Como perder peso sem esperar por um milagre

· 9 de fevereiro de 2019
Perder peso é um processo metodológico que deve ser realizado sem esperar por um milagre. Uma boa nutrição garante que você perderá os quilos extras, sem comprometer sua saúde

Infelizmente algumas dietas milagrosas que prometem ajudar a perder peso, realmente só encorajam sua perda de peso (massa corporal). Por outro lado, deixam intactas as suas reservas de gordura, acumuladas no tecido adiposo. Isso causa flacidez e, em alguns casos, sérios problemas de desnutrição.

Emagrecer é um processo que deve ser realizado através de métodos que garantam a boa nutrição do indivíduo, bem como a ativação de todos os seus músculos através do exercício. Só então podemos obter resultados saudáveis ​​e duradouros.

É por isso que hoje trazemos as dicas que você deve seguir para adotar hábitos de vida saudáveis ​​que ajudem a reduzir os quilos extras. Tudo sem comprometer sua saúde física e mental.

Recomendações para perder peso

Para perder peso é necessário adotar um novo estilo de vida. No entanto, quando se impõe uma dieta rígida ou uma rotina de exercícios pesados, muitas vezes isso torna-se tão entediante para a pessoa, que acaba por abandoná-la.

Pesar-se sempre infuencia em perder peso

É por isso que os especialistas recomendam incorporar gradualmente mudanças saudáveis ​​em nossa rotina diária. Desta forma, você conseguirá uma melhor conexão. Além disso, isso nos dá maiores possibilidades das mudanças se tornarem hábitos constantes. Entre os passos que você deve seguir estão os seguintes.

1. Mantenha seu corpo ativo

Manter os músculos ativos é o melhor mecanismo para queimar a gordura acumulada. Por isso, os treinadores recomendam 30 minutos de exercício diário. Seja através de caminhadas, corridas, bicicleta, entre outros.

Além disso, um estudo realizado na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, mostrou que a manutenção de uma rotina de exercícios pode controlar os níveis de saciedade do organismo. Isto, complementado por uma dieta equilibrada, é a chave para alcançar um peso ideal de forma saudável.

Segundo o coautor do estudo, Miguel Alonso, a atividade física parece ter uma função facilitadora nos comportamentos alimentares, que levam à uma alimentação saudável.

Leia também: O componente “secreto” da melancia que nos ajuda a ter músculos mais fortes

2. Alimente-se saudavelmente

Manter uma alimentação equilibrada, isto é, onde se consiga de maneira proporcional todos os nutrientes que nosso organismo necessita para funcionar corretamente. Isso inclui:

  • Frutas e verduras
  • Cereais e Legumes
  • Carboidratos
  • Produtos lácteos
  • Boas gorduras
  • Proteínas contidas em carnes, pescados, e ovos

Além disso, não deixe de comer pelo menos os três pratos principais do dia (café da manhã, almoço e jantar). Agora, se você não fizer isso, se gerará em seu organismo uma sensação de fome excessiva, que pode resultar em um efeito rebote.

Como perder peso sem esperar por um milagre: Alimente-se saudavelmente

Finalmente, evite o consumo excessivo de açúcares, álcool, frituras ou junk food, que podem ser transformados em gordura acumulada.

3. Deguste bem o que você come

Comer devagar, em um período de 20 e 30 minutos, nos ajudará a reduzir os desejos que surgem durante o dia. Ao mesmo tempo, permite-nos controlar melhor as porções que consumimos. Também favorece o processo digestivo, e nos torna mais conscientes das coisas que comemos: seus sabores, texturas e cheiros.

Quando você come muito rápido, seu estômago se enche antes que a informação gástrica possa ser gerada em tempo hábil. Sem exagerar, você pode até transbordar a capacidade do seu estômago. Dito isto, a famosa regra alimentar “mastigar cada mordida 20 vezes”, pode ser verdade. Lembre-se: mastigar alimentos muito bem gera efeitos positivos em seu organismo.

Você estaria interessado em ler? Os 5 melhores exercícios aeróbicos para queimar gorduras sem ir à academia

4. Hidrate-se bem

É amplamente sabido que o consumo de água é importante para o organismo. Isso porque ajuda a regular a temperatura, libera as toxinas e mantém os níveis de líquidos necessários.

No entanto, muito poucas pessoas sabem que este líquido milagroso também pode ajudar a controlar o apetite e eliminar quilos extras.

Esta informação é endossada por Nicola Sorrentino, nutricionista italiana e professora de Higiene Nutricional da Universidade de Pavia, que escreveu o livro ” A dieta da água”.

Como perder peso sem esperar por um milagre: Hidrate-se bem

Ela explica que tomar entre oito e dez copos de água por dia ajuda nosso metabolismo a acelerar em 90%, aumentando a velocidade com que queimamos calorias diárias.

5. Estresse zero

Manter um ritmo acelerado de vida pode estar se transformando em sua condenação, quando se trata de perder peso.

Um estudo realizado no Instituto de Clínica do Laboratório Médico da Universidade de Medicina de Viena mostrou que quando uma pessoa sofre de estresse, segrega mais hormônios glicocorticoides, que desempenham um papel importante na regulação do excesso de peso.

Isso não só põe sua saúde em risco. Mas também, o estresse pode contribuir para a formação de gordura extra que se acumula no abdômen. A recomendação neste caso é fazer exercício e se livrar desse desconforto, que se acumula em seu organismo.

Em conclusão, estas recomendações permitirão que você perca peso de maneira efetiva e natural. Lembre-se de que este é um procedimento que você deve gerenciar de maneira controlada. Fazê-lo de forma inadequada poderia trazer problemas para sua saúde. Se você tiver dúvidas, consulte um especialista.

  • MedlinePlus. Agua en la dieta. 2018. Available at: https://medlineplus.gov/spanish/ency/article/002471.htm. Accessed 10/29, 2018.
  • MedlinePlus. Beneficios del ejercicio. 2018. Available at: https://medlineplus.gov/spanish/benefitsofexercise.html. Accessed 10/29, 2018.
  • Villarreal Ramírez SM. Prevalencia de la obesidad, patologías crónicas no transmisibles asociadas y su relación con el estrés, hábitos alimentarios y actividad física en los trabajadores del Hospital de la Anexión. Revistas de Ciencias Administrativas y Financieras de la Seguridad Social 2003;11(1):83-96.