Coágulos no sangue: 8 sinais de alerta

· 10 de março de 2018
A coagulação é importante porque evita a perda de sangue diante de uma ferida ou lesão no corpo.

Quando temos coágulos no sangue, há riscos para a nossa saúde.

Um coágulo é uma massa de sangue que muda de seu estado líquido para uma forma gelatinosa ou semissólida.

Quando esta massa se desprende, pode bloquear parcial ou totalmente uma artéria ou veia, o que se conhece como trombose.

Dado que todo o nosso corpo está conectado por vasos sanguíneos, os coágulos no sangue podem viajar para qualquer lugar, o que é muito perigoso.

Se ele chegar ao coração, ao cérebro ou aos pulmões, corre o risco de ficar preso e causar o que se conhece como embolia ou acidente cardiovascular.

Existem dois tipos de coágulos no sangue:

  • Arteriais: aqueles que se formam nas artérias e não permitem que o oxigênio chegue aos principais órgãos.
    • Os coágulos causam diversas complicações, como ataques cardíacos, acidentes vasculares cerebrais, paralisia nervosa e dores intensas.
  • Venosos. Formam-se lentamente nas veias, por isso os sintomas são notados de forma gradual.
    • É comum que surjam nos braços, pernas e pelve.
    • No geral, estes coágulos permanecem imóveis, mas sempre existe o risco de que possam se mover e se transformar em um perigo para a saúde.

Fatores de risco dos coágulos no sangue

Algumas situações podem aumentar o risco de apresentar coágulos no sangue:

  • Permanecer durante muito tempo na mesma posição pressiona os vasos sanguíneos, o que impede o fluxo sanguíneo.
  • As longas viagens de mais de quatro horas contínuas também são possíveis causas.
    • Isso acontece por que, ao passar muito tempo sentados, o sangue não flui corretamente.
  • Longos períodos na cama ou em repouso.
  • Algumas pílulas anticoncepcionais.
  • Antecedentes familiares.
  • Sedentarismo.
  • Idade.
  • Obesidade.
  • Fumar.

Sinais aos quais devemos ficar atentos

1. Tosse inexplicável e dificuldade para respirar

Mulher com dificuldade para respirar

Um coágulo nos pulmões faz com que o fluxo de oxigênio seja lento, o que provoca um aumento do ritmo cardíaco.

As palpitações aceleradas acompanhadas de dificuldade ao respirar costumam ser interpretadas como um sinal de alerta diante de uma embolia pulmonar.

2. Mudanças de humor

Sintomas como irritabilidade, confusão, alucinações ou convulsões podem nos indicar que existe o perigo de uma trombose arterial no cérebro.

Isso acontece quando um coágulo de sangue obstrui o fluxo regular de oxigênio e glicose na corrente sanguínea, o que faz com que o cérebro não funcione adequadamente.

3. Fadiga

Mulher sentindo fadiga

Ao identificar um coágulo de sangue o corpo ativa seus organismos de defesa, o que pode provocar fadiga ou esgotamento.

As causas da fadiga costumam ser difíceis de diagnosticar, por isso é muito importante estarmos atentos a outros sintomas.

Muitas vezes você sentirá fadiga sem razão aparente. Às vezes ela se apresenta mesmo quando você consegue dormir bem à noite.

4. Inchaço nas extremidades

Esta condição é conhecida como trombose venosa profunda. Ela impede o fluxo de sangue no sistema circulatório, o que faz com que o oxigênio não chegue aos órgãos vitais do corpo.

É preciso ter cuidado se o inchaço se desenvolve com rapidez, especialmente quando é doloroso. Não o confunda com uma inflamação ou retenção de líquidos.

5. Dor nos braços e nas pernas

Mulher com dor nas extremidades

A dor é localizada e pulsante. Ela se apresenta muitas vezes quando estamos caminhando ou flexionamos as extremidades.

Às vezes pode ser acompanhada de uma sensação de dormência.

6. Veias distendidas

As veias distendidas não causam complicações ou problemas maiores, mas quando um coágulo exerce pressão nos vasos sanguíneos, pode causar ruptura interna, vermelhidão ou hematomas.

Em alguns casos podem surgir varizes como resultado de uma trombose venosa nas pernas.

7. Linhas vermelhas na pele

Alergias na pele

Quando você notar listras ou linhas de cor vermelha na pele, aparecendo ao longo das veias, é preciso estar atento a outras mudanças da pele.

Inclusive, é preciso ter cuidado com as mudanças de humor para descartar a possibilidade de uma trombose arterial. Estas listras farão com que as extremidades fiquem quentes ao tato.

8. Febre

Quando você tem um coágulo de sangue e este entra na sua corrente sanguínea, pode causar febre. Este mal-estar costuma ser acompanhado de transpiração, tremores, enxaquecas, desidratação, fraqueza corporal e falta de apetite.

Recomendações para prevenir os coágulos no sangue

  • Procure ingerir alimentos ricos em vitamina B3, C e E, e minerais como zinco, magnésio, manganês. Você pode tomar suplementos minerais para a boa circulação.
  • Pare de fumar, já que o cigarro aumenta a formação de coágulos no sangue.
  • Mantenha um peso adequado, que esteja de acordo com o seu tamanho. Isso pode ser conseguido com exercícios físicos.
  • A obesidade e o sedentarismo são as principais causas de acidentes vasculares cerebrais e infartos causados por coágulos de sangue que se desprendem na corrente sanguínea.
  • Tome cuidado se você toma anticoncepcionais orais, já que os hormônios aumentam a coagulação no sangue.