Como combater a gastrite com 7 remédios naturais

· 16 de setembro de 2017
Se estamos seguindo algum tratamento médico para a gastrite, devemos consultar com o especialista antes de abandoná-lo ou combiná-lo com estas opções naturais, pois pode haver alguma contraindicação

A gastrite é um problema digestivo que ocorre quando o revestimento do estômago se irrita devido à produção excessiva de sucos ácidos.

É uma doença comum na população, quase sempre causada por maus hábitos alimentares, mesmo que também possa ser causada pela bactéria Helicobacter pylori. 

Seu sintoma principal é uma incômoda sensação de queimação no ventre, quase sempre acompanha com dor, inflamação e indigestão.

Pode ser de caráter esporádico, às vezes; porém, torna-se um transtorno recorrente que, se não tratado, origina outras complicações.

Felizmente, além dos tratamentos recomendados pelo médico, existem soluções de origem natural que podem ajudar a frear os sintomas sem provocar efeitos secundários.

Neste artigo compartilhamos sete boas opções para que não tenha dúvidas em levá-las em consideração ante o primeiro sinal da doença.

1. Suco de batata

Suco de batata para combater a gastrite

O suco natural de batata é um remédio antiácido que ajuda a regular o pH do estômago para controlar a queimação e a dor causadas pela gastrite.

Suas propriedades reduzem a produção excessiva de gases e, ainda, reduzem o nível de inflamação associado a esta condição.

O que devo fazer?

  • Extraia o suco de uma batata e consuma de três a quatro colheres.
  • Tome duas vezes por dia se os sintomas persistirem.

2. Água de coco

Conhecida por seu alto teor de nutrientes essenciais, a água de coco é uma opção saudável para enfrentar este problema digestivo.

Seu poder alcalino reduz o excesso de acidez e, dado que é uma bebida hidratante, serve como apoio para a desintoxicação do estômago.

O que devo fazer?

  • Simplesmente, consuma meio copo de água de coco (100 ml) ante o primeiro sintoma de gastrite.
  • Se os incômodos continuarem, consuma até três vezes por dia.

Talvez te interesse: Benefícios de consumir água de coco

3. Iogurte natural

Iogurte natural para combater a gastrite

Os cultivos vivos contidos no iogurte natural são excelentes aliados para combater a bactéria H. pylori, responsável pela gastrite crônica.

Estes probióticos regulam o pH do trato gastrointestinal e, ademais, fortalecem a camada que protege o estômago do excesso de acidez. 

O que devo fazer?

  • Simplesmente, consuma dois copos de iogurte natural (250 g) por dia, até aliviar a condição.

4. Morango

Os morangos contêm compostos fenólicos que podem ajudar a reduzir a inflamação do revestimento do estômago para enfrentar os sintomas da gastrite.

Seus antioxidantes combatem a ação negativa dos radicais livres e, por outro lado, apoiam a regeneração da mucosa gástrica.

O que devo fazer?

  • Simplesmente, prepare uma infusão com folhas de morango secas e consuma 2 vezes por dia.
  • Além disso, consuma três ou cinco morangos maduros todos os dias.

5. Leite de arroz

Leite de arroz contra a gastrite

O leite de arroz é uma bebida vegetal que se tornou popular em todo o mundo por ser um remédio ideal para a diarreia e os problemas de pele.

Contém minerais, além de antioxidantes e fibras, que ajudam a regular o pH digestivo para evitar o excesso de acidez e a gastrite.

Além disso, sua ingestão reduz a sensação de ardência no abdômen e combate de forma eficaz a inflamação.

O que devo fazer?

  • Em primeiro lugar, adicione um par de colheres de arroz (20 g) em um copo de água (200 ml).
  • Em seguida, coloque para ferver por vários minutos.
  • Depois de obter uma bebida branca, coe e consuma.
  • Repita o remédio até duas vezes por dia.

6. Mel orgânica

O mel é um antiácido natural que pode ajudar a reparar o revestimento do estômago para evitar as úlceras e a gastrite.

Seus açucares naturais são uma fonte de combustível para o corpo e, dado que são metabolizados com facilidade, não representam um problema para a saúde.

Contém minerais, antioxidantes e agentes anti-inflamatórios que resultam determinantes no controle da dor e da irritação abdominal.

O que devo fazer?

  • Primeiramente, consuma duas colheres de mel de abelhas orgânica (50 g) ante o primeiro sintoma da doença.
  • Se gostar, dilua em água morna para facilitar a ingestão.

Leia também: 3 sucos antioxidantes para combater o envelhecimento prematuro

7. Aloe vera

Gel de aloe vera contra gastrite

O cristal da folha de aloe vera é um remédio natural com propriedades antimicrobianas e anti-inflamatórias que podem combater de forma eficaz à gastrite.

Seus ativos naturais podem inibir a ação da bactéria H. pylori e, além disso, apoiam a restauração da mucosa do estômago.

O que devo fazer?

  • Primeiramente, extraia um par de colheres de gel de aloe vera (30 g).
  • Em seguida, bata no liquidificador com um pouco de água.
  • Por fim, consuma o remédio, preferivelmente em jejum.

Nota: Dado que tem um leve efeito laxante, não deve ser consumido em excesso.

Assim sendo, são várias as opções para tratar a gastrite sem ter que consumir antiácidos convencionais em excesso.

Por isso, escolha algum dos remédios recomendados e teste por si mesmo suas vantagens.

  • Ddine, L. C., Ddine, C. C., Rodrigues, C. C. R., Kirsten, V. R., & Colpo, E. (2012). Fatores associados com a gastrite crônica em pacientes com presença ou ausência do Helicobacter pylori Factors associated with chronic gastritis in patients with presence and absence of Helicobacter pylori. ABCD: Arquivos Brasileiros de Cirurgia Digestiva25(2), 96-100.
  • Van Zanten, S. V., & Sherman, P. M. (1994). Helicobacter pylori infection as a cause of gastritis, duodenal ulcer, gastric cancer and nonulcer dyspepsia: a systematic overview. CMAJ: Canadian Medical Association Journal150(2), 177.
  • Machado, C. C., & Barbosa, R. G. (2010). Tratamento alternativo para úlcera péptica com extrato aquoso de gengibre (Zingiber officinale). INVESTIGAÇÃO7(1-3).
  • da SILVA, R. A., Arraes, G., de SOUSA, P. H. M., & da COSTA, J. M. C. (2006). Composição e propriedades terapêuticas do