O que é a barotite média e como tratá-la?

A barotite média se refere à lesão do ouvido médio causada por mudanças de pressão. Na maioria dos casos, é leve e se resolve por conta própria assim que saímos do voo que a originou. Em todo caso, sua alta frequência de apresentação a torna um distúrbio relevante atualmente.
O que é a barotite média e como tratá-la?

Última atualização: 06 Março, 2021

O número de voos comerciais tem aumentado muito a nível internacional, o que significa que cada vez mais pessoas enfrentam o ambiente dentro da cabine, com uma pressão reduzida em relação ao que existe ao nível do mar. Isso pode desencadear uma situação conhecida como barotite média. Continue lendo para descobrir o que é e como tratá-la.

De acordo com o relatório de 2019 da IATA, Associação Internacional de Transporte Aéreo, o número total de passageiros em todo o mundo em 2018 foi de 4,3 milhões. Muitos deles sentem um desconforto no ouvido médio que aparece quando o avião sobe rapidamente, após a decolagem, para atingir a altitude de cruzeiro, ou durante a descida, antes do pouso.

Na maioria dos casos, esse desconforto é momentâneo, mas em outros há uma incapacidade de equilibrar as pressões no ouvido médio. Essa é chamada barotite média.

O que é a barotite média?

Também é conhecida como barotrauma. Como mencionamos, é um desequilíbrio de pressões no ouvido médio que causa uma lesão. Esse problema é mais comum em crianças.

Para um melhor entendimento, devemos abordar alguns conceitos gerais sobre o ouvido que nos permitirão entender como prevenir e tratar esta condição.

Homem com dor no ouvido
O barotrauma afeta o ouvido médio, causando dores e até vertigens.

Como funciona o ouvido?

O ouvido médio é um espaço cheio de ar, separado externamente por duas estruturas. De um lado está a membrana timpânica ou tímpano e, do outro, a trompa de Eustáquio. Esta última separa o ouvido médio da região da faringe.

A pressão dentro do ouvido médio deve corresponder a do ambiente para que a membrana timpânica vibre cumpra seu papel na audição. Momentaneamente, ao bocejar ou engolir, ocorre uma breve abertura da trompa de Eustáquio, que provoca o fluxo de ar, equilibrando as pressões. 

Quando a trompa de Eustáquio não está funcionando corretamente, surgem diferenças de pressão entre o ouvido médio e o ambiente externo, o que pode causar o barotrauma. A causa mais frequente é voar de avião. Existem outras causas, como o mergulho, escalada ou uso de uma câmara hiperbárica.

O que acontece no avião?

As aeronaves comerciais possuem cabines pressurizadas, com pressão igual à presente entre 7.000 e 10.000 pés de altitude, que é menor do que a existente ao nível do mar. À medida que o avião sobe e desce, a pressão atmosférica muda e, como consequência, a pressão no ouvido médio também deve mudar.

Essa mudança deve ser gradual e equilibrada pela deglutição, à medida que o ar se move espontaneamente do ouvido médio até a trompa de EustáquioQuando isso não acontece, a membrana timpânica é forçada e esticada, causando dor e perda auditiva.

Além disso, podem ocorrer hematomas ou sangramentos na membrana timpânica, formação de exsudatos líquidos no ouvido médio e, ocasionalmente, ruptura do tímpano. Da mesma forma, é descrita uma sensação de tensão no ouvido e zumbido.

O que fazer quando a barotite média aparece?

A maioria das lesões cicatriza por conta própria com o tempo, incluindo uma ruptura da membrana timpânica, sempre e quando a função da trompa de Eustáquio voltar ao normal. O normal é que a audição também se recupere.

Em algumas ocasiões, descongestionantes orais, anti-histamínicos e até antibióticos podem ser indicados. Todos eles ajudarão a trompa de Eustáquio a permanecer livre. O uso de analgésicos tem como objetivo reduzir a dor.

Em raras situações, pode ocorrer uma fístula, que é uma comunicação anormal entre os ouvidos médio e interno. Isso provocará tontura. Diante dessa emergência, um otorrinolaringologista deve intervir para avaliar a necessidade de correção cirúrgica.

miringotomia (pequena incisão cirúrgica feita na membrana timpânica) e a timpanostomia ou tubo de ventilação (colocação de tubo no tímpano) evitam o aparecimento da barotite média, equilibrando as pressões. Também são usados ​​como tratamento, pois auxiliam na drenagem dos exsudatos. 

Mulher indo viajar
As viagens aéreas são a principal causa da barotite média, uma vez que as mudanças de pressão afetam o ouvido médio.

Quais precauções podemos tomar ao viajar de avião?

Se viajarmos de avião, podemos ajudar a equilibrar as pressões durante a subida e a descida para limitar o desconforto e as lesões. Isso é possível através do seguinte:

  • Bocejar ou fazer uma manobra de Valsalva: um esforço de expiração que mantém as vias aéreas fechadas.
  • Mastigar chiclete e engolir com frequência.
  • Comer balas azedas.
  • Os bebês podem chupar a mamadeira, a chupeta, ou mamar no peito.
  • Em algumas ocasiões, descongestionantes orais, anti-histamínicos e sprays nasais podem ser usados antes do voo, desde que prescritos por um médico.
  • Os protetores auriculares foram projetados para reduzir as mudanças de pressão, mas seu benefício real ainda não foi estudado.

Diante da necessidade de viajar de avião, é aconselhável consultar um pediatra ou um otorrinolaringologista. Evitar a barotite média, principalmente no caso de quem sofre de alergia ou de algum tipo de infecção, é fundamental para melhorar o bem-estar durante a viagem.

It might interest you...
Remédios naturais e eficazes contra a perda de audição
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
Remédios naturais e eficazes contra a perda de audição

A aplicação de alguns remédios de origem natural pode ajudar na prevenção e no tratamento da perda de audição de forma simples e segura.