Tudo sobre a cirurgia de catarata

24 Outubro, 2020
A catarata pode causar visão turva, fotofobia, visão dupla ou dificuldade para enxergar à noite. Por que a cirurgia de catarata é importante? Descubra a seguir.

A cirurgia de catarata é a única solução para resolver esse problema, que consiste na opacificação (ou seja, o aumento da densidade de algo transparente) total ou parcial do cristalino. O cristalino é uma das lentes que existem no olho. A catarata faz com que a visão diminua progressivamente.

Essa patologia está relacionada à idade; no entanto, também pode ser congênita ou causada ​​por algum trauma. Inclusive, certas doenças ou medicamentos podem acelerar a sua progressão. Como o mais comum é que o avanço da doença seja progressivo, a pessoa que sofre com ela pode se acostumar a níveis de visão que não são os ideais.

No entanto, a catarata é a causa mais comum de perda de visão em pessoas com mais de 40 anos. De fato, ela é a principal causa de cegueira no mundo. Neste artigo, explicamos em que consiste o procedimento de cirurgia de catarata.

Quais são os sintomas da catarata?

Homem com catarata
O sintoma característico da catarata é a sensação de visão embaçada. Além disso, uma intolerância à luz também é percebida.

Como mencionamos, com a idade, o cristalino perde a transparência. Por esse motivo, a qualidade da visão é progressivamente reduzida. O principal sintoma é a sensação de visão embaçada. Isso dificulta atividades simples, como ler ou assistir à televisão. Além disso, não melhora com o uso de óculos.

Outro dos sintomas que geralmente aparecem é a intolerância à luz. A pessoa com catarata sente que as luzes são muito brilhantes ou deslumbrantes. Por esse motivo, atividades como dirigir tornam-se complicadas. Pelo contrário, as cores são percebidas com menos intensidade.

A catarata também pode causar visão dupla ou dificuldade para enxergar à noite. No caso de qualquer um desses sintomas, o ideal é procurar um oftalmologista. Ele realizará os exames pertinentes e indicará a cirurgia de catarata se for necessário.

Você pode se interessar: Por que as crianças devem visitar o oftalmologista?

Cirurgia de catarata

Antes, a cirurgia de catarata era um processo complicado, realizado apenas quando a perda de visão era excessiva. Hoje, é realizada quando os primeiros sintomas ocorrem, por se tratar de uma operação ambulatorial. Dura cerca de 15 ou 30 minutos e é utilizada apenas anestesia local.

A cirurgia de catarata é um processo rápido e indolor. De fato, tem poucos riscos e pode ser feita de maneiras diferentes.

Operação com laser de femtosegundo

Exame dos olhos
A cirurgia de catarata é um tratamento eficaz que melhora significativamente a visão. Além disso, é um procedimento com poucos riscos.

Primeiramente, o cristalino é aberto circularmente. Ele é então extraído usando o laser de femtosegundos, que permite usar menos energia do que a utilizada na cirurgia tradicional. Portanto, a recuperação geralmente é mais simples. Uma lente intraocular é então implantada, o que costuma corrigir outros problemas de visão.

As vantagens deste procedimento são que ele produz menos trauma ocular. Esse tipo de operação de catarata é mais preciso e tem um rápido período pós-operatório.

Cirurgia de catarata manual tradicional

A cirurgia manual de catarata é a operação mais usada. É feita uma microincisão com a qual o núcleo da catarata é fragmentado. Os fragmentos que saem são aspirados. Em seguida, uma lente intraocular de material sintético é inserida.

A lente é colocada dentro da cápsula de catarata, que é respeitada na incisão. Essa lente pode ajudar a corrigir outros defeitos, como miopia ou astigmatismo. Esta intervenção não precisa de pontos.

Não deixe de ler: Como as telas afetam a saúde ocular?

Vantagens da cirurgia de catarata

Embora qualquer operação possa ser assustadora, nesse caso, trata-se de um procedimento simples. As vantagens de uma operação de catarata são muitas, pois há pouco risco e o benefício é alto. Não é necessário o uso de anestesia geral nem a internação hospitalar.

A recuperação visual é rápida após a cirurgia. Além disso, poucas visitas ao oftalmologista são necessárias no pós-operatório. De fato, no caso de pacientes com medicação especial, a sua administração não precisa ser descontinuada.

Além disso, a cirurgia de catarata permite corrigir certos defeitos de visão anteriores. Por exemplo, uma pessoa que sofre de miopia, hipermetropia ou astigmatismo pode melhorar. Tudo depende da lente intraocular que é colocada. É um tratamento especializado.

Conclusão

Se você sofre de catarata, mas tem medo de fazer uma cirurgia, não se preocupe. A cirurgia de catarata é um procedimento simples que pode melhorar muito a sua visão. Os riscos são mínimos. Portanto, quando sentir qualquer sintoma, você deve ir a um oftalmologista. Ele fará os exames relevantes, explicará melhor o procedimento e irá ajudá-lo a tomar uma decisão.

  • Michael, R., & Bron, A. J. (2011, April 27). The ageing lens and cataract: A model of normal and pathological ageing. Philosophical Transactions of the Royal Society B: Biological Sciences. Royal Society. https://doi.org/10.1098/rstb.2010.0300
  • Abouzeid, H., & Ferrini, W. (2014, November 1). Femtosecond-laser assisted cataract surgery: A review. Acta Ophthalmologica. Blackwell Publishing Ltd. https://doi.org/10.1111/aos.12416
  • Crespeau, H., & Pantier, C. (2017). Cataract surgery. Inter Bloc36(4), 212–217. https://doi.org/10.1016/j.bloc.2017.09.001
  • Allen, D., & Vasavada, A. (2006). Cataract and surgery for cataract. BMJ333(7559), 128–132. https://doi.org/10.1136/bmj.333.7559.128
  • Daien, V., & Villain, M. (2017). Complications of cataract surgery. Inter Bloc36(4), 218–219. https://doi.org/10.1016/j.bloc.2017.09.002
  • Khanna, R., Pujari, S., & Sangwan, V. (2011). Cataract surgery in developing countries. Current Opinion in Ophthalmology22(1), 10–14. https://doi.org/10.1097/ICU.0b013e3283414f50