8 vantagens e desvantagens de que os irmãos dividam o quarto

Crianças que dormem sozinhas são mais independentes, mas as que compartilham o quarto desenvolvem uma maior tolerância. Qual a melhor opção para a sua família? Te ajudaremos a descobrir.
8 vantagens e desvantagens de que os irmãos dividam o quarto

Última atualização: 24 março, 2022

Em lares com mais de um filho, é comum duvidar se é ou não positivo que os irmãos dividam o quarto. Quando existe espaço suficiente para que isso seja possível, os pais muitas vezes hesitam entre priorizar a independência de cada filho ou a cumplicidade fraterna que pode surgir como resultado da convivência.

Se você está vivendo esse dilema, a seguir apresentamos algumas vantagens e desvantagens para te ajudar a decidir. Afinal, dividir o quarto pode ser fonte de tensão e divergências entre os irmãos.

Mas essa também é uma ótima maneira de ajudá-los a desenvolver naturalmente certos valores que serão muito úteis no futuro. Assim, a decisão final dependerá das necessidades de cada família, e também da personalidade dos filhos.

Vantagens de que os irmãos dividam o quarto

Vantagens de os irmãos dividirem o quarto.
Dividir o quarto pode gerar cumplicidade e um forte vínculo entre os irmãos.

Se você mesmo já dividiu o quarto com os seus irmãos durante a infância, poderá perceber os muitos benefícios que isso acarreta. Caso não tenha vivido essa experiência, mostraremos a seguir alguns dos mais importantes:

Fortalece o vínculo entre os irmãos

As crianças têm diversas oportunidades todos os dias para compartilhar risos, jogos e confidências quando dividem o quarto. Esses momentos aumentam a cumplicidade e a proximidade emocional entre eles, e tornam o vínculo cada vez mais forte e estreito.

Ter um espaço de convivência em conjunto permite que eles se descubram, se conheçam profundamente e cresçam ao mesmo tempo em que vivenciam pequenos momentos do cotidiano, que se tornarão memórias inesquecíveis.

Ensina a conviver

Dividir o quarto estimula a empatia, tolerância, habilidades de negociação e resolução de conflitos. As crianças aprendem a levar em consideração as opiniões e necessidades dos outros, a ceder e a estabelecer limites.

Respeitar o ritmo e espaço do outro, colaborar para o bem comum ou fazer valer as próprias opiniões são alguns dos ensinamentos que eles poderão começar a praticar e que serão úteis ao longo da vida.

Promove o sono e rotinas associadas

Dormir com os irmãos torna mais fácil e agradável para as crianças adormecerem. Ao se sentirem acompanhadas, os medos diminuem e as conversas engraçadas ou profundas se multiplicam antes de dormir.

Assim, as crianças obtêm um descanso mais relaxado e restaurador, e podem ver o momento de dormir como algo mais agradável, conseguindo enfrentá-lo com menos resistência.

Incentiva a solidariedade

Dormir no mesmo quarto ajuda a criar um sentimento de equipe nas crianças, portanto, o ciúme pode ser reduzido significativamente. O irmão passa a ser visto como um parceiro e aliado, e não como rival.

Além disso, dividir brinquedos, roupas ou material escolar passa a fazer parte do dia a dia, de modo que a cooperação prevalece sobre o individualismo. Parece bom, não é mesmo?

Desvantagens de que os irmãos dividam o quarto

Desvantagens dos irmãos dividirem o quarto.
Dividir o quarto também pode gerar conflitos e tensões entre os irmãos.

Como você pode ver, os benefícios dos irmãos dividirem o quarto são vários. No entanto, também existem algumas desvantagens a serem consideradas antes de tomar essa decisão. Você deve analisar principalmente as seguintes questões:

Menos independência

No caso de dividir o quarto, as crianças não contam com um espaço pessoal para desenvolver a própria individualidade ou desfrutar da privacidade.

