Avô escreve carta em resposta à filha que expulsou o neto de casa por ele ser gay

A carta foi compartilhada várias vezes nas redes sociais como um exemplo de respeito às diferenças.
Avô escreve carta em resposta à filha que expulsou o neto de casa por ele ser gay

Última atualização: 15 Outubro, 2021

Vivemos em uma sociedade com várias culturas e visões de mundo. Faz parte deste contexto a capacidade de aceitação e convivência com costumes e pessoas diferentes de nós. Uma das maravilhas da vida em comunidade é o poder que a comunicação exerce ao criar pontes entre essas realidades variadas.

No entanto, nem sempre existe comunicação entre algumas pessoas, pois muitas delas estão presas em uma redoma de preconceito que impede inclusive a convivência harmoniosa com aqueles considerados “diferentes”, que muitas vezes são julgados e excluídos por fatores que não são escolhas, mas sim características individuais. Esse é o caso das pessoas que sofrem preconceito pela sua identidade de gênero, cor de pele, orientação sexual, etc. Felizmente, existem pessoas dispostas a acolher o próximo e difundir o respeito e o amor.

Este é o caso de um avô americano que escreveu uma carta à filha após ela ter expulsado seu neto, Chad, de casa quando ele disse a ela que era gay. O avô expressou sua discordância e deixou claro que apoia o neto e condena a atitude da filha.

Expulsar o Chad de casa simplesmente por ele ter dito que é gay é a verdadeira “abominação” aqui.

A carta que o avô escreveu como resposta viralizou nas redes sociais, sendo compartilhada como um exemplo de amor e acolhimento. De acordo com ele, a orientação sexual do neto é uma particularidade com a qual ele nasceu, e não uma decisão. Ele inclusive comparou essa característica com o fato de o neto ser canhoto, dizendo que ambos os casos não envolvem escolhas, apenas fazem parte da natureza dele.

Um exemplo de resposta contra o preconceito

Na carta, ele disse que está desapontado com ela como filha e que aproveita a oportunidade para se despedir dela, dizendo que agora tem um neto maravilhoso para criar. Ao mesmo tempo que repreende a filha, ele se mantém aberto ao diálogo desde que ela mude de postura, dizendo: “Caso você consiga encontrar o seu próprio coração, ligue para nós”.

A vida das pessoas que sofrem preconceito é mais difícil e tem muitos momentos de infelicidade e injustiça. No entanto, com o exemplo de pessoas como este avô defendendo o neto com convicção e amor, é possível acreditar em um mundo com mais respeito, carinho e igualdade.

Pode interessar a você...
5 tipos de orientação sexual
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
5 tipos de orientação sexual

Conhecer os diferentes tipos de orientação sexual pode nos ajudar a aceitar e desfrutar mais da nossa sexualidade e não julgar a dos outros.