Alimentos que obstruem as artérias

23 de dezembro de 2017
Na medida do possível, devemos evitar a ingestão de gorduras prejudiciais que podem obstruir nossas artérias e optar por uma dieta equilibrada, rica em frutas e verduras.

O consumo de alguns alimentos que obstruem as artérias pode impedir que o sangue seja transportado como corresponde, aumentando o risco de sofrer de doenças cardíacas.

Por isso é muito importante manter a boa saúde arterial e evitar a acumulação de gordura no organismo.

Há alguns alimentos que favorecem a ocorrência de acidentes cardiovasculares. Você gostaria de saber quais são? Então continue lendo este artigo.

Por que as artérias ficam obstruídas?

Existem diferentes fatores de risco que aumentam a probabilidade de sofrer problemas cardíacos produto da obstrução das artérias. Por exemplo, a hipertensão, o colesterol alto e a obesidade.

Porém, também há outros desencadeantes relacionados aos nossos hábitos:

  • Fumar;
  • Beber álcool;
  • Não praticar exercício;
  • Comer alimentos ricos em gorduras;

De pouco a pouco, as gorduras vão se acumulando nas paredes arteriais, estreitando-as e tornando-as mais rígidas. Quando isso acontece, o fluxo de sangue não pode transitar com normalidade.

Em muitos casos as artérias obstruídas não apresentam sintomas (assim como acontece com o colesterol) e infelizmente nos damos conta do problema quando acontece um ataque cardiovascular.

Por isso, é muito importante seguir uma dieta balanceada, rica em frutas e verduras cruas, evitar os alimentos processados e fazer atividade física.

Quais são os alimentos que obstruem as artérias?

As comidas ricas em gorduras saturadas são as primeiras que deveríamos parar de consumir. O problema está no fato de que são as mais gostosas e as que mais viciam.

É fundamental estar consciente de quão prejudiciais são para reduzir aos poucos seu consumo. Os alimentos que obstruem as artérias são:

1. Carnes

Carne vermelha

A carne é rica em gorduras saturadas e colesterol. Inclusive aquela que é conhecida como “magra” pode aumentar os níveis de LDL (colesterol “ruim”) no sangue.

Os produtos à base de carnes processadas tais como, por exemplo, as salsichas ou os embutidos, o toucinho ou a mortadela, não só apresentam uma alta dose de gorduras saturadas, mas também sal adicionado, que piora o quadro.

Consumir estes produtos mais de 2 vezes por semana contribui para o desenvolvimento de doenças cardíacas.

2. Ovos

No caso dos ovos, as gemas contêm uma boa dose de lipoproteínas que obstruem as artérias.

Um ovo oferece 5 gramas de gordura e 186 mg de colesterol (ou seja, mais da metade do recomendado por dia).

Porém, é importante indicar que quando o consumimos cozido ou assado os níveis de gordura são menores do que quando estão fritos.

3. Peles de aves

Frango com batata frita

Por exemplo, de frango ou de peru. Ambas contribuem para o acúmulo de gorduras nas paredes das artérias.

As asinhas de frango são fritas sem tirar a pele e, ainda que pareçam “inofensivas”, são ricas em calorias e lipoproteínas.

Só uma asinha frita tem 10 gramas e 160 caloriasAntes de cozinhar as aves recomenda-se retirar toda a pele e, se quiser fritar ou grelhar, fazê-lo com azeite de oliva ou em aerosol.

4. Laticínios

Nós os consumimos diariamente e não nos damos conta de que podem ser muito nocivos para a nossa saúde, principalmente se escolhermos as versões “integrais”.

Leite, queijo, iogurte, manteiga, sorvetes e creme de leite… todos contribuem para a acumulação de placa e estão entre os alimentos que obstruem as artérias.

A manteiga, por exemplo, é feita com um creme rico em gorduras saturadas. É recomendável escolher produtos desnatados ou pobres em gordura, bem como reduzir o consumo diário.

5. Gorduras trans

Gorduras trans

Muitos dos alimentos que consumimos diariamente contêm gorduras trans ou ácidos graxos parcialmente hidrogenados. São um dos principais responsáveis pelas artérias obstruídas.

Nós as encontramos principalmente em alimentos processados, na margarina e nas frituras.

Quando comprar, recomendamos que dê uma olhada na etiqueta para se informar sobre os óleos hidrogenados que foram usados para este produto em particular.

6. Vitaminas e snacks

As pipocas têm manteiga, os bolos e os donuts contêm gorduras e açúcar, alguns biscoitos são feitos com leite…

Os snacks doces que consumimos no meio da manhã ou no café da manhã (por exemplo, os churros ou os bolos) são compostos por ingredientes prejudiciais para a nossa saúde.

São pobres em antioxidantes e fibras e ricos em gorduras, farinhas refinadas e açúcares. Todos estes ingredientes obstruem nossas artérias.

O mesmo acontece com as vitaminas. Por isso recomenda-se substituí-los por frutas frescas  ou snacks saudáveis (por exemplo, granola ou barras de cereal sem açúcar).

7. Óleos e snacks salgados

Sanduíche

A maioria dos óleos usados na cozinha (milho, girassol, etc.) são ricos em gorduras saturadas. Estes não beneficiam nossa saúde cardiovascular.

Por outro lado, os típicos snacks que comemos como tira-gosto (batatas fritas, amendoins, etc.) são preparados com óleos deste tipo.

Para cozinhar recomendamos usar aqueles óleos que contenham gorduras insaturadas como, por exemplo, o azeite de oliva ou o de canola.

8. Fast food

Nesta parte podemos nomear a pizza e os hambúrgueres, mas há muitos outros exemplos.

Estas comidas têm muita gordura e colesterol. Além disso, em muitos casos têm ingredientes químicos e artificiais para fazer com que pareçam mais apetitosas e aumentem seu rendimento comercial.

Agora que você já sabe quais são os alimentos que obstruem as artérias, reduza seu consumo o máximo possível e mantenha uma dieta saudável para minimizar o risco de doenças cardiovasculares.

Recomendados para você