Avô decide assumir sua homossexualidade com o exemplo e incentivo da neta

Descubra a história de um homem que decidiu, aos 90 anos, assumir sua homossexualidade com o apoio de sua neta.
Avô decide assumir sua homossexualidade com o exemplo e incentivo da neta

Última atualização: 20 maio, 2022

Para muitas pessoas, a decisão de assumir publicamente sua homossexualidade é extremamente difícil. Existe o medo do preconceito, da reação dos familiares e até o risco de sofrer algum tipo de violência simplesmente por querer ser quem se é, por isso há quem esconda sua verdadeira identidade por praticamente toda a vida. Esse foi o caso de Kenneth Felts, um avô de 90 anos. Ele tinha muito medo do que as pessoas pensariam caso se assumisse gay e isso o impediu de viver sua sexualidade como gostaria.

Por estar ciente de que sofreria muito preconceito e teria muitas dificuldades caso se assumisse, ele decidiu viver como um homem heterossexual, mas a verdade é que essa escolha lhe provocou muita tristeza.

Mas esse não é o fim da história de vida desse avô, pois o destino ainda guardava várias boas surpresas para ele. Perto de completar 100 anos de idade, uma de suas netas se assumiu lésbica com orgulho e tranquilidade. Ela foi um grande incentivo para que Kenneth tivesse a coragem de ser quem realmente é, sem se importar com o julgamento alheio.

Os dois tiveram uma longa conversa, na qual Kenneth contou à neta, Rebecca Mayer, sobre o seu primeiro amor, um homem chamado Philip, com quem ele se relacionou por um tempo na juventude. Infelizmente, os dois decidiram terminar por medo de sofrer homofobia, que naquela época era muito mais cruel e violenta.

Após tantos anos adotando essa personalidade hétero, Kenneth já estava habituado, mas sentia em seu coração o desejo de ser livre para amar e ser quem ele quisesse. No entanto, ele ainda tinha conflitos internos sobre o assunto e se perguntava se valeria a pena.

“Estive toda a minha vida no armário. Bem no fundo, atrás de pilhas e pilhas de roupas. Agora estou abrindo a porta pela frente. Eu tive muito receio sobre o que as pessoas falariam. Eu estava muito preocupado porque preciso de pessoas e não poderia pensar em perder elas só porque eu decidi finalmente ser quem eu realmente sou.”

A decisão de assumir a homossexualidade abertamente

Foi com a ajuda da neta que ele decidiu encarar seus medos e se colocar no mundo como quem realmente é. Rebecca estava sempre presente, oferecendo carinho e muito apoio, e Kenneth começou a falar abertamente sobre a sua homossexualidade para todas as pessoas com as quais convivia. Ele fez um post no Facebook e enviou e-mails, brincando que tinha duas personalidades diferentes: a hétero, que se chamava Ken, e a gay, que tinha o nome de Larry.

Contrariando seus medos, Kenneth recebeu um retorno muito positivo das pessoas, tanto conhecidas quanto desconhecidas. Isso lhe deu mais força e fez valer a pena ter decidido viver como ele realmente é.

“Eu acho que eu não tinha coragem para encarar a sociedade na época, então eu só enterrei tudo.”

Pode interessar a você...
Lésbicas tardias: as mulheres que descobrem novos prazeres depois dos 30
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
Lésbicas tardias: as mulheres que descobrem novos prazeres depois dos 30

Descubra a história de algumas mulheres que se descobriram lésbicas tardias e encontraram novas formas de amar e sentir prazer.