Como ajudar crianças com medo do escuro?

· 16 de janeiro de 2018
Se uma criança tiver medo do escuro, os pais devem apoiá-lo e ajudá-lo a superá-lo. Em nenhum caso, eles deveriam se divertir com ele, pois poderiam prolongar a situação.

Como crianças, os seres humanos são vulneráveis ​​a temer. O medo do escuro é uma situação comum em todas as pessoas e faz parte do desenvolvimento das crianças.

O dever dos pais para lidar com esta situação é ajudá-los a canalizar esses medos e superá-los. Neste artigo, oferecemos recomendações para saber como ajudar crianças com medo do escuro.

Essas dicas ajudarão à criança a superar os medos à medida que crescem. Se essa fobia é atacada desde que eles nascem, quando os pequenos crescem, eles já o superaram.

No entanto, há momentos em que você não sabe como enfrentar, o que acaba fazendo com que o medo do escuro permaneça pela adolescência ou idade adulta.

Aqui está um guia para ajudar crianças com medo do escuro.

1. Divertir-se

Criança brincando no escuro

Um conselho muito bom que é importante aplicar é realizar atividades didáticas, como jogos, que ajudem a superar esse medo do escuro.

  • Uma atividade muito divertida que as crianças gostam muito é brincar com as sombras. Ganha quem fizer a melhor figura com as mãos.
  • É uma alternativa que ajudará à criança a superar esse medo.

Recomendamos que você leia: 5 cafés da manhã apropriados para crianças

2. Uma lâmpada

Usar uma pequena lâmpada com luz fraca ou ajustar a luz do quarto da criança é uma técnica que gera tranquilidade.

Desta forma, o pânico de dormir vai sendo superado lentamente até conseguir ficar com a luz completamente desligada.

3. Não alimente o medo

Criança com medo das sombras no escuro

Se a criança chorar para ter atenção, ligar a luz não é a solução. Em caso afirmativo, como isso ajudou a superá-lo?

Se ele gritar, você deveria encontrar uma maneira de tranquilizá-lo, estar com ele e acompanhá-lo. Se não enfrentar esse medo que o atormenta, não superará a fobia quando o quarto estiver escuro.

Portanto, não vai dormir sozinho em seu quarto por vários anos.

4. Fale com eles

comunicação é fundamental. Você deve conversar com as crianças, fazendo-as entender que o lugar onde moram é seguro.

Desta forma, elas saberão que não devem ter medo do escuro. Acima de tudo, devemos falar sobre lugares que geralmente geram esse medo: sob a cama, o armário ou os corredores.

Se a criança identificar esses lugares, seu medo diminuirá.

5. Conte histórias para superar o medo

Criança sem medo do escuro

Expor à criança a viver uma situação que lhe dá medo é uma maneira de ajudá-la a superá-lo. Se você a envolver nessas situações, através de histórias em sua imaginação, poderia vencê-lo com mais facilidade.

6. Proibido zombar

Embora possa parecer lógico, alguns pais zombam involuntariamente dessas situações. Às vezes acontece por causa do que a criança diz ou porque é engraçado.

Esse sentimento de zombaria faz com que a criança não deixe o medo tão facilmente e, em vez disso, o prolongue.

7. Não o altere

Criança com medo do escuro

Embora isso também pareça lógico, é melhor evitar que a criança atravesse situações que o alterem, pelo menos até que o medo seja vencido.

Se a família estiver passando por situações irregulares como um roubo, isso não deve ser discutido na frente do menor. Este evento poderia alterar seus nervos e o faz passar por um ataque de pânico.

Veja também: Seus filhos não precisam ser alvos de suas frustrações

8. Música

Quando crescem, a música é uma excelente opção para superar o medo. Se você tiver um pequeno rádio ou dispositivo digital, pode ser uma boa opção.

Colocar música suave pode ajudar à criança a relaxar e adormecer. Lembre-se de desligar o aparelho assim que seu filho pegar no sono.

Se essa ação for repetida, depois de algumas semanas, as crianças vão esquecer e superar o medo do escuro.

Todas essas dicas são fundamentais para ajudar as crianças a superar o medo do escuro. O mais importante é ajudá-los a estar bem, como mãe ou como membro da família.

Esse medo não é brincadeira nem uma invenção de crianças.  É real e, às vezes, até mesmo os adultos passam por isso.

Por esta razão, é tão importante saber como identificar o que está acontecendo com o medo, para canalizar seus medos e ajudá-los a enfrentá-los.

Não há fobia que não chegue ao fim confrontando-a. Os diferentes métodos que mostramos são muito úteis para combater esse medo comum.

Com eles, os filhos da casa ficarão seguros em todos os momentos.