O que é o chemo brain?

10 Outubro, 2020
A duração do chemo brain é um fator importante na avaliação do grau em que afeta a vida de uma pessoa. Na maioria dos casos, os efeitos duram pouco tempo após o término da quimioterapia.

O termo chemo brain se refere a um problema cognitivo. Pode ser definido como uma acuidade mental reduzida, incapacidade de se lembrar de certas coisas e dificuldade em concluir tarefas ou aprender coisas novas.

O chemo brain afeta o dia a dia de muitas pessoas com câncer e pode ocorrer durante e após o tratamento quimioterápico.

Qual é a causa do chemo brain?

Sessão de quimioterapia

O chemo brain pode causar dificuldade para pensar, se concentrar e executar tarefas. Esses problemas podem ser leves, mas também podem ser tão graves que as pessoas têm dificuldade para trabalhar ou realizar suas atividades diárias.

Problemas cognitivos podem ser causados ​​pela quimioterapia usada no tratamento do câncer. Muitos tratamentos contra o câncer, incluindo certos tipos de quimioterapia e radiação, podem causar problemas de curto e longo prazo.

O chemo brain também pode ser causado pelo próprio câncer, e talvez por outros medicamentos usados ​​para tratá-lo. Algumas pessoas com câncer têm problemas cerebrais, mesmo que não tenham feito quimioterapia.

Por outro lado, ansiedade, estresse, fadiga, a idade do paciente, depressão e doenças como diabetes e hipertensão são fatores que podem causar problemas a curto prazo.

O chemo brain pode desaparecer após o término do tratamento. No entanto, para algumas pessoas, pode durar meses ou até anos após o término do tratamento.

Quais são os sintomas do chemo brain?

Os sintomas variam de acordo com a pessoa, mas alguns deles são:

  • Apresentam problemas para se concentrar, têm períodos curtos de atenção.
  • Dificuldade em lembrar detalhes, como nomes e datas.
  • Não conseguem fazer várias tarefas ao mesmo tempo, como atender o telefone enquanto cozinham.
  • Levam mais tempo para terminar as coisas, são mais desorganizados. Além disso, também são mais lentos para raciocinar e processar informações.

Descubra: Alimentos naturais para combater a perda de memória

Qual é o tratamento?

A duração do chemo brain é um fator importante na avaliação do grau em que afeta a vida de uma pessoa. Na maioria dos pacientes, os efeitos no cérebro duram pouco tempo após o término da quimioterapia.

As pessoas com esse problema geralmente estão cientes das diferenças de raciocínio. Muitas vezes, elas não relatam esse problema à sua equipe de atendimento ao câncer até que ele afete suas vidas diárias.

Se você está notando os sinais do chemo brain e está fazendo quimioterapia, é melhor informar o seu médico.

O que você pode fazer para lidar com o chemo brain?

Estratégias para fortalecer a memória

Há muitas coisas que você pode fazer para lidar com o chemo brain. Aqui estão algumas delas.

  • Use recursos de memória, como post-its e calendários para se lembrar de eventos e tarefas. Algumas pessoas sempre carregam um caderno para escrever datas importantes, listas de tarefas e nomes de pessoas.
  • Exercite seu cérebro: por exemplo, resolva palavras cruzadas ou aprenda um novo idioma.
  • Descanse e durma o suficiente.
  • Faça atividade física regularmente e tente manter uma dieta rica em vegetais.
  • Estabeleça rotinas, especialmente para tarefas diárias, para que você se acostume a fazer as mesmas coisas na mesma ordem todos os dias.
  • Não tente fazer várias coisas ao mesmo tempo e peça ajuda quando precisar.
  • Mantenha um diário e registre problemas de memória: anote o quanto você dormiu, o nível de estresse e outras coisas que tenham acontecido. Essas anotações podem ajudar seu médico a sugerir coisas mais úteis.
  • Busque apoio: converse com a sua família e amigos próximos sobre o problema para que eles saibam o que está acontecendo.

O chemo brain pode ser evitado?

Até agora, o caminho para prevenir o chemo brain é desconhecido. Para algumas pessoas, o tratamento do câncer pode significar problemas com a memória, com o raciocínio e para encontrar as palavras certas.

As causas dos problemas cerebrais relacionados ao câncer e seu tratamento ainda estão sendo estudadas. O chemo brain parece ocorrer com mais frequência diante de altas doses de quimioterapia, sendo ainda mais provável se o tratamento do câncer combinar quimioterapia e radiação.

Leia também: Um medicamento para diminuir a quimioterapia no pulmão

Um efeito colateral inevitável em alguns casos

O chemo brain é um distúrbio leve e geralmente desaparece com o tempo. Portanto, uma quimioterapia que demonstre funcionar contra o câncer não deve ser alterada para evitar esse efeito colateral.

  • Uclés Villalobos, V., & Rodríguez Centeno, G. (2018). Quimiocerebro ¿Una entidad desconocida? Revista Clínica Escuela de Medicina UCR-HSJD. https://doi.org/10.15517/rc_ucr-hsjd.v7i1.32658

  • López-Santiago, S., Cruzado, J. A., & Feliu, J. (2012). Daños Neuropsicológicos Asociados a los Tratamientos Quimioterapéuticos: Una Propuesta de Evaluación. Clínica y Salud. https://doi.org/10.5093/cl2012a3

  • Martínez-Triana, R., Guerra-González, E. M., & González-Otero, A. (2013). Disfunción neurocognitiva en niños con leucemia linfoide aguda. Revista Cubana de Hematologia, Inmunologia y Hemoterapia.