As mães não têm férias

· 1 de agosto de 2018
As férias mudam de significado quando uma mulher se torna mãe. Embora os esforços se multipliquem como nunca antes, o amor pela família faz com que tudo valha a pena.

As prioridades na vida de uma mulher mudam após ela se tornar mãe. Por isso, uma vez que um filho nasce, as mães não têm férias por um bom tempo. Os dias em que havia a possibilidade de descansar ou se divertir ficam no passado.

A tarefa de ser mãe implica desafios e responsabilidades tão importantes que é necessário investir 100% do tempo nela. Entretanto, nada se compara com o sentimento e satisfação de poder ver os filhos felizes, contando sempre com o apoio maternal.

Se as férias passam a ter outro significado, os prazeres deixam de ser uma prioridade quando a família se torna o principal. De fato, deste trabalho se originam experiências tão significativas que marcam a vida para sempre.

Como são as férias de uma mãe? Ainda que a expectativa nos faça pensar em uma cena na praia, com o parceiro e os filhos brincando, isso está bem longe da realidade. Embora existam momentos de diversão, as mães não têm férias.

As mães não têm férias, ou pelo menos têm férias diferentes

Mãe em casa com sua filha

O verão, as festas de fim de ano e qualquer outro período em que há férias pode parecer muito divertido. Entretanto, as mães tendem a ter mais trabalho em vez de poder relaxar e descansar. Com os filhos em casa e as tarefas se multiplicando, é difícil pensar em ter um tempo para elas mesmas.

As tarefas aumentam, principalmente ao planejar uma viagem em família. Embora todos anseiem por um momento para relaxar e se divertir, as mães, na verdade, nunca descansam. A todo momento, elas devem prezar pela segurança de seus filhos. Além disso, devem se preocupar com os hábitos de sempre, como a alimentação, os banhos e a saúde das crianças.

A rotina de uma mãe durante as férias pode variar, dependendo do caso, de acordo com o apoio de seu parceiro e o número de filhos. Contudo, na maioria dos casos, o que ocorre é mais ou menos o seguinte:

  • Quando os filhos não têm aula, as atividades em casa aumentam.
  • Assim como em outros períodos, é necessário acordar cedo para preparar o café da manhã e realizar as tarefas domésticas.
  • Em passeios, é difícil relaxar porque é preciso ficar de olho nas crianças.
  • Os únicos momentos livres são aqueles em que as crianças estão dormindo.
  • As viagens devem ser planejadas, já que não podem coincidir com o período letivo.
  • Como em outras épocas do ano, é difícil ter uma noite romântica com o parceiro.

O lado bom de tudo isso é poder ter momentos de aprendizagem e valor com a família. Ainda que os planos de uma vida de solteira pareçam bem atraentes, nada se compara com o amor e a felicidade de construir um lar.

É possível que as mães tenham férias de verdade?

Viagem de férias

Para as mães, é complicado ter férias agradáveis e tranquilas. Entretanto, é importante, em um determinado momento, tirar alguns dias para descansar da rotina e poder compartilhar momentos a dois com o parceiro.

É bem provável que não haja uma oportunidade como essa quando os filhos ainda são muito pequenos, pois eles exigem toda a atenção materna. No entanto, depois que tiverem crescido o suficiente para ficar com os avós, por exemplo, as férias podem se tornar uma realidade.

Fazer planos sem os filhos pode causar um certo sentimento de remorso, ainda mais quando há o hábito de passar todo o tempo livre em família. Apesar disso, tirar férias trará não só benefícios para a mãe, mas para os filhos e o parceiro também.

A distância temporária pode incentivar a autonomia de todos os membros da família. Pode ser difícil no começo para os filhos, mas, pouco a pouco, o sentimento de apego que muitas vezes é prejudicial poderá ser eliminado.

Por outro lado, as mães também darão aos filhos a oportunidade de interagir com outras pessoas, desfrutar da companhia de outros familiares e quebrar um pouco a rotina. Embora seja difícil eliminar o sentimento de preocupação por completo, saber que seus filhos estão com alguém que os ama pode trazer tranquilidade.

O que uma mãe pode fazer para tirar férias sem remorso?

Mulher viajando

No momento em que for possível tirar férias sem os filhos, não deve haver espaço para a culpa. Se o sentimento de estar “abandonando” os filhos prevalecer, será muito difícil ter uma viagem satisfatória.

Leia também: 8 dicas para educar seus filhos

Assim como o descanso é necessário, as medidas preventivas também são. Portanto, há algumas considerações a fazer antes e durante as férias, como:

  • Deixar os filhos com uma pessoa especial e de total confiança.
  • Determinar uma pessoa para prestar assistência, caso a pessoa encarregada dos cuidados das crianças tenha um imprevisto.
  • Fazer uma “simulação” com a pessoa que estará no comando, seja em um jantar ou passeio, para que as crianças se acostumem com a presença dela.
  • Deixar telefones importantes à mão, caso seja necessário entrar em contato.
  • Deixar tudo preparado: a casa organizada, os cardápios para as crianças, um kit de primeiros-socorros e todos os documentos.
  • Ligar com certa frequência para saber como eles estão.

Muitos de nós relacionamos o termo “férias” com “descanso”. Entretanto, se formos considerar todo o trabalho que as mães têm, certamente podemos concluir que elas não tiram férias.