Como controlar o colesterol alto naturalmente?

· 24 de dezembro de 2014
Para poder controlar e reduzir os níveis de colesterol é fundamental manter uma dieta equilibrada, abandonar os maus hábitos como o tabaco e o álcool e praticar exercícios de forma regular.

O colesterol é uma gordura, que se encontra de forma natural no corpo; já que o nosso organismo precisa da substância para realizar muitas das suas funções vitais.

Esse lipídio está presente no cérebro, fígado, nervos, sangue e bile, tanto das pessoas quanto dos animais, motivo pelo qual os especialistas recomendam evitar o consumo de alimentos de origem animal quando a pessoa apresenta colesterol alto.

O fígado gera a maior parte do colesterol, enquanto a outra parte é ingerida através da dieta. O colesterol de lipoproteínas de baixa densidade, é o que conhecemos como ruim ou LDL, o qual é responsável por obstruir artérias; pois é depositado nas paredes arteriais, provocando sérios problemas cardiovasculares e outras doenças.

Aquele que nosso organismo precisa é conhecido como colesterol bom ou HDL, formado por lipoproteínas de alta densidade, as quais ajudam a devolver o colesterol ruim para o fígado; para que dessa forma seja eliminado.

Embora o colesterol possa ser originado por diferentes transtornos ou fatores genéticos, na maioria das pessoas costuma aumentar devido a uma má alimentação e um estilo de vida sedentário.

É por esse motivo que para prevenir e controlar o colesterol alto, é importante mudar alguns hábitos de vida e alimentares.

Alimentos para controlar o colesterol alto

Como foi dito anteriormente, a alimentação tem um papel muito importante na prevenção e controle do colesterol alto; pois uma alimentação saudável pode ajudar a eliminar o LDL, aumentando os níveis de HDL.

A seguir mostraremos os melhores alimentos para controlar o colesterol alto.

Fibra

Fibras da aveia podem melhorar o colesterol alto

O consumo de fibras vegetais, especialmente a fibra solúvel, é fundamental para controlar o colesterol alto, já que ela se une às gorduras e provoca a sua eliminação através das fezes.

Este tipo de fibras estão presentes nos alimentos como os legumes, aveia, cevada e frutas como a maçã.

Os mais recomendados para reduzir o colesterol são o farelo de aveia e o arroz integral.

Leia mais: Receitas ricas em fibras para a digestão

Peixe

Os especialistas recomendam comer peixe pelo menos duas vezes por semana, pois é um alimento rico em ácido graxos ômega-3, que é a chave para dissolver o LDL e os triglicerídeos no sangue.

Obviamente existem outros alimentos com ácidos graxos ômega-3, mas o peixe é uma das fontes mais ricas.

Recomenda-se o salmão, o atum, a cavala, as sardinhas, o arenque e a truta.

Azeite de oliva

Azeite de oliva pode melhorar o colesterol alto

O azeite de oliva pode ajudar a dissolver o LDL, sem modificar os níveis do HDL. Os especialistas recomendam consumir duas colheres de azeite de oliva diariamente. 

Sucos de frutas e vegetais

Os sucos naturais de frutas e vegetais no lanche da manhã e no da tarde, também podem ajudar a baixar os níveis de LDL.

Pode-se preparar com verduras e frutas, somente com frutas ou como preferir. O importante é consumi-los fresco e de preferência sem açúcar e adoçantes.

Leia também: Os 7 melhores sucos naturais para frear o envelhecimento

Proteína de soja

A Consumer Reports diz que se consumirmos 25 gramas de proteína de soja diariamente, é possível baixar o colesterol até em 10%.

Esta porção seria equivalente a duas ou três porções de alimentos como leite de soja, soja e tofu. 

Frutos secos e grãos integrais

Frutos secos podem melhorar o colesterol alto

Os frutos secos e grãos integrais têm um ingrediente que inibe a absorção de colesterol da comida. É recomendável consumir diariamente 3 porções do equivalente a uma grama.

Hábitos saudáveis para controlar o colesterol alto

Os hábitos também são muito importantes na hora de controlar e prevenir o colesterol ruim. Tendo um estilo de vida saudável, não só se evita o LDL, como também tem-se uma qualidade de vida melhor.

Abandone o cigarro

Em suma, o consumo de tabaco diminui os níveis de HDL, aumentando o risco de formar coágulos no sangue.

Os fumantes costumam apresentar problemas graves como a aterosclerose, ataque cardíaco e acidente cerebrovascular.

Evite o consumo excessivo de álcool

Álcool aumenta o colesterol

O excesso de álcool aumenta o nível de triglicerídeos no sangue e torna o consumidor uma pessoa mais propensa a sofrer de doenças cardiovasculares.

Ainda mais, aquelas pessoas que bebem moderadamente têm menor risco de sofrer estes problemas.

Faça exercícios

Praticar atividade física regularmente ajuda a aumentar os níveis de HDL, enquanto favorece a eliminação do LDL.

Por isso, os especialistas recomendam fazer pelo menos 30 minutos por dia de exercícios, 5 dias da semana.

É claro que as pessoas que têm uma rotina de exercícios maior obterão mais benefícios.

Eliminar o fast food

O consumo de todo tipo de fast food aumenta inevitavelmente os níveis de LDL no sangue.

Portanto, evite o consumo de:

  • Batatas fritas;
  • hambúrgueres;
  • Frituras;
  • Salgados com recheios;
  • Empanados;
  • Embutidos;
  • Carnes gordurosas;
  • Óleos;
  • Qualquer alimento com alto teor de gorduras saturadas e “trans”.
  • JOSUÉ GONZALEZ. Colesterol. 1, 2013.
  • MALDONADO SAAVEDRA, O. et al. Colesterol: Función biológica e implicaciones médicas. Revista Mexicana de Ciencias Farmaceúticas, 2012.
  • SCHIAVO, M.; LUNARDELLI, A.; OLIVEIRA, J. R. DE. Influência da dieta na concentração sérica de triglicerídeos The influence of diet on the triglycerides serum concentration. Jornal Brasileiro de Patologia e Medicina Laboratorial, 2003.
  • ZÁRATE, A. et al. Colesterol y aterosclerosis. Consideraciones históricas y tratamientoArchivos de Cardiologia de Mexico, 2016.