparecerem. Trabalhe para prevenir novas crises e fortalecer os músculos, pois isso protegerá sua coluna.
  3. Uma boa maneira de aliviar as dores é aplicando bolsas de água quente ou toalhas quentes sobre a região afetada. Uma receita efetiva é ferver gengibre ralado envolto em uma gaze, retirar esses “pacotes” da água e espremê-los para retirar o excesso de água e, finalmente, aplicá-los sobre as costas.
  4. Você pode usar óleos essenciais para massagear as costas depois de aplicar a bolsa térmica.
  5. Quando puder se movimentar, adote uma rotina diária de exercícios físicos, como leves caminhadas.
  6. Compre calçados confortáveis e procure evitar longos períodos de pé.
  7. Algumas pessoas desenvolvem dores nas costas por motivos puramente emocionais. O estresse, a raiva ou a tristeza profunda podem dar origem a esse mal. Se necessário, procure um bom terapeuta para deixar suas emoções em forma.
  • Díez García, M. A., Beika Mentxaca, I., & Heerrero Erquíñigo, J. L. (2003). Lumbalgia y ciática. Farmacia Profesional.