Durante a infância, isso pode fazer com que os irmãos se tornem um tanto dependentes uns dos outros e tenham dificuldade para dormir sozinhos quando for o caso. Por outro lado, principalmente com a aproximação da adolescência, eles podem exigir privacidade para ficarem sozinhos ou com os amigos, o que será difícil se eles dividirem o quarto.

Interferência no descanso

Ao dividir o quarto, se um irmão desperta anoite pode acabar acordando o outro; especialmente se um deles for muito pequeno, doente ou tiver dificuldade para dormir. Além disso, se um deles precisa deixar uma pequena luz noturna acesa e o outro se incomoda com isso, podem surgir problemas.

Incompatibilidade de ritmos de vida

Especialmente quando a diferença de idade entre os irmãos é muito grande, podem surgir problemas; por exemplo quando se trata de conciliar horários: um irmão precisa estudar, mas o outro já está dormindo.

Os problemas também podem estar relacionados às atividades mundanas, sociais ou culturais que cada criança deseja realizar. Por exemplo, se um quiser ler e o outro ouvir música ou estar com os amigos.

Fonte de conflitos e discussões

Finalmente, conviver em harmonia requer muita paciência, tolerância e capacidade de negociação. Se essas habilidades não forem bem desenvolvidas nas crianças menores, podem surgir problemas.

Dicas para evitar inconvenientes quando os irmãos dividem o quarto

Se não houver outra possibilidade, ou você decidiu que a melhor solução é que os irmãos dividam o quarto, há uma série de recomendações que devem ser seguidas. Isso evitará possíveis contratempos e ajudará a tornar a convivência mais harmoniosa:

  • Evite que os seus filhos dividam o quarto até que o mais novo tenha pelo menos um ano de idade.
  • Envolva o filho mais velho na mudança do irmão mais novo para o quarto. Transmita o ensinamento de que os momentos divertidos podem ser compartilhados, e deixe que ele tome algumas decisões, como o local onde prefere colocar a cama.
  • Tenha um diálogo aberto com os seus filhos sobre a situação. O surgimento de desacordos não é motivo para separar cada um deles em um quarto, pois é importante que eles aprendam a negociar; no entanto, à medida em que envelhecem, eles podem querer mais privacidade. Entrem em um consenso sobre a hora de parar de dividir o quarto.
  • Certifique-se de que cada criança tenha o seu próprio espaço no quarto. Não apenas uma cama, mas também um local de estudo e pelo menos uma área própria no guarda-roupa. Isso permitirá um maior desenvolvimento individual.
  • No início, ajude-os na resolução de conflitos, motivando-os a se colocarem no lugar um do outro e a chegarem a um consenso. À medida em que envelhecem, deixe-os praticar essas habilidades sozinhos.

Dividir o quarto garante momentos inesquecíveis para os irmãos

Em última análise, cada família deve pesar os prós e os contras, e escolher a opção que melhor se adapta às necessidades das crianças. No entanto, a experiência de dividir o quarto com os irmãos durante a infância pode ser extremamente enriquecedora para elas.

Isso os prepara para a vida, pois haverá muitas ocasiões em que elas terão que aplicar o que aprenderam nesses momentos. Além disso, permitirá que os irmãos criem lembranças divertidas e agradáveis que ficarão com eles por toda a vida.

This might interest you...
Como mobiliar um quarto infantil
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
Como mobiliar um quarto infantil

O quarto das crianças vive bagunçado? Existem alguns truques na hora de decorar um quarto infantil que nos ajudarão a mantê-lo sempre arrumadinho.



  • Convertini, G., Krupitzky, S., Tripodi, M. R., & Carusso, L. (2003). Trastornos del sueño en niños sanos. Recuperado de https://www.sap.org.ar/docs/archivos/2003/arch03_2/99.pdf
  • Feixa, C. (2005). La habitación de los adolescentes. Papeles del CEIC. International Journal on Collective Identity Research, (16), 1-21.
  • Lincoln, S. (2005). Feeling the noise: Teenagers, bedrooms and music. Leisure studies24(4), 399-414